Mães babuínas podem carregar as crias mortas durante dez dias

A. Carter

As mães babuínas podem carregar as crias mortas durante dez dias, sugere um novo estudo. Os machos, por sua vez, protegem a cria de outros primatas que se aproximem.

Mães babuínas que vivem em estado selvagem carregam as crias até dez dias depois destas morrerem, sugere um novo estudo publicado esta semana na revista científica Royal Society Open Science. Os investigadores relatam 12 casos de respostas do grupo à morte de uma cria, incluindo um aborto espontâneo e dois nados-mortos, registados ao longo de 13 anos.

A espécie sob estudo foram os babuínos chacma namibianos selvagens, que vivem tendencialmente em grandes grupos de entre 20 a 100 primatas com hierarquias masculinas e femininas.

“Existem inúmeras hipóteses para explicar as respostas de primatas a crias mortas. Talvez a hipótese mais confiável seja a de que carregá-las após a morte seja uma extensão do comportamento de criação”, equacionou a autora do estudo, Alecia Carter.

“Não estamos a sugerir que as mães desconhecem que as suas crias estão mortas, mas há uma seleção tão forte na formação do vínculo mãe-filho que, uma vez formado, é difícil romper o vínculo. É menos claro por que apenas algumas mães carregam ou protegem o seu bebé morto, mas suspeito que vários fatores influenciem este comportamento”, explicou Carter, citada pelo Tech Explorist.

O facto de as mães carregarem os filhos é uma maneira de lidarem emocionalmente com a sua morte, quase numa espécie de processo de luto. Outra explicação possível é que a mãe tem a capacidade de discriminar entre “morto” e “não responsivo, mas vivo”, e que o cuidado continuado é um tipo de comportamento adaptativo caso os filhos não responsivos recuperem.

Por sua vez, os pais babuínos protegem a cria morta, ameaçando os primatas que se aproximem demasiado.

“Este é um comportamento bastante surpreendente, porque estudos anteriores raramente o relataram. Babuínos machos geralmente não são muito paternos, mas protegem regularmente as suas crias de ameaças, especialmente de ataques infanticidas – que é quando um babuíno mata a cria de outro macho para acasalar com a mãe”, realça a coautora Elise Huchard.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …

Covid-19. México investiga mercado negro de atestados de óbito falsos

As autoridades da Cidade do México anunciaram que estão a investigar um suposto mercado negro de atestados de óbito relacionado com a covid-19, no dia em que o país registou 625 mortes nas últimas 24 …

Astrónomos descobrem "réplica" do Sol e da Terra a três mil anos-luz

O que diferencia esta descoberta de outros exoplanetas parecidos com a Terra é que a sua estrela tem uma semelhança impressionante com o nosso Sol. Entre os dados da missão Kepler, uma equipa de investigadores identificou …

Sem romarias e festas, milhares de famílias estão a entrar em falência

Milhares de famílias cujo rendimento depende das romarias e festas populares estão a atravessar sérias dificuldades económicas. Os prejuízos ultrapassam os 50 milhões de euros. A suspensão das festas populares e romarias religiosas em todo o …

Corpo de Maria Velho da Costa ficou 11 dias na morgue. Filho critica MP e fala em "massacre psicológico"

Os restos mortais da escritora Maria Velho da Costa, que faleceu a 23 de Maio, ficaram no Instituto de Medicina Legal, em Lisboa, durante 11 dias, sem que a família tivesse conhecimento de que já …