Luz foi armazenada como som pela primeira vez

Pela primeira vez, cientistas conseguiram armazenar informação em base de luz como ondas de som num chip de computador – o mesmo que armazenar um raio como se fosse um trovão.

A ideia pode parecer estranha, mas esta tecnologia é muito importante para que os equipamentos eletrónicos passem a ser ainda mais eficientes. Computadores com processamento com base na luz podem lidar com a informação com muita mais velocidade.

Computadores com esse tipo de processamento, também chamados de computadores fotónicos, têm o potencial de ter 20x a velocidade de um laptop atual, sem mencionar o facto de que não produziria calor e consumiria muita menos energia para funcionar.

Toda essa eficiência vem do facto de que esse tipo de computador fotónico processa as informações através de fotões em vez de eletrões, como observamos nos computadores que funcionam na base da eletricidade.

Este tipo de tecnologia tem sido idealizada por empresas como a IBM durante anos, mas há um obstáculo: a informação que chega através de fotões via fibra ótica é tão rápida que os microchips atuais não conseguem realizar a leitura. Por isso a informação deve ser desacelerada, ou seja, convertida em eletrões lentos, para que possa ser lida.

“Para que se torne realidade comercial, os dados fotónicos no chip têm que ser desacelerados para poder ser processados, armazenados e acedidos”, diz Moritz Merklein autor principal do estudo, publicado na Nature Communications.

A transformação de fotões em ondas de som ao em vez de eletrões revolucionaria a computação. Foi exatamente isso que cientistas da Universidade de Sidney, na Austrália, conseguiram fazer.

“A informação no nosso chip em formas acústicas forma viagens com ordem de magnitude cinco vezes mais lentas que no domínio ótico“, diz Birgit Stiller, supervisora do projeto. “É como a diferença entre um trovão e um raio”.

Isso significa que os computadores poderiam ter as mesmas vantagens que dados entregues por luz – alta velocidade, ausência de geração de calor por resistência eletrónica, e nenhuma interferência de radiação eletromagnética – mas também poderia ser lenta o suficiente para que os chips de computadores atuais possam ler essas informações.

Para isso, a equipa criou um sistema de memória que consegue transformar a luz em ondas sonoras em um chip fotónico, o tipo de chip que será usado em computadores a base de luz.

Em primeiro lugar, a informação fotónica entra no chip como um pulso de luz (bolinhas amarelas), onde interage com o pulso de escrita (bolinhas azuis), produzindo uma onda acústica que armazena os dados.

Em seguida, outro pulso de luz, pulso de leitura (círculos azuis), acede aos dados de som e transmite-o como luz novamente (círculos amarelos).

Por último, enquanto a luz desimpedida passa pelo chip em 2 a 3 nanossegundos, quando ela é armazenada como onda de som, a informação permanece no chip durante 10 nanossegundos, tempo suficiente para ser recuperada e processada.

Converter a luz em ondas de som não apenas diminui a velocidade dos dados, mas torna a recuperação da informação mais perfeita. E, ao contrário de outras tentativas, este sistema funciona com banda larga.

“O nosso sistema não se limita apenas a banda estreita. Ao contrário de outros sistemas, permite armazenar e recuperar informação com diferentes larguras de banda simultaneamente, aumentando drasticamente a eficiência do equipamento”, conclui Stiller.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Cada vez é mais frequente a utilização de ‘oralês’ (transformação em palavras portuguesas daquilo que parece ouvir-se, por pessoas com menos aptência para a Língua Portuguesa – gramática e ortografia). Pena é que isso aconteça também no jornalismo, onde se esperava um pouco mais de rigor linguístico.
    “A transformação de fotões em ondas de som ao em vez de eletrões revolucionaria a computação” deveria escrever-se:
    “A transformação de fotões em ondas de som ao invés de eletrões revolucionaria a computação”.
    Na verdade há coisas que os corretores automatizados não corrigem. Pelos vistos já não existem revisores nos textos jornalísticos.
    Lamentável.

Responder a JLS Cancelar resposta

De Nova Iorque a Sydney em 19 horas. Avião da Qantas bate recorde

O primeiro voo comercial direto entre as cidades de Nova Iorque e Sydney, com mais de 19 horas, terminou, este domingo, na cidade australiana. O teste realizado pela companhia aérea Qantas faz parte do Project Sunrise, …

Marcelo ficou "muito impressionado" pela destruição do furacão Lorenzo nos Açores

O Presidente da República visitou, este domingo, o porto das Lajes das Flores, que ficou destruído após a passagem do furacão Lorenzo pelos Açores, mostrando-se "muito impressionado" pela destruição "massiva". "Muito impressionado com aquilo que foi …

Sporting é o terceiro clube com mais jogadores da formação espalhados pela Europa

O Sporting é o terceiro clube com mais jogadores da sua formação a atuarem nas ligas europeias e o emblema português mais representado nas 'big 5', segundo o observatório de futebol do Centro Internacional de …

Norueguês empregou 70 imigrantes ilegais e foi a tribunal "muito, muito feliz"

Aharne Viste acha que a Constituição norueguesa reconhece o direito mesmo a quem não consegue obter asilo e tenciona ir em frente com a sua campanha. Aharne Viste contratou cerca de 70 imigrantes legalmente impedidos de …

Netanyahu não consegue formar Governo e devolve mandato ao presidente israelita

O primeiro-ministro israelita em funções, Benjamin Netanyahu, admitiu hoje ao Presidente de Israel, Reuven Rivlin, não ter reunido as condições necessárias para formar Governo e devolveu o processo ao chefe de Estado. Numa nota informativa, a …

Cristiano Ronaldo e Bernardo Silva estão entre os finalistas para a Bola de Ouro

Cristiano Ronaldo e Bernardo Silva estão entre os 30 finalistas para vencer a Bola de Ouro de 2019. Esta é a primeira vez que Bernardo Silva é nomeado para o prémio da France Football que …

Encontrados dois míticos porta-aviões japoneses afundados na batalha de Midway

Cientistas e exploradores descobriram dois navios japoneses naufragados durante a histórica batalha de Midway, durante a II Guerra Mundial, no Oceano o Pacífico, noticia esta semana a agência noticiosa AP. A equipa, que conta também …

MP pede que autarca de Torres Vedras vá a julgamento por plágio na tese de doutoramento

Em abril deste ano, o MP acusou o autarca de um crime de contrafação, por alegado plágio de 40 textos originais na sua tese de doutoramento “As linhas de Torres, um destino turístico estratégico para …

Rui Rio confirma recandidatura à liderança do PSD

O presidente do PSD, Rui Rio, quebrou hoje o silêncio sobre o seu futuro político, confirmando a sua recandidatura à liderança do partido. O anúncio foi feito às 18:30, num hotel no Porto. Duas semanas depois …

Facebook vai pagar a meios de comunicação para promover notícias "confiáveis"

Em breve, o Facebook terá uma secção de notícias "confiáveis", que funcionará como uma espécie de portal com destaques noticiosos. O Facebook vai ter uma secção de notícias no seu site, que funcionará como uma espécie …