Macron avisa que a França irá bombardear a Síria se forem usadas armas químicas

Ian Langsdon / EPA

Emmanuel Macron

Emmanuel Macron

O presidente francês, Emmanuel Macron, avisou que a França intervirá militarmente para bombardear os depósitos de armas químicas se as mesmas forem utilizadas na Síria, mesmo se tiver que agir sozinho.

“Se ficar demonstrado que foram utilizadas armas químicas e conseguirmos identificar a sua origem, a França vai destruir as armas químicas identificadas” através de bombardeamentos, disse Macron numa entrevista publicada esta quinta-feira por vários jornais europeus, entre eles o francês “Le Fígaro”.

Macron disse ao presidente russo, Vladimir Putin – que recebeu no Palácio de Versalhes a 29 de maio – que não haverá “acordos” sobre essa questão, nem sobre a exigência de acesso humanitário à população afetada pela guerra na Síria.

“A utilização de armas químicas dará lugar a réplicas, inclusive da França sozinha“, repetiu, antes de lembrar que essa posição está “perfeitamente alinhada com a dos Estados Unidos da América”.

Macron especificou que com a sua chegada à presidência há pouco mais de um mês, o país mudou a postura em relação à continuidade ou não do presidente sírio. A “destituição de Bashar Al-Assad não é uma condição para tudo” porque “ninguém me apresentou um sucessor legítimo”.

As suas prioridades, precisou Macron, são em primeiro lugar “a luta absoluta contra todos os grupos terroristas” já que “são eles os nossos inimigos” porque essa região “é um dos focos do terrorismo islâmico”.

O Presidente francês insistiu que sobre essa questão “precisamos da cooperação de todos, em particular da Rússia, para os erradicar, “. A segunda prioridade é “a estabilidade da Rússia” para evitar “um Estado falhado”.

// EFE

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A França não manda no Oriente Médio. A França deve sair da Síria. A França deve cuidar de si mesma. A França deve cuidar de sua economia e assim ficar independente do Oriente Médio, América Latina, Ásia e África. As desculpas da França para atacar outros países serve para a França continuar a saquear os países atacados. Macron é vagabundo igual ao Trump e não quer trabalhar pra comer prefere continuar roubando o Oriente Médio. A Ucrânia é outro país que sofre a invasão francesa. A França mente em relação a Crimeia o interesse francês está no gás e petróleo. A França não quer pagar o gás e petróleo produzido pela Rússia. A França quer gás e petróleo de graça. Macron não serve o povo francês serve os ricos da França.

  2. A União Européia existe para ser forte na exploração de outros países. A União Européia explora até os próprios países da Europa. O único país que a União Européia respeita é os Estados Unidos. A forma que a União Européia propôs pra resolver o problema econômico dos países europeus endividados foi a mesma forma que o FMI propôs pro Brasil. A França tem empresas no Brasil desde que eu sou criança em Cubatão (Light ou Fabril). A exploração francesa no Brasil faz do nosso país o quintal sujo da Europa. A Rhodia é responsável por altos índices de poluição no Rio Atibaia. A Rhodia produz produtos tóxicos que agridem o meio ambiente e até hoje não mudou sua forma de atuação legal com o meio ambiente. Enquanto a França finge que cuida do meio ambiente com o Pacto de Paris, a França destrói o meio ambiente nos países que a França explora.
    A Europa é uma mer…

RESPONDER

A Islândia estava prestes a ter um parlamento de maioria feminina - até à recontagem dos votos

A recontagem dos votos das legislativas de sábado fez com que o número de mulheres passasse de 33 para 30. Mesmo assim, a Islândia mantém-se como um dos países do mundo com maior representação parlamentar …

É mesmo possível reconhecer um ditador pelas suas características faciais

Os líderes democraticamente eleitos tendem a ter rostos mais atraentes e simpáticos do que os líderes autoritários, conclui um polémico estudo. É comum as pessoas formarem juízos de valor baseados na aparência de um rosto. No …

Moedas já fala como presidente. "Temos que deixar a política da fricção e apostar na construção de soluções, de resultados"

Carlos Moedas, que se vê como um presidente inclusivo", recusa uma política de "fricção", nomeadamente na oposição ao poder nacional e promete concentrar-se nos "resultados e nas pessoas" para melhorar a vida dos lisboetas. Carlos Moedas, …

Responsabilidade é a característica mais importante para alcançar bons resultados escolares

Cerca de 300 estudantes do concelho de Sintra participaram no estudo internacional que teve como objetivo correlacionar o desempenho escolar com as competências sociais e emocionais dos mesmos. A responsabilidade é uma das características mais importantes …

CCB condenado por violar direitos laborais de técnicos de espetáculos

O Centro Cultural de Belém (CCB) foi condenado em tribunal por violação dos direitos laborais de 12 técnicos de espetáculos. Segundo o jornal Público, os juízes do Tribunal da Relação de Lisboa deram razão a 12 …

Berlinenses apoiam expropriação de grandes proprietários para conter preços da habitação

Resultados do referendo são um sinal da crescente divisão que se vive na sociedade berlinense em relação à especulação imobiliária. Agentes imobiliários interpretam o resultado como um "mau sinal" que pode levar à "paralisação imediata …

Portugal com 230 novos casos de covid-19 e uma morte. País cada vez mais próximo da zona verde da matriz de risco

Portugal registou, esta segunda-feira, 230 novos casos e uma morte na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). País está mais próximo da zona verde da …

Restauração defende manutenção do lay-off simplificado

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defendeu hoje a continuidade do lay-off simplificado para apoio à manutenção dos postos de trabalho das atividades da restauração, similares e alojamento turístico. “Esta medida assume …

Cumbre Vieja deixou de expelir lava, mas os sismos voltaram

O vulcão Cumbre Vieja, em La Palma, nas Canárias, parou de emitir lava. Apesar de a atividade ter sido a mais baixa da última semana, as autoridades alertam que a situação pode mudar rapidamente. A atividade …

Portugal continental tem 83,89% da população com vacinação completa

Cerca de 8,27 milhões de pessoas em Portugal continental tinham a vacinação completa contra a covid-19 até às 19h00 deste domingo, revelou à agência Lusa fonte oficial da task force que coordena o processo de …