Lula da Silva diz não ter “mágoa” pelos dias na prisão (e afirma que “Bolsonaro não pode continuar”)

O ex-presidente do Brasil Lula da Silva disse hoje ter sido vítima “da maior mentira jurídica contada em 500 anos de história”, após as suas condenações no âmbito da operação Lava Jato terem sido anuladas, e acusou Sérgio Moro de ser um “Deus de barro que não dura muito”.

“Faz quase três anos que saí da sede do Sindicato dos Metalúrgicos para me entregar à Polícia Federal. Fui, obviamente, contra a minha vontade, porque sabia que estavam prendendo um inocente. Tomei a decisão porque não seria correto um homem da minha idade aparecer na capa dos jornais e na televisão como fugitivo”, afirmou Lula, na sua primeira declaração pública após as condenações no Paraná terem sido anuladas.

“Como tinha clareza das inverdades, tomei a decisão de provar a minha inocência perante o juiz Sergio Moro. Eu tinha tanta confiança e consciência do que estava a acontecer no Brasil e tinha a certeza de que o dia da verdade chegaria, e chegou. (…) Mas sei que fui vítima da maior mentira jurídica contada em 500 anos de história”, salientou o ex-chefe de Estado.

“A única forma de me apanharem era levar-me para a Lava-Jato”, defendeu também o antigo Presidente, que a fala de uma “quadrilha de procuradores do Moro”, que chegou a ser ministro da Justiça de Bolsonaro.

“Vou continuar a lutar para que Moro seja considerado suspeito. Não pode ser o maior mentiroso da história do Brasil e ser visto como herói”, atirou Lula da Silva, acrescentando que “Deus de barro não dura muito”.

Lula, que garante ser inocente, atribuiu às “falsas acusações” de corrupção contra si a morte da sua mulher, Marisa Letícia Lula da Silva, em 2017.

“Sei que a Mariza morreu por conta da pressão e o AVC se apressou. Fui proibido de visitar o meu irmão num caixão, enquanto estava preso. Se tem um brasileiro que tem razão para ter muitas e profundas mágoas sou eu, mas não tenho, porque o sofrimento que o povo brasileiro e os pobres estão passando neste país é infinitamente maior do que qualquer crime que cometeram contra mim”, lamentou.

“Não há dor maior do que levantar de manhã e não ter a certeza de um café com pãozinho com manteiga para tomar, do que não ter um prato de feijão com farinha para dar ao filho, do que saber que está desempregado e não terá salário para sustentar a família”, frisou o ex-mandatário.

Sobre a pandemia de covid-19, Lula da Silva fala de um “verdadeiro desgoverno” na gestão da pandemia e defende que a vacina é “uma questão de amor à vida”, pelo que o atual Presidente, Jair Bolsonaro, deve saber qual é o seu papel.

“Este país não tem Governo, não tem Ministro da Saúde e não tem Ministro da Economia. Este país tem um fanfarrão”, acusou. O Presidente está preocupado “em vender mais armas” e fazer o possível para “repetir muitas vezes a Marielle”.

“Quero voltar a andar pelo país a conversar com o povo. Bolsonaro não pode continuar. Alguma atitude vamos ter que tomar”, adiantou Lula à assistência.

“Sinto-me muito jovem para lutar muito. Quero que saibam que desistir, jamais. A palavra ‘desistir’ não existe no meu dicionário”, garantiu.

Depois de ser ilibado, Lula da Silva voltou a ser convocado para responder num processo por suspeita de corrupção, no qual é acusado de tráfico de influência, branqueamento de capitais e organização criminosa.

O ex-presidente brasileiro deve testemunhar em 27 de maio perante um juiz em Brasília num dos processos abertos contra si por suspeita de corrupção.

Segundo o Ministério Público, Lula da Silva usou a sua influência para que o Governo de Dilma Rousseff (2011-2016), sua sucessora na Presidência brasileira, adjudicasse à empresa sueca Saab uma licitação para a compra de 36 aviões caças modelo Gripen.

Os alegados crimes teriam sido cometidos entre 2013 e 2015, quando Lula já não era presidente do Brasil nem estava ligado ao Governo.

Hoje Lula da Silva falou à imprensa, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo, São Paulo, na presença de figuras políticas como Fernando Haddad, candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) que perdeu a eleição presidencial para Jair Bolsonaro, em 2018, e Guilherme Boulos, líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

O juiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF) brasileiro, anulou na segunda-feira todas as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela Justiça Federal no Paraná, relacionadas com as investigações da operação anticorrupção Lava Jato.

Isso não quer dizer que o antigo chefe de Estado brasileiro tenha sido inocentado já que os processos serão remetidos para a justiça do Distrito Federal, que vai reavaliar os casos e pode receber novamente as denúncias e reiniciar os processos anulados.

Com a decisão, porém, Lula da Silva voltou a ser elegível e recuperou seus direitos políticos.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Ora vejam.
    Já diria o propagandista alemão ” mentiras repetidas mil vezes…”
    É parte do ditirambo dos políticos em todos os lugares em todos os tempos.
    Este, que não é diferente da maioria, é hábil e sabe como lidar com a chusma.
    Aos incautos que ouvem tal discurso vale chamar atenção para o fato de que em momento algum a decisão judicial inocentou o sátiro.
    Que o Altíssimo nos assista neste pesadelo.

      • Por Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Cassiano Dias, brazuka. Assim percebemos a miopia que atinge a uma parcela importante da população brasileira. Estás ao lado de lá de uma divisão da qual não faço parte. Enquanto enxergais desta forma, criminosos como o tal Inácio continuam a drenar os patacões dos cofres, levam não só com a esquerda, mas com as duas mãos cheias e, mesmo sem um dos dedos, carregam bem. Ineptos como o tal Bolsonaro só complementam o desastre. Ó, alarve, toma tento.

RESPONDER

Pessoas a explorar o mapa 3D mais detalhado do Universo com realidade virtual

Google Earth do Espaço. Já é possível navegar pelo mapa mais detalhado do Universo

Investigadores da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, lançaram este mês um software de código aberto que permite visitas virtuais ao Espaço. O Virtual Reality Universe Project (VIRUP) utiliza o maior conjunto de dados do …

Otamendi e Vertonghen disputam a bola com Lewandowski

Benfica 0-4 Bayern | Primeiro a ilusão, depois o rolo bávaro

A ilusão durou 70 minutos. Ao longo de toda a partida, o Bayern foi melhor, criou inúmeros lances de golo, viu dois anulados, acertou no ferro, Vlachodimos fez defesas importantes, mas o Benfica deu luta, …

China quer punir pais de crianças mal-educadas

O regime chinês está a analisar um projeto de lei que prevê que os pais possam ser punidos se os seus filhos exibirem um mau comportamento ou cometerem crimes. De acordo com a agência Reuters, o …

Rui Moreira com Francisco Rodrigues dos Santos e Carlos Moedas

Rui Moreira promete manter a "identidade do Porto" e concluir os projetos que a pandemia atrasou

O presidente da Câmara Municipal do Porto tomou posse, esta quarta-feira, e comprometeu-se a "tudo fazer" para manter a identidade do Porto e a concluir os projetos que a pandemia atrasou. "Quero concluir os projetos que …

Já há um medicamento para tratar a covid-19 em casa (e vários países assinaram acordos de compra)

Países asiáticos já estão na luta pelo novo comprimido antiviral, cujo uso ainda nem sequer foi autorizado, contra a covid-19. Países da região asiática estão já a fazer encomendas da mais recente arma contra a covid-19: …

A Facebook vai implementar uma nova estratégia e o nome vai ser das primeiras coisas a mudar

As últimas semanas têm sido tumultuosas para a empresa de Mark Zuckerberg, que se viu confrontada com os testemunhos de antigos trabalhadores no Senado norte-americano. As notícias da última semana que resultaram do testemunho, no Senado …

Cadetes da Escola Naval investigados por alegados comportamentos abusivos

A Marinha está a investigar uma denúncia sobre alegados comportamentos abusivos entre cadetes da Escola Naval. "A Marinha informa que hoje, 19 de outubro, teve conhecimento de uma denúncia sobre alegados comportamentos abusivos praticados entre cadetes …

Índia. "Montanha de lixo" que garante sobrevivência de pobres será substituída por estação de tratamento

As "montanhas de lixo" das cidades da Índia em breve serão substituídas por estações de tratamento de detritos. A maior de todas — equivalente a um prédio de 18 andares — garante a sobrevivência de …

Candidatura de Nuno Melo acusa direção de não facultar cadernos eleitorais e de sanear senadores

A candidatura de Nuno Melo à liderança do CDS-PP acusou, esta quarta-feira, os opositores de não facultarem os cadernos eleitorais nem possibilitarem a fiscalização da eleição de delegados ao congresso, apontando também a substituição de …

Bolsonaro acusado de nove crimes pela comissão de inquérito sobre gestão da pandemia

O relatório apresentado, esta quarta-feira, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado brasileiro pede o indiciamento do Presidente por nove crimes durante a pandemia de covid-19. No texto, com mais de 1200 páginas, pede-se que …