Macacos “arrasaram” humanos num simples jogo de computador

Quando se trata de ganhar jogos e resolver quebra-cabeças, às vezes os macacos fazem-no de forma mais inteligente do que os humanos.

Para além das suas incríveis capacidades físicas, os macacos também mostram uma incrível “flexibilidade cognitiva”, ou seja, a habilidade de mudar rapidamente a forma como pensam e trabalham para resolver um problema.

De acordo com o Live Science,  uma nova investigação mostra que, enquanto os macacos conseguem tomar decisões rapidamente, os seres humanos ficam atrapalhados e fixam-se em estratégias ineficientes para resolver problemas.

No estudo, publicado em setembro na revista Scientific Reports, a equipa de investigadores colocou um grupo de cebíneos e macacos-rhesus contra estudantes universitários a jogar um simples jogo de computador.

No jogo, quatro quadrados apareceram no ecrã durante cada tentativa: um com riscas, um com bolas e dois brancos. Nos treinos, os jogadores aprendiam que clicar no quadrado com riscas e depois no quadrado com bolas faria com que um triângulo azul aparecesse no lugar de um dos quadrados brancos.

Clicar no triângulo azul dava uma recompensa: no caso dos humanos alguns gritos de euforia para demonstrar que tinham resolvido o problema, no caso dos macacos um cacho de bananas.

Durante o jogo, os cientistas introduziram um truque com batota para vencer o jogo sem seguir as regras. De repente, o triângulo azul começou a aparecer no início do jogo, ao lado dos quadrados. Se um jogador clicava no triângulo imediatamente, recebia logo a sua recompensa. Esse truque apareceu na metade dos ensaios seguintes.

Cerca de 70% dos macacos aproveitaram este truque na primeira vez que apareceu, e mais de 20% usaram esta estratégia sempre que possível. Em comparação, apenas uma pessoa num grupo de 56 adotou este truque quando apareceu pela primeira vez, e nenhuma usou a estratégia nas outras vezes em que teve oportunidade. Em vez disso, os humanos fizeram tal como foram ensinados, carregando nos quadrados com riscas e posteriormente nos que tinham bolas para que então aparecesse o triângulo.

Num experimento semelhante, os mesmos participantes viram um vídeo de outra pessoa a usar este truque e foram explicitamente instruídos a não “terem medo de tentar algo novo”. Mesmo assim, cerca de 30% das pessoas jogaram pelo seguro.

Os autores da pesquisa sugerem que as práticas educacionais podem tornar-nos mais propensos a fixarmo-nos numa estratégia de solução de problemas, em vez de tentarmos procurar alternativas.

Os investigadores notaram que os testes padronizados e uma educação formal nas sociedades ocidentais “podem incentivar a repetição mecânica e a procura por uma única solução correta”, escreveram no artigo.

No entanto, esse chamado viés cognitivo não é exclusivo das culturas ocidentais. Num experimento com Himbas, grupo étnico que vive no norte da Namíbia, os cientistas descobriram que, embora os participantes usassem o truque com mais frequência do que os ocidentais, 60% a 70% também não adotaram a estratégia.

Outro estudo com crianças com idades entre sete a dez anos descobriu que as crianças eram quatro vezes mais propensas do que os adultos a usar este atalho, embora mais de metade ainda se apegasse à estratégia aprendida. Babuínos incluídos no mesmo estudo usaram o atalho “imediatamente e em 99% dos testes”.

Os cientistas consideram que o estudo destaca como esta tendência pode prejudicar a tomada de decisões e limitar a nossa imaginação.

“É interessante pensar em como treinamos as nossas crianças a pensar de uma forma específica e a permanecer na caixa e não fora dela. Existem boas razões para fazermos o que fazemos, mas acho que às vezes isso pode meter-nos em muitos problemas”, conclui num comunicado a co-autora do estudo Julia Watzek, estudante de Psicologia na Universidade do Estado da Geórgia, nos Estados Unidos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A Via Láctea pode ter sido esmagada por campos magnéticos quando ainda era um "bebé cósmico"

Nos primeiros dias do Universo, quando a Via Láctea ainda era apenas um bebé cósmico, campos magnéticos poderosos podem tê-la esmagado e ter tido um grande impacto no seu crescimento. Em entrevista ao NewScientist, astrofísicos da …

Veneno de caracol marinho usado para criar insulina híbrida promissora no tratamento da diabetes

Cientistas criaram uma versão minimalista e híbrida de insulina, a partir da hormona humana e de um caracol marinho, que pode vir a melhorar o tratamento da diabetes, divulgou a universidade norte-americana de Ciências da …

Sequelas da covid-19 em doentes mais graves ainda estão por compreender

O acompanhamento depois da alta para doentes que estiveram internados com covid-19 é um dos grandes desafios do sistema de saúde para compreender que sequelas, por enquanto desconhecidas, a doença poderá deixar. “Só daqui a seis …

Criança nasce com duas bocas nos EUA. É o 35.º caso registado desde 1900

A menina, nascida nos Estados Unidos, foi operada ao seis meses para remover a cavidade oral secundária, que incluía dentes, língua e um lábio. Uma bebé nasceu nos Estados Unidos com duas bocas, devido a uma …

Funcionários do Facebook em "greve virtual" face à recusa de Zuckerberg em agir contra Trump

Os funcionários do Facebook estão insatisfeitos com a decisão do fundador da rede social de manter uma postura neutra perante as recentes publicações do Presidente dos Estados Unidos. De acordo com o jornal The Guardian, os …

Inteligência Artificial recria "verdadeiro" rosto de Napoleão Bonaparte

Recorrendo a uma técnica de Inteligência Artificial, um artista holandês criou um retrato em alta definição do imperador francês Napoleão Bonaparte. O fotógrafo freelancer holandês Bas Uterwijk, cujo pseudónimo é Gandbrood, recorreu a uma rede neuronal …

"Apito" da covid-19. Novo teste deteta novo coronavírus em apenas um minuto

Uma equipa de cientistas da Universidade Ben-Gurion, em Israel, desenvolveu um novo dispositivo que é capaz de detetar a presença do novo coronavírus no organismo humano em apenas um minuto. O novo teste, desenvolvido pelos investigadores …

"We Call it Alentejo". Novo filme promocional destaca as maravilhas alentejanas

A gastronomia e vinhos, as pequenas aldeias, a sustentabilidade e a natureza são atributos do Alentejo evidenciados no mais recente filme promocional do território, lançado pela agência regional de promoção turística para chamar visitantes estrangeiros. Com …

Curandeiro convocou cerca de 100 pessoas para se abraçarem contra a "farsa" da pandemia

Josep Pàmies, um agricultor espanhol defensor das terapias alternativas, convocou cerca de 100 pessoas a abraçarem-se a beijarem-se contra a "farsa" da pandemia. No sábado, cerca de uma centena de pessoas juntaram-se em Balanguer, na província …

Rússia anuncia início de ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19

A Rússia vai começar os ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19 em 50 soldados que se ofereceram para participar nos testes, anunciou esta terça-feira o Ministério da Defesa. "Para verificar a segurança e eficácia …