Luxemburgo vai ser o primeiro país do mundo com transportes públicos grátis

Quem for ao Luxemburgo no próximo verão, provavelmente já não pagará bilhete em qualquer transporte público. O país quer tornar-se na primeira nação do mundo a abolir transportes coletivos pagos.

A Cidade do Luxemburgo está a sofrer uma das piores crises de congestionamento a nível mundial. Um estudo citado pelo The Guardian concluiu que, em 2016, quem conduziu na capital luxemburguesa passou em média 33 horas preso no trânsito.

Na capital do país vivem cerca 110 mil pessoas, mas outras 400 mil deslocam-se diariamente para os seus postos de trabalho na cidade, vindas não só de outras zonas do país como também de países vizinhos – França, Bélgica e Alemanha. Destes, vêm diariamente 200 mil pessoas para um país com uma população total de 600 mil habitantes.

A medida que vai ser testada em meados do próximo ano já fazia parte dos planos do Governo de coligação reeleito esta quarta-feira e liderado por Xavier Bettel.

Durante a sua campanha eleitoral, Bettel, líder do Partido Democrata, que se coligará com o Partido Socialista dos Trabalhadores e aos Verdes luxemburgueses, já havia prometido dar prioridade à resolução dos problemas ambientais do país.

A partir de 2020, e em definitivo, deixará de ser necessário tirar bilhete para qualquer transporte no país. Apesar de a medida ter custos, o Estado luxemburguês conta poupar na presença de fiscais e de funcionários de bilheteira.

Não é a primeira vez que o país toma medidas na área dos transportes públicos para reduzir a sua pegada ecológica. No verão deste ano, o Governo instituiu o transporte gratuito para crianças e jovens com menos de 20 anos. Os restantes passageiros podem viajar por quase todo o país e pagar 2 euros por uma viagem de duas horas.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. lol….

    não há almoços grátis, agora todos pagam, os que os usam e os que nunca os usam.

    o colectivismo a funcionar…mal como é hábito.

  2. Por cá pagamos tudo duas vezes. Nos impostos e na utilização. Mas na utilização surge normalmente um outro problema. Como os serviços não funcionam, embora os paguemos e bem, temos de recorrer ao privado. É assim na saúde; é assim na educação em muitas zonas do país; na justiça infelizmente não há tribunais “privados” logo temos de esperar mais de uma década para resolver qualquer processo; enfim…

  3. Esta medida em Portugal custaria 200 milhões de euros por ano, mas não há dinheiro para isso. Então, o que é que o estado faz? Dá um desconto de 50% à EDP pela concessão das 33 barragens do país e assim a EDP, em vez de pagar 1500 milhões, pagou apenas 750 milhões! E claro, quem fez a avaliação e disse para a EDP pagar menos foram os bancos, que têm participações na EDP. Estão a ver, não há dinheiro para transportes, ou para educação, ou para saúde, ou para segurança, mas há de sobra para distribuir pelos amigalhaços!

RESPONDER

Mais 67 mil eleitores votaram até ao meio-dia, mas a percentagem de afluência caiu

Até ao meio-dia deste domingo, votaram quase mais 67.000 eleitores face às eleições para o Parlamento Europeu de 2014, apesar de a percentagem de afluência às urnas deste ano ser inferior às últimas eleições europeias. As …

Cientistas analisaram vómito de tubarão e descobriram algo inesperado

Um estudo divulgado na terça-feira revelou que o tubarão-tigre também se alimenta de pássaros terrestres, para surpresa dos cientistas. Os tubarões são bastante ecléticos no que toca a comia. As presas vão desde peixes a invertebrados, …

ADN reúne irmãos de países diferentes fruto de uma história de amor da 2ª Guerra Mundial

André Gantois, um francês de 73 anos que passou décadas a tentar descobrir quem era o seu pai, nunca imaginou que a busca chegaria ao fim graças a uma feliz e inesperada coincidência e que …

Foram encontrados ossos de crocodilo no deserto de Israel (mas ninguém sabe como foram lá parar)

Uma equipa de arqueólogos ficou perplexa ao encontrar ossos de crocodilo no deserto de Israel. A incrível descoberta foi feita por cientistas da Universidade de Haifa, na região de Neguev – uma área desértica no …

Empréstimo da CGD a Isabel dos Santos passou por Malta, um dos paraísos fiscais europeus

Uma investigação jornalística descobriu que Isabel dos Santos controlava 13 sociedades em Malta. Uma dessas sociedades serviu para fazer o negócio com a Caixa Geral de Depósitos para a entrada na ZON. Segundo o Expresso, a …

Sérgio Conceição recusou cumprimentar Frederico Varandas. "São formas de estar diferentes"

Sérgio Conceição recusou cumprimentar Frederico Varandas quando este lhe estendeu a mão na tribuna presidencial do Estádio do Jamor. O presidente do Sporting fala em "formas de estar diferentes". Depois de ter perdido a Taça de …

Mesa de voto encerrada com portões fechados a cadeado em Montalegre

Na Junta de Freguesia de Morgade, em Montalegre, a mesa de voto estava fechada esta manhã, com os portões encerrados a cadeado. José Nogueira, presidente da Junta local, disse ao Jornal de Notícias que "tudo indica" …

Físico diz que Marte é o único planeta para onde humanos podem fugir

Segundo o físico Brian Cox, o Planeta Vermelho pode ser a única opção caso os humanos tenham de abandonar o planeta Terra. O cientista diz que "não podemos ficar aqui para sempre". O professor e apresentador …

Décadas de estudos sobre "genes da depressão" podem estar errados

A ideia de um "gene da depressão" capturou a imaginação de cientistas durante décadas. Nos últimos 20 anos, centenas de estudos sugeriram que pessoas com a variação de determinados genes têm um maior risco de …

Formação da Lua trouxe água para o planeta Terra

A formação da Lua trouxe para a Terra condritos carbonosos, que são fonte provável da água no nosso planeta e de elementos altamente voláteis, como carbono, nitrogénio, hidrogénio e enxofre. A Terra é o único planeta …