A maior erupção vulcânica da Antártida ocorreu mais cedo do que se pensava

Antonio Álvarez Valero / Universidade de Salamanca

A Ilha Deceção pertence ao arquipélago das Shetland do Sul, na Antártida

Uma grande erupção vulcânica abalou a Ilha Deceção, na Antártida, há 3.980 anos, e não 8.300, como se pensava anteriormente.

Este evento foi uma das maiores erupções no continente durante o Holoceno, os últimos 11.700 anos depois da última grande período glacial na Terra, e foi comparável em volume de rochas ejetadas à erupção do vulcão Tambora em 1815.

A erupção formou a caldeira do vulcão, um dos mais ativos na Antártida, com mais de 20 erupções registadas nos últimos 200 anos.

De acordo com um novo estudo, publicado a 22 de novembro na revista Scientific Reports, o colapso aconteceu há 3.980 anos. O esvaziamento da câmara magmática, a zona de acumulação de magma que alimentou a erupção, causou uma queda de pressão, provocando o colapso da parte superior do vulcão.

Como resultado, foi formada uma depressão entre oito e 10 quilómetros de diâmetro, o que agora dá à Ilha Deceção a sua forma de ferradura. O colapso da caldeira teria causado um evento sísmico de grande magnitude, cujos traços foram registados nos sedimentos acumulados no fundo dos lagos da Ilha Livingstone, a segunda maior das Ilhas Shetland do Sul, Antártica.

Os núcleos de sedimentos foram recuperados durante campanhas antárticas do projeto HOLOANTAR, entre 2012 e 2014. Este trabalho de campo foi conduzido e coordenado por Marc Oliva, então investigador do Instituto de Geografia e Ordenamento da Universidade de Lisboa.

“O objetivo inicial do estudo era puramente climático, já que queríamos reconstruir as flutuações climáticas desta região nos últimos 11.700 anos usando diferentes indicadores paleoclimáticos naturais proxies – encontradas nos sedimentos dos lagos da Península Byers, a cerca de 40 quilómetros ao norte da Ilha Deceção”, disse Sergi Pla, co-autor do estudo.

Mas o que foi encontrado surpreendeu os investigadores. “Análises geoquímicas e biológicas posteriores indicaram que os sedimentos tinham origem terrestre e foram depositados abruptamente no fundo do lago. Estes resultados sugeriram a ocorrência de um grande terremoto que afetou toda a área e colocou-nos na pista que, talvez, não estivéssemos a enfrentar um terremoto comum, mas um gerado pelo colapso da caldeira do vulcão da Ilha Decepção”, explicou Santiago Giralt, que também é co-autor do estudo.

A data exata da erupção foi obtida usando técnicas geoquímicas, petrológicas e paleolimnológicas aplicadas nos sedimentos de quatro lagos da Península de Byers da ilha de Livingston.

“Os registos sedimentares recuperados mostraram um padrão comum. Primeiro, as cinzas vulcânicas da erupção da Ilha Deceção, cobertas por uma camada de sedimento de quase um metro de espessura composta por material arrastado das margens dos lagos até o fundo devido ao grande terremoto e por sedimentos comuns do lago, que são caracterizados por uma alternação de argilas e musgos“, disse Giralt.

Um dos desafios foi caracterizar a origem das cinzas produzidas durante a erupção vulcânica. Para isso, as condições de pressão e temperatura dos magmas que causaram esta erupção foram calculadas usando as cinzas presentes nos núcleos de sedimentos. “Conseguimos estimar a profundidade de todas as amostras estudadas e determinar se faziam parte do mesmo magma e episódio eruptivo”, disse Antonio Álvarez Valero, investigador da Universidade de Salamanca.

O estudo também estima que a erupção tenha um Índice de Explosividade Vulcânica (que vai de 0 a 8) por volta de seis, o que possivelmente faz dele o maior episódio eruptivo do Holoceno no continente antártico.

“É muito importante ser capaz de datar este tipo de erupção para entender as mudanças climáticas causadas por erupções vulcânicas – neste caso particular, em altas latitudes austrais”, acrescentaram os autores.

A erupção pode ter tido impactos climáticos e ecológicos significativos numa grande área da região sul, embora sejam necessários mais estudos e novos dados para caracterizar precisamente quais os efeitos reais no clima deste evento eruptivo.

ZAP // Phys / Sputnik

PARTILHAR

RESPONDER

Entrevista: "Demorei 2 anos a aperfeiçoar o meu passe; os miúdos de Timor já jogam lindamente!"

Sara Moreira Silva é a líder da primeira escola de voleibol em Timor-Leste, que vai arrancar em janeiro de 2021. Fica aqui a perspetiva de uma portuguesa que vê muito talento entre os timorenses...que não …

O edifício mais antigo do mundo ainda em funcionamento "mora" em Roma

O Panteão de Roma, o edifício mais antigo desta cidade italiana, continua a ser utilizado nos dias de hoje, cerca de 2.000 anos depois da sua construção. Edificado em meados de 125 a.C sob a …

Da cabeça de javali à perdiz. Historiadores e chefs ensinam a cozinhar pratos medievais

Uma equipa de historiadores e grandes chefs reuniu-se para oferecer um curso online para ensinar os alunos a criar banquetes medievais. Professores da Universidade de Durham e chefs do restaurante Blackfriars criaram o Eat Medieval, que …

The Climate Store. Os preços desta loja sueca variam conforme a pegada ecológica

Os rótulos dos alimentos já indicam o quão bom ou mau um produto é para a nossa saúde, mas e o planeta? Um número crescente de marcas está agora a rotular os seus produtos para …

A cidade-irmã mais famosa de Petra abre finalmente ao público. "Esconde" túmulos amaldiçoados

A cidade de Hegra, localizada nos desertos a norte de Al Ula, no noroeste da Arábia Saudita, vai pela primeira vez abrir ao público, podendo os visitantes explorar agora este local antigo sem quaisquer restrições. …

Falha no Microsoft Excel pode ter levado a mais de 1.500 mortes no Reino Unido

Um erro no Microsoft Excel que eliminou quase 16 mil casos de covid-19 das estatísticas do Reino Unido pode ter levado a mais de 1.500 mortes evitáveis, de acordo com um artigo da Warwick University. Os …

Pessoas com bons hábitos de sono têm menor risco de insuficiência cardíaca

Os padrões de sono saudáveis ​​incluem acordar de manhã cedo, dormir 7 a 8 horas por noite e não ter insónias ou sonolência diurna excessiva. Esta pode ser a receita secreta para evitar insuficiência cardíaca, …

Marcelo quer regras do Natal na próxima semana. E lembra que não há lugar para uma crise política

O Presidente da República defendeu, esta sexta-feira, que as medidas para o fim-de-semana do Natal devem ser conhecidas já na próxima semana. E congratulou-se com o facto de já haver um Orçamento aprovado. Em resposta às questões …

Jogos de guerra ajudaram exércitos a vencer guerras. É uma tradição secular

Alguns jogos de guerra foram utilizados por vários exércitos internacionais para simular conflitos e treinar militares para guerras reais, contou à revista Vice Antoine Bourguilleau, que escreveu recentemente um livro sobre o fenómeno. Estes jogos …

Código da Estrada alterado. Uso do telemóvel ao volante com multas mais pesadas

O uso do telemóvel durante a condução vai passar a ter uma coima entre os 250 e os 1250 euros, segundo as alterações ao Código da Estrada aprovadas, esta sexta-feira, em Conselho de Ministros. "O Conselho …