Maduro acusa Presidente colombiano de planear o seu assassinato durante as eleições venezuelanas

Cristian Hernandez / Lusa

Nicolás Maduro, Presidente da Venezuela

O Presidente da Venezuela acusou esta teça-feira o seu homólogo colombiano, Iván Duque, de ter planeado o seu assassinato durante as eleições parlamentares de domingo e explicou que por isso votou num centro eleitoral distinto do inicialmente previsto.

“Solicitei mudar de centro de votação porque, fontes de inteligência [serviços de informação] colombiana, muito confiáveis, chegou-nos a informação de que planeavam um ataque para me assassinar no dia das eleições”, disse Nicolás Maduro.

O chefe de Estado falava em Caracas, durante um encontro com jornalistas internacionais, em que explicou que a sua “equipa de segurança tomou a decisão de recomendar trocar o centro de votação”, insistindo: “Desde a Casa de Nariño [residência oficial do Presidente da Colômbia, em Bogotá], Iván Duque participou dos planos para assassinar-me no dia das eleições”.

“Tomei as minhas precauções legais com o Conselho Nacional Eleitoral [CNE]. Tomei as minhas precauções de segurança e todo este assunto está em fase de investigação avançada”, acrescentou.

Nicolás Maduro disse ainda que o seu homólogo colombiano tem “uma obsessão contra a Venezuela”.

“É o Presidente colombiano que nos últimos 200 anos mais tem odiado a Venezuela. Gostaria de uma guerra contra a Venezuela, mas não tem conseguido”, afirmou Maduro, que voltou a acusar Iván Duque de ter formado mais de “mil mercenários”, na Colômbia, para atacar o seu país.

Por outro lado, Nicolás Maduro revelou ter ativado o “Plano 76″ para impedir a ingerência e sabotagem do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, nas eleições parlamentares de domingo.

“Fizemos o trabalho que tínhamos que fazer (…) Trump anunciou em setembro, em Miami, que grandes eventos aconteceriam na Venezuela nestes dias”, explicou Maduro, precisando que aquando dessas declarações já o “Plano 76″ estava estruturado.

Segundo Nicolás Maduro as eleições de domingo “são o reflexo da soberania e do retorno da Assembleia Nacional”, que “nasceu por mandado da Constituição” e, por isso, felicitou as “instituições democráticas”, condenando a “guerra mediática” para desvalorizar as parlamentares.

“Em 6 de dezembro houve umas eleições heroicas, no meio da pandemia [de covid-19], da guerra do combustível, da guerra económica e do sofrimento cruel contra o povo da Venezuela que deu uma demonstração heróica e disse que queremos a paz”, frisou.

O Presidente da Venezuela assegurou ainda que a realidade se imporá no país perante “a fantasia” do líder opositor Juan Guaidó e que está na disposição de dialogar com todos os setores do país.

“Não sou um homem de ressentimento, nem orgulhoso. Se devo sentar-se com o próprio diabo, sentar-me-ei com o diabo (…) Nós [Governo] estamos dispostos a dialogar”, vincou.

Segundo Nicolás Maduro, o novo parlamento centrar-se-á na recuperação económica e no diálogo com todos os setores políticos, culturais e religiosos venezuelanos, e também com a comunidade internacional.

Maduro declarou também que espera apoio da Noruega para que os oposicionistas “deixem os extremos, os egos e orgulhos” e que “nos sentemos todos do mesmo lado e comecemos a escrever uma nova história de entendimento”.

Segundo a imprensa venezuelana, estava inicialmente previsto que o Presidente Nicolás Maduro votasse no Liceu Miguel António Caro de Cátia (oeste da capital), mas votou no Forte de Tiuna (a sul), a principal base militar de Caracas.

No domingo, a aliança de partidos que apoiam o Governo de Nicolás Maduro venceu as eleições legislativas, com 67,6% dos votos, quando foram contados 82,35% dos boletins, anunciou o CNE. A taxa de participação foi de 31%, segundo o CNE.

  // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Governo avança com desconto de 10 cêntimos por litro nos combustíveis para as famílias

O Governo vai criar um desconto de dez cêntimos por litro nos combustíveis para todas as famílias, até 50 litros por mês. Uma medida que estará em vigor entre novembro deste ano e março do …

Inês Sousa Real, porta-voz do PAN

PAN já enviou memorando de entendimento ao Governo

O partido Pessoas–Animais–Natureza enviou ao Governo, esta sexta-feira, o memorando de entendimento com cerca de 60 propostas, no âmbito do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). "O PAN fez chegar ao Governo um memorando do qual …

Alterações ao Orçamento de 2021 custaram, afinal, muito mais do que o estimado pelo Governo

Apenas duas das 291 medidas adicionadas representaram um impacto anual de 88 milhões de euros, com o Governo a calcular, durante a especialidade, que a totalidade custaria 3,2 milhões de euros. As alterações feitas ao Orçamento …

Entre a pandemia e os preços da energia, Marcelo alerta que chumbo do OE criaria "mais um problema"

O Presidente da República reiterou, esta sexta-feira, que deseja evitar uma crise política criada por um eventual chumbo do Orçamento de Estado, porque "só juntaria um problema" à pandemia e à subida dos preços dos …

França dá a partir de dezembro "cheque-combustível" de 100 euros

França vai dar a partir de dezembro um “cheque-combustível” único de 100 euros a cerca de 36 milhões de condutores que ganham menos de 2.000 euros por mês devido à escalada dos preços do gasóleo …

Parlamento aprova extinção do SEF

A extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) foi aprovada na Assembleia da República, esta sexta-feira, com os votos a favor do PS, BE e da deputada não-inscrita Joacine Katar Moreira. O texto final apresentado …

Mais oito mortes e 930 novos casos de covid-19. Incidência sobe

Portugal registou, esta sexta-feira, mais oito mortes e 930 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 930 novos …

A ministra da Cultura, Graça Fonseca.

De "propaganda" a "manipulação populista". Tweets polémicos do Ministério da Cultura causam alvoroço nas redes sociais

O Ministério da Cultura, tutelado por Graça Fonseca, usou a conta oficial no Twitter para enaltecer os investimentos do Governo PS no setor, e foi mais longe, comparando-os aos do Governo PSD/CDS. Na terça-feira, foram publicados …

Parlamento aprova novo decreto sobre inseminação post mortem após veto de Marcelo

O Parlamento aprovou, esta sexta-feira, um novo decreto sobre a inseminação post mortem, com propostas de alteração do PS, BE, PCP, PAN e PEV para responder às dúvidas levantadas pelo Presidente da República no veto …

PJ faz buscas na provedoria da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

A Polícia Judiciária (PJ) efetuou, na manhã desta sexta-feira, buscas na provedoria da Santa Casa de Misericórdia de Lisboa para "recuperação de documentação", no decurso de uma investigação da Unidade Nacional de Combate à Corrupção. Fonte …