Maioria propõe coimas diárias nas portagens

Florida Turnpike / Flickr

-

A maioria PSD/CDS-PP propôs que as coimas por falta de pagamento das portagens nas antigas vias sem custos para o utilizador (ex-Scut) sejam agregadas e aplicadas diariamente e não pelo número de passagens pelos pórticos.

A deputada Carina João (PSD) defendeu esta quinta-feira na Assembleia da República, durante a apresentação de seis projetos-lei dos partidos sobre esta matéria, que na proposta da maioria passará a haver uma “coima única” por dia, resultante do somatório dos pórticos por viagem, em vez de um processo e de uma coima pela passagem por cada pórtico.

“Passará a haver uma só infração, uma notificação, um só processo e um só pagamento“, acrescentou Hélder Amaral (CDS/PP), que não fechou a porta a entendimentos com o PS na especialidade.

Tendo por base a “desproporção entre o valor de capital em causa e os valores reclamados pela Autoridade Tributária em sede de processo contraordenacional”, a maioria defende a dispensa ou redução do pagamento dos juros de mora, dos juros compensatórios e das custas do processo de execução fiscal nos casos de pagamento a pronto, total ou parcial, da dívida.

O PS, por seu lado, propôs a “redução drástica das coimas exorbitantes para valores razoáveis e equitativos“.

O deputado socialista João Paulo Correia disse ainda que o Governo transformou a Autoridade Tributária (AT) “no maior predador das famílias e empresas”.

Segundo o projeto de lei dos socialistas, “as coimas passam a respeitar um valor mínimo correspondente ao dobro do valor da respetiva taxa de portagem, mas nunca inferior a 10 euros, e ao valor máximo correspondente ao quíntuplo dessa taxa de portagem”.

Os comunistas propõem que a responsabilidade da cobrança deve ser exclusivamente das respetivas concessionárias, que têm de provar a dívida do utente. Além disso, o PCP defende que o pagamento das taxas em dívida até agora determina o arquivamento do processo de execução fiscal e a extinção do processo de contraordenação.

“Estes problemas infernizam a vida das pessoas. O Estado não é nem pode ser o capanga das Parcerias Público Privadas. A Autoridade Tributária penhora vencimentos, carros e até produtos alimentares de uma instituição de solidariedade. Isto é inaceitável”, frisou o deputado comunista Bruno Dias.

A proposta do Bloco de Esquerda (BE) pede “a amnistia fiscal extraordinária” para processos de contraordenação e de execução fiscal, bem como para aplicação das respetivas coimas, juros, tributos, custos administrativos e custos processuais.

“O absurdo da atuação do Estado é a máquina tributária penhorar casas, carros e salários. Até foram penhorados arroz, bananas e frutas de uma associação no Porto. Isto demonstra como este processo é kafkiano. As ex-Scut não deviam ter portagens”, afirmou o deputado bloquista Pedro Filipe Soares.

O partido ecologista Os Verdes propõe que o pagamento voluntário “a qualquer momento implica a extinção imediata de procedimento contraordenacional, dando-se por liquidada a dívida existente”, o que se aplica também aos procedimentos já existentes até à aprovação da lei.

“O problema de fundo está na introdução de portagens. Depois são apresentados aos cidadãos valores desproporcionais. Um balúrdio”, disse Heloísa Apolónia, que considerou que a administração fiscal “não trabalha para as concessionárias”.

As seis propostas vão a votação na sexta-feira.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Andaram 4 anos a extorquir dinheiro ás pessoas, e agora que as eleições se aproximam ” deram-se conta ” que afinal as coisa as coisas não devem ser assim.
    Pois eu com base nas promessas eleitorais anteriores acredito que se voltarem a ganhar, no dia a seguir vão retirar todas as ” benesses ” que deram e voltar a sobrecarregar as pessoas com toda sorte de sacrificios que se lembrem, porque cmo o senhor coelho disse, ainda não está satisfeito e que continuar o bom trabalho em prol do povo ainda que para isso tenha que se sacrificar.
    Pois por mim está livre do sacrificio, pode emigrar já

  2. O Estado está a atingir os limites de tudo o que é aceitável. Senão, vejamos:
    1) Temos que servir cobradores/delatores dos impostos dos comerciantes; caso contrário as despesas não contam para as “astronómicas” deduções que nos concedem por especila favor.
    2) Por outro lado, o Estado serve de Cobrador do Fraque (mas aqui com uma mão bem mais pesada) para as concessionárias das ex-SCUT.
    Isto tem algum sentido? A situação referida em 1) roça os limites do estalinismo social, todos vigiam todos, todos denunciam todos; quanto à situação 2), também gostava de ter um cobrador tão eficaz quanto o Estado quando tenho Clientes que devem à minha empresa. É que este cobrador é realmente eficaz porque é apoiado por um sistema de justiça paralelo, rápido e pouco garantista (em caso de dúvida penhora-se e depois logo se vê).
    É este o estado a que o Estado chegou…

RESPONDER

Rainha Isabel II está a procura de um gestor de redes sociais

A família real britânica está à procura de um gestor de redes sociais. O salário vai oscilar entre os 53 e 59 mil euros anuais por 37 horas semanais, de segunda a sexta-feira. A rainha Isabel II …

Cinco antepassados de crocodilos viveram há 150 milhões de anos na Lourinhã

Pelo menos cinco crocodilomorfos, antepassados dos crocodilos, viveram na região da Lourinhã há 150 milhões de anos, durante o período do Jurássico. Num artigo publicado na Zoological Journal of the Linnean Society, os paleontólogos Alexandre Guillaume, …

A radiação de Chernobyl está a deixar as vespas esfomeadas (e isso é má notícia)

A Zona de Exclusão de Chernobyl é a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat, onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986. Apesar de não haver humanos na região, e …

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …

Jovem norte-americano despistou-se e caiu ao rio. Siri chamou os bombeiros

Um jovem norte-americano estava a caminho da universidade quando perdeu o controlo do carro, que derrapou sobre gelo, e foi parar ao rio Winnebago. Como não conseguiu encontrar o seu telemóvel, recorreu à Siri para …

Basta uma máscara impressa para enganar os sistemas de reconhecimento facial

Especialistas da empresa de inteligência artificial Kneron testaram sistemas em três continentes e vários falharam. O reconhecimento facial é, cada vez mais, um método de controlo e de segurança encarado como credível e, inclusivamente, usado …

Pandit olha para as vacas como família e quer produzir "leite ético" para vegans

Um agricultor nos Estados Unidos quer produzir "leite ético" para vegans, mantendo como prioridade o bem-estar e a saúde das vacas. Ultimamente, o consumo de leite tem sido posto cada vez mais em causa. Não só …

Jogadores do Arsenal doam um dia de salário para ações solidárias

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal vão doar um dia de salário para ações solidárias de Natal. Os elementos técnicos também entraram na iniciativa, que prevê, ainda, a doação da receita do próximo …