Lula da Silva e um dos seus irmãos acusados de corrupção passiva

A defesa de Lula diz que a operação Lava Jato “repete as mesmas e descabidas acusações já apresentadas noutras ações penais”.

O ex-Presidente brasileiro Lula da Silva e o seu irmão José Ferreira da Silva – conhecido como Frei Chico – foram acusados pelo Ministério Público de corrupção passiva continuada, no âmbito de mais um processo da operação Lava Jato, foi anunciado.

Também os donos da construtora Odebrecht, Emilio e Marcelo Odebrecht, e o ex-diretor da empresa Alexandrino de Salles Ramos Alencar foram acusados, mas por corrupção ativa continuada.

Segundo a acusação, entre 2003 e 2015, Frei Chico, sindicalista com carreira no setor do petróleo, recebeu 1,131 milhões de reais (250 mil euros) através de pagamentos mensais que variaram entre três mil e cinco mil reais (660 e 1100 euros), valor que fazia parte de um “pacote de vantagens indevidas oferecidas a Lula em troca de diversos benefícios obtidos pela Odebrecht junto do Governo federal”.

Segundo os procuradores, Frei Chico iniciou uma relação com a Odebrecht ainda nos anos 1990, quando estava em curso o Programa Nacional de Desestatização da companhia, que sofreu forte resistência dos trabalhadores do setor petroleiro.

A Procuradoria afirma que “como a Odebrecht participava no setor, e vinha tendo problemas com sindicatos, o então presidente da companhia, Emilio Odebrecht, procurou uma aproximação com Lula, tendo este sugerido que contratasse Frei Chico como consultor para intermediar um diálogo entre a Odebrecht e os trabalhadores”.

“Também participava nessas reuniões o ex-executivo da companhia Alexandrino Alencar. Frei Chico, neste contexto, foi contratado e passou a ser remunerado por uma consultoria efetivamente prestada para a Odebrecht junto do meio sindical”, afirma a Lava Jato.

Em 2002, com a eleição presidencial de Lula, a Odebrecht decidiu rescindir o contrato da consultoria prestada por Frei Chico, até porque, na época, a privatização do setor petroquímico já tinha sido consolidada e os serviços por ele prestados não eram mais necessários.

Contudo, a empresa decidiu manter o pagamento de uma “mesada” ao irmão do então chefe de Estado Lula da Silva, visando manter uma relação favorável aos interesses da companhia.

Os pagamentos começaram em janeiro de 2003, no valor de três mil reais, em junho de 2007 passaram a ser feitos a cada três meses, com o envio de 15 mil reais, e cessaram somente em meados de 2015, com a prisão de Alexandrino Alencar no âmbito da Lava Jato.

O Ministério Público aponta que, ao contrário do que acontecia com a remuneração pela consultoria prestada por Frei Chico até 2001, a “mesada” que começou a receber em 2002 era feita de forma oculta, por meio do “Setor de Operações Estruturadas” da Odebrecht, responsável por processar os pagamentos de subornos feitos pela empresa.

A acusação acrescenta que estes novos pagamentos “eram tratados de forma especial, porque, embora houvesse ordens da empresa para que diretores não transportassem valores, Frei Chico recebia pagamentos pessoalmente das mãos de Alexandrino, para não haver risco de exposição de Lula, beneficiário indireto dessas verbas“.

Em comunicado enviado à imprensa, a defesa de Lula argumenta que a operação Lava Jato “repete as mesmas e descabidas acusações já apresentadas noutras ações penais contra o ex-Presidente”.

“Lula jamais ofereceu ao Grupo Odebrech qualquer ‘pacote de vantagens indevidas’, tanto é que a denúncia não descreve e muito menos comprova qualquer ato ilegal praticado pelo ex-Presidente. (…) Lula também jamais pediu qualquer vantagem indevida para si ou para qualquer de seus familiares”, disse o advogado Cristiano Zanin Martins.

Lançada em 2014, a Lava Jato, maior operação contra a corrupção no Brasil, trouxe a público um gigantesco esquema corrupto de empresas públicas, implicando dezenas de altos responsáveis políticos e económicos, e levando à prisão de muitos deles, como Lula da Silva.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bebé com menos de um ano morre de Covid-19 nos EUA

Um bebé com menos de um ano morreu, nos Estados Unidos da América (EUA), vítima de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, anunciaram as autoridades do Estado de Illinois. A doença já provocou mais de …

Até as bactérias precisam de espaço. Células esmagadas desligam a fotossíntese

Quando as bactérias ficam esmagadas, podem entrar num modo de defesa e desligar a fotossíntese, concluiu uma investigação recente, levada a cabo por cientistas da University of Colorado Boulder, nos Estados Unidos. A equipa da universidade …

Siza Vieira admite aulas por canais "estilo youtube" ou TV por cabo

O Governo está a estudar soluções que garantam que todos os alunos têm acesso aos conteúdos educativos no terceiro período, adiantou o ministro da Economia. O Governo está a estudar soluções que garantam que todos os …

Retificação ao diploma do lay-off simplificado trava despedimentos

Uma retificação ao diploma inicial do ‘lay-off’ simplificado, hoje publicada, vem acautelar que nenhum trabalhador de empresas que recorra a este apoio pode ser alvo de despedimento coletivo ou extinção de posto de trabalho. O decreto-lei …

Rocha desafia teoria da escassez de oxigénio na Terra primitiva

Uma rocha sedimentar única rica em carbono, depositada há dois mil milhões de anos, deu aos cientistas novas pistas sobre as concentrações de oxigénio na superfície da Terra nessa época. De acordo com a agência Europa Press, …

As bactérias formam comunidades na nossa língua (e uma imagem revela como)

Cientistas norte-americanos descobriram que as bactérias que vivem na nossa língua têm uma organização complexa e altamente estruturada. Os micro-organismos estão em toda a parte - até no interior da nossa boca. Um novo estudo revela …

Como sobreviver ao isolamento? Astronautas explicam

Em todo o mundo, cidades e até países inteiros estão em quarentena como forma de travar a propagação do novo coronavírus, Covid-19. Alguns astronautas deixaram conselhos sobre como sobreviver ao isolamento. Para alguns, o auto isolamento …

"Indiana Jones do mundo da arte" recupera manuscrito do poeta persa Hafez

Uma das primeiras cópias do reverenciado Divan do autor do século XIV Hafez, iluminado com ouro, será leiloado no início de abril. O famoso poeta persa do século XIV, Hafez, escreveu uma coleção de versos místicos …

O palco onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda

O palco de madeira onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda. Agora, alguém poderá replicar o primeiro concerto da famosa banda. A 10 de abril, em comemoração dos 50 anos da separação da …

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …