Luz foi armazenada como som pela primeira vez

Pela primeira vez, cientistas conseguiram armazenar informação em base de luz como ondas de som num chip de computador – o mesmo que armazenar um raio como se fosse um trovão.

A ideia pode parecer estranha, mas esta tecnologia é muito importante para que os equipamentos eletrónicos passem a ser ainda mais eficientes. Computadores com processamento com base na luz podem lidar com a informação com muita mais velocidade.

Computadores com esse tipo de processamento, também chamados de computadores fotónicos, têm o potencial de ter 20x a velocidade de um laptop atual, sem mencionar o facto de que não produziria calor e consumiria muita menos energia para funcionar.

Toda essa eficiência vem do facto de que esse tipo de computador fotónico processa as informações através de fotões em vez de eletrões, como observamos nos computadores que funcionam na base da eletricidade.

Este tipo de tecnologia tem sido idealizada por empresas como a IBM durante anos, mas há um obstáculo: a informação que chega através de fotões via fibra ótica é tão rápida que os microchips atuais não conseguem realizar a leitura. Por isso a informação deve ser desacelerada, ou seja, convertida em eletrões lentos, para que possa ser lida.

“Para que se torne realidade comercial, os dados fotónicos no chip têm que ser desacelerados para poder ser processados, armazenados e acedidos”, diz Moritz Merklein autor principal do estudo, publicado na Nature Communications.

A transformação de fotões em ondas de som ao em vez de eletrões revolucionaria a computação. Foi exatamente isso que cientistas da Universidade de Sidney, na Austrália, conseguiram fazer.

“A informação no nosso chip em formas acústicas forma viagens com ordem de magnitude cinco vezes mais lentas que no domínio ótico“, diz Birgit Stiller, supervisora do projeto. “É como a diferença entre um trovão e um raio”.

Isso significa que os computadores poderiam ter as mesmas vantagens que dados entregues por luz – alta velocidade, ausência de geração de calor por resistência eletrónica, e nenhuma interferência de radiação eletromagnética – mas também poderia ser lenta o suficiente para que os chips de computadores atuais possam ler essas informações.

Para isso, a equipa criou um sistema de memória que consegue transformar a luz em ondas sonoras em um chip fotónico, o tipo de chip que será usado em computadores a base de luz.

Em primeiro lugar, a informação fotónica entra no chip como um pulso de luz (bolinhas amarelas), onde interage com o pulso de escrita (bolinhas azuis), produzindo uma onda acústica que armazena os dados.

Em seguida, outro pulso de luz, pulso de leitura (círculos azuis), acede aos dados de som e transmite-o como luz novamente (círculos amarelos).

Por último, enquanto a luz desimpedida passa pelo chip em 2 a 3 nanossegundos, quando ela é armazenada como onda de som, a informação permanece no chip durante 10 nanossegundos, tempo suficiente para ser recuperada e processada.

Converter a luz em ondas de som não apenas diminui a velocidade dos dados, mas torna a recuperação da informação mais perfeita. E, ao contrário de outras tentativas, este sistema funciona com banda larga.

“O nosso sistema não se limita apenas a banda estreita. Ao contrário de outros sistemas, permite armazenar e recuperar informação com diferentes larguras de banda simultaneamente, aumentando drasticamente a eficiência do equipamento”, conclui Stiller.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Cada vez é mais frequente a utilização de ‘oralês’ (transformação em palavras portuguesas daquilo que parece ouvir-se, por pessoas com menos aptência para a Língua Portuguesa – gramática e ortografia). Pena é que isso aconteça também no jornalismo, onde se esperava um pouco mais de rigor linguístico.
    “A transformação de fotões em ondas de som ao em vez de eletrões revolucionaria a computação” deveria escrever-se:
    “A transformação de fotões em ondas de som ao invés de eletrões revolucionaria a computação”.
    Na verdade há coisas que os corretores automatizados não corrigem. Pelos vistos já não existem revisores nos textos jornalísticos.
    Lamentável.

RESPONDER

Governo indiano ordena inspeção a todos os centros da congregação da Madre Teresa

O Governo da Índia ordenou uma inspeção a todos os centros para crianças geridos pela congregação católica da Madre Teresa no país, após a detenção de uma das suas freiras por alegadamente vender bebés. A ministra …

Peru decreta estado de emergência na fronteira com a Colômbia

O Peru decretou na segunda-feira o estado de emergência por 60 dias na fronteira com a Colômbia, devido à presença de narcotraficantes e de dissidentes da antiga guerrilha das Forças Armadas Revolucionários da Colômbia. O Presidente …

CP acaba com o primeiro Alfa Pendular do dia (e reforça receios de colapso)

A partir de 5 de Agosto, deixa de haver o primeiro comboio Alfa Pendular do dia a realizar o percurso de Lisboa ao Porto. A CP - Comboios de Portugal vai acabar com esta ligação …

São feitos por dia quase 600 créditos para comprar carro

Vendem-se cada vez mais carros em Portugal. Só no mês de maio foram concedidos quase 290 milhões de euros e feitos mais de 20 mil contratos, segundo dados do Banco de Portugal. Os empréstimos para compra …

Transferência do Infarmed "ameaça saúde pública” em Portugal e no mundo

A presidente do Infarmed, Maria do Céu Chamado, alertou esta terça-feira que uma deslocalização da instituição pode ser uma “ameaça à saúde pública” em Portugal e também no mundo. Ouvida na comissão parlamentar de Saúde, a …

Campanha oficial do Brexit multada por violar lei eleitoral

A campanha oficial para o voto a favor da saída do Reino Unido da União Europeia - Vote Leave - foi multada por violar a lei eleitoral, anunciou esta terça-feira a Comissão Eleitoral. Segundo revelou a …

Bitcoin ajudou a financiar ciberespionagem eleitoral da Rússia, acusam os EUA

A bitcoin terá ajudado a financiar o esquema de ciberespionagem nos Estados Unidos levado a cabo por 12 agentes russos durante as eleições presidenciais de 2016. Segundo um relatório, apresentado esta sexta-feira pelo vice-procurador-geral dos Estados …

Parlamento chumba fim do adicional ao imposto dos combustíveis

O Parlamento chumbou esta terça-feira, na especialidade, com os votos da esquerda, o projeto de lei do CDS que punha fim ao adicional ao Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP). PS, PCP e Bloco chumbaram o projeto …

UE e Japão assinam acordo de comércio livre contra protecionismo

A União Europeia e o Japão assinaram nesta terça-feira, em Tóquio, um acordo de comércio livre que o presidente do Conselho Europeu considerou ser uma "mensagem clara" contra o protecionismo. "Enviamos uma mensagem clara de que …

Alunos da secundária Pedro Nunes tiveram de pagar 10 euros para se matricularem

Os alunos da Escola Secundária Pedro Nunes tiveram de pagar 10 euros para se matricularem. A diretora do estabelecimento de ensino desconhecia a situação e já deu instruções para que o dinheiro seja devolvido. Os alunos …