Luís Filipe Vieira reeleito com 62,59% dos votos

(dr) SL Benfica

Luís Filipe Vieira foi reeleito para um sexto mandato como presidente do SL Benfica, com 62,59% dos votos dos sócios. Vieira está à frente do emblema da Luz desde 2003.

Nem a pandemia travou os sócios benfiquistas. O clube bateu o recorde de afluência às urnas com um total de 38.102 votantes. Luís Filipe Vieira foi reeleito com 62,59% dos votos, batendo João Noronha Lopes, que alcançou 34,71%, e Rui Gomes da Silva, que chegou aos 1,64%. Os votos em branco representaram 1,06% dos votos totais.

As urnas abriram às 8h da manhã e a contagem dos votos só terminou na madrugada desta quarta-feira. A contagem foi feita apenas pelo sistema eletrónico, ao contrário daquilo que pediram Noronha Lopes e Gomes da Silva.

“Qualquer sócio pode usar os meios ao dispor, se não confia no sistema. Tem os mecanismos legais ao seu dispor”, disse o presidente da Mesa da Assembleia Geral do Benfica, Virgílio Duque Vieira.

“A mesa da AG optou, à semelhança do que fez nos últimos processos eleitorais, pelo voto eletrónico. A mesa adotou esse sistema, que é perfeitamente auditável, fidedigno, sério e rigoroso, e garante a confidencialidade”, acrescentou.

Em reação aos resultados, Rui Gomes da Silva assumiu que não foi aquilo que esperava: “Já vai longa a hora. Houve uma bipolarização em termos eleitorais e assumo pessoalmente este resultado. Não era o que esperávamos”.

“Fico muito feliz que tenha havido democracia, infeliz com os resultados. Já tive oportunidade de telefonar ao presidente eleito, ao presidente Luís Filipe Vieira, dando-lhe as felicidades. É o que o Benfica mais precisa a partir de agora, as maiores felicidades. Acabaram as eleições, acabaram as divisões, haverá eleições daqui a uns tempos quando houverem. Muitos parabéns e viva o Sport Lisboa e Benfica”, acrescentou o candidato menos votado.

Já João Noronha Lopes focou-se nos sócios, deixando-lhes um elogio pela adesão sentida durante estas eleições.

“Estou aqui hoje depois de uma intensa caminhada que culminou na eleição mais votada do Sport Lisboa e Benfica. E a minha primeira palavra vai para todos os sócios que encheram as ruas e esperaram horas a fio para poder votar. Foi uma grande lição de participação e de benfiquismo, que nos faz a todos ficar ainda mais orgulhosos de fazermos parte do melhor clube do mundo”, disse, citado pelo Observador.

“Esta foi uma experiência que reforçou ainda mais o enorme amor que tenho pelo Benfica. O meu pai ensinou-me que somos benfiquistas mas somos ainda mais benfiquistas nas derrotas. E portanto sinto o mesmo hoje, sou ainda mais benfiquista depois desta campanha memorável. Minhas amigas e meus amigos, estou aqui hoje muito orgulhoso do caminho que percorremos”, acrescentou.

Luís Filipe Vieira parte, assim, para este que, segundo o próprio, será o seu último mandato à frente do clube.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Se os benfiquistas – refiro-me, exclusivamente, aos sócios – comessem gelados com a testa, o SKLB não seria o maior e melhor clube português. O Dr. Noronha Lopes pode dizer o quiser, foi catapultado para candidato pelos “tótos” da “Linha” e com o apoio de todos os inimigos do SLB. Noronha Lopes, a ter sido eleito, teria sido um desastre, não tem perfil, nada sabe de gestão, isto é, o “meter as mãos na massa”, não tem a independência económica quer lhe permita dedicar-se, em exclusivo, ao clube. Pouco sabe do SLB e nada, nadinha, do que é o futebol português. Sendo mais concreto, da porcaria que é o futebol português, onde é impossível competir sem sujar as mãos, daí a sua absurda proposta de criação de uma “comissão de boas-práticas” dentro do clube, nenhum partido político tem qualquer destas comissões, não precisam porque todos jogam o mesmo jogo sujo. Noronha Lopes queria que o SLB regressasse ao “quando” a máfia portista gozava connosco por sermos os “passarinhos” da fita, tenrinhos e honestos imbecis.
    Finalmente, Bernardo Silva. Não comentei quando era uma evidência que seria o ás de trunfo dos croquetes e pastéis de nata que apoiavam e fecundavam o Dr. Noronha Lopes. Teria tido todo o meu respeito se tivesse feito uma declaração de apoio a NL, estava no seu direito, não poderia fazer o que fez, cuspir na mão que lhe deu tudo o que é, profissionalmente, como pessoa, nada, pelos vistos. Infelizmente, o Bernardo é o maior perdedor da noite de ontem, não mais terá o afecto da maioria dos benfiquistas e, não tenho dúvidas, a sua intervenção, a ingratidão grosseira, levou muitos benfiquistas, indecisos, a votarem LFV. Resumindo, o tiro saiu pela culatra.

RESPONDER

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …

O Arecibo desabou. É o fim de uma era à procura de vida extraterrestre

O Observatório de Arecibo, em Porto Rico, morreu. Três semanas depois de um dos principais cabos de sustentação da sua cúpula ter desabado, danificado irremediavelmente o radiotelescópio, o icónico caçador de vida extraterrestre antecipou-se à …

O maior elevador panorâmico do mundo tem vista para os cenários de Avatar

Com o recente lançamento de fotografias subaquáticas dos bastidores do Avatar 2 e a notícia de que Avatar 3 está quase a terminar as filmagens, não há melhor momento para revisitar o parque nacional que …

Pandemia tirou comida da mesa, mas deu asas a startup que transforma plástico do mar em máscaras

A startup portuguesa Skizo transformou a pandemia numa oportunidade de crescimento. Quando faltava comida nalgumas mesas, a empresa de produção de sapatilhas e bolsas passou a fazer máscaras a partir de plástico retirado dos oceanos …

Na Irlanda, o Pai Natal é considerado um "trabalhador essencial"

A Irlanda fez esta semana um anúncio especialmente dedicado às crianças, afirmando que o Pai Natal é considerado um trabalhador essencial no país e, por isso, não terá as suas deslocações restringidas no período natalício. …

Mais 2400 novos casos. Portugal ultrapassa os 300 mil desde o início da pandemia

Portugal ultrapassou hoje a barreira dos 300 mil casos de covid-19 desde o início da pandemia no país, em março, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Portugal registou mais 2.401 novos casos, tendo passado a contabilizar …

Medidas para o Natal conhecidas no sábado. Passagem de ano com todas as restrições

O primeiro-ministro, António Costa, adiantou hoje que no sábado anunciará as medidas para o Natal “com as melhores condições possíveis”, mas avisou desde já que “a passagem do ano vai ter todas as restrições”. “O Governo …

Os assentos do meio da Delta Air Lines vão continuar vazios

A companhia norte-americana Delta Air Lines anunciou esta semana que continuará a manter os assentos do meio vazios, mantendo a política de distanciamento social decretada por causa da pandemia de covid-19. A bloqueio destes lugares intermediários …

A queda da Aurora Dourada. Como a Grécia lidou com a onda de extrema-direita

Quando uma onda da extrema-direita atingiu a Grécia em 2012, poucos previram que a Aurora Dourada, um dos grupos envolvidos, cresceria e tornar-se-ia o terceiro maior partido no parlamento grego. Este foi o início de um …