Lusoponte garante que já pagou (há 20 anos) manutenção da Ponte 25 de Abril

Ferreira do Amaral, ex-ministro e atual presidente da Lusoponte, garante que o pagamento foi feito através de um perdão de dívida ao Estado.

Joaquim Ferreira do Amaral, ex-ministro das Obras Públicas e atual presidente da Lusoponte, afirma que a empresa que explora a concessão das duas pontes que ligam Lisboa a Almada (25 de Abril) e a Alcochete (Vasco da Gama) já assumiu as suas responsabilidades.

O ex-ministro refere-se ao acordo com o Governo de António Guterres, em 2000, para deixar de comparticipar os custos anuais de manutenção da infraestrutura da ponte.

“O que se pode dizer é que a Lusoponte já pagou a manutenção. Pagou como estava previsto no contrato inicial – não da forma que estava prevista, que era entregar dinheiro ao Estado todos os anos, mas através de um perdão de dívida ao Estado. Portanto, pagou”, disse, em declarações à TSF.

De acordo com o presidente da concessionária, esta revisão teve a contrapartida de a Lusoponte abdicar do dinheiro que o Estado lhe devia, já que seria “absurdo receber essa prestação anual para a manutenção para depois o Estado pagar aquilo que devia à Lusoponte”, refere.

Segundo o Observador, esse acordo que Ferreira do Amaral diz ser “razoável”, foi alvo de criticas por parte do Tribunal de Contas. Os juízes do TC sugeriam que a anulação das comparticipações da Lusoponte para as despesas de manutenção a ponte “veio permitir à concessionária uma redução efetiva dos seus custos operacionais“.

Além disso, permitiu “gerar um aumento efetivo dos cash flows do projeto”. O Governo contestou esta conclusão e defendeu que a “eliminação da comparticipação da Lusoponte nas despesas teve reais reflexos positivos no montante da compensação financeira direta calculada”.

A despesa que o Estado poupou em compensações devidas à Lusoponte, destaca o jornal, acabou por aumentar a fatura com manutenção por conta do próprio Estado.

Jerónimo de Sousa, secretário-geral do PCp, já veio criticar as consequências do negócio. “Quem explora, quem tem lucro, não pode sacudir para o Estado a responsabilidade de corrigir as infraestruturas”, afirmou.

Também Catarina Martins deixou claro que o Bloco de Esquerda “também se interroga sobre se tem sentido um privado ficar com todo o lucro das portagens e ser o Estado a pagar as intervenções nas obras, quando é necessário. Parece-nos que o modelo de Parceria Público-Privada é um modelo ruinoso de investimento no país”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mais uns grandes empreendedores privados a mamar na teta do Estado!..
    Com lucros garantidos e as depesas pagas pelo Estado, qualquer um é um grande empresário!..

RESPONDER

Um grupo de manifestantes cantou o Baby Shark para acalmar um bebé durante um protesto no Líbano

No meio de uma das maiores manifestações do Líbano dos últimos cinco anos, uma mãe avisou os participantes do protesto que o seu filho estava assustado. A reação do grupo de manifestantes foi inesperada. Robin, de …

Tame Impala preparam lançamento de novo álbum

Ao que tudo indica, os Tame Impala preparam-se para lançar um novo álbum ainda este ano. As suspeitas surgem após a banda ter partilhado uma espécie de teaser no seu site oficial. Os Tame Impala divulgaram …

União Europeia favorável a nova extensão do Brexit mas ainda sem resposta para Londres

Os 27 Estados-membros da União Europeia são favoráveis a um novo adiamento do ‘Brexit’, solicitado pelo governo britânico, mas ainda discutem a sua extensão e as conversações prosseguirão no final da semana, revelaram fontes europeias. O …

A maior família do Reino Unido vai crescer. Vem aí o 22º filho

A família Radford, conhecida como a maior do Reino Unido, anunciou através de um vídeo no YouTube que estão à espera do 22.º filho. A família Radford vive em Morecambe, Inglaterra, e anunciou através do seu …

Cientistas testam medicamento que pode revelar-se mais eficaz para tratar gripe

Cientistas testaram em animais um novo medicamento que pode revelar-se mais eficaz no tratamento da gripe, ao induzir mutações genéticas nos vírus que causam a infeção impedindo a sua replicação e a sua atividade, foi …

PSD vai indicar Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República

O PSD vai indicar o líder parlamentar cessante Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República, disse hoje à Lusa fonte oficial da bancada social-democrata. A mesma fonte indicou que o PSD irá ainda propor como …

Funcionário da Casa Branca que publicou artigo anónimo sobre Trump vai lançar livro "explosivo"

O alto funcionário da Casa Branca que em setembro do ano passado escreveu de forma anónima um artigo de opinião no The New York Times vai lançar um livro no próximo mês. De acordo com o …

Grupos secretos do Facebook prometem falsas curas para cancro e autismo

Uma investigação do Business Insider expôs casos de contas e grupos secretos no Facebook que passam publicitam "medicamentos" e "tratamentos" alternativos que custam milhares de dólares mas que, na verdade, não passam de fraudes. Segundo noticiou …

Ministério repudia agressões nas escolas e fala em casos "residuais"

O Ministério da Educação garante que as situações de violência grave nas escolas são “residuais” e que existe uma tendência de diminuição de casos, repudiando todas as agressões que considera "inaceitáveis seja quem for o …

Surto de anthrax pode ter matado mais de 100 elefantes no Botswana

Um surto de anthrax pode estar na origem da morte de mais de 100 elefantes no Botswana ao longo dos dois últimos meses. Fontes do Governo do Botswana adiantaram, citadas pela Reuters, que "as investigações preliminares …