Pai e filho de Menezes receberam 2 milhões em offshore (mas não há provas de crime)

O.D. Roberto Santorini / Wikimedia

Luís Filipe Menezes

O pai e um dos filhos de Luís Filipe Menezes, ex-presidente da Câmara de Vila Nova de Gaia, receberam dois milhões de euros em contas bancárias em Macau, quando o político do PSD era autarca. O caso foi investigado pela justiça, mas foi arquivado por falta de provas.

O jornal Público dá conta do arquivamento deste processo em Julho passado. O inquérito do Departamento de Investigação e Acção Penal do Porto centrava-se em suspeitas de vários crimes, incluindo corrupção, com Luís Filipe Menezes como figura central, mas não foi possível comprovar a existência de qualquer irregularidade.

Na base das suspeitas, estão transferências bancárias de dois milhões de euros que foram feitas de uma empresa chamada Longe Company LLC, com sede nos EUA, em Novembro de 2008, para uma conta do BCP numa sucursal offshore em Macau.

Essas transferências terão sido feitas enquanto Menezes era presidente da Câmara de Gaia, e o dinheiro acabou por ser enviado para Portugal, e terá sido usado para a aquisição do apartamento na Foz, no Porto, onde o ex-autarca vive actualmente, como nota o Público.

Menezes já veio desmentir a notícia, falando em “maldade” e “mentira”, numa publicação no Facebook que é ilustrada com a imagem de uma rapariga a vomitar.

O ex-presidente de Câmara refere que “todos os inquéritos que dezenas de denúncias anónimas haviam gerado” foram “arquivados liminarmente, após ficar provado que não foi detectado um único caso” em que “uma decisão” sua tenha estado “eivada de ilegalidade”.

De facto, a investigação concluiu que não havia forma de provar qualquer crime, não tendo sido possível apurar a real origem dos dois milhões de euros.

O dinheiro terá passado por várias contas bancárias, nomeadamente do pai e do filho do político no Luxemburgo, e ainda do advogado Amorim Pereira, que foi director financeiro da campanha de Menezes à Câmara do Porto em 2013. Finalmente, a verba terá chegado a Portugal através de uma conta do pai do ex-autarca no BES.

A investigação acredita que o dinheiro pertencia, na verdade, a Menezes, considerando “demonstrada a impossibilidade absoluta” de a verba pertencer aos familiares do ex-presidente, como cita o Público.

O inquérito também nota que “do confronto de todos os elementos resultam indícios de que Luís Filipe Menezes, em razão do cargo desempenhado ou por causa dele, terá auferido vantagens indevidas que escamoteou, canalizando-as, através de seu pai e filho, pelo menos em parte, para conta bancária no exterior”, transcreve o mesmo jornal.

Em declarações ao jornal, Menezes nega as suspeitas, garantindo que nunca teve “um tostão no estrangeiro”. “O dinheiro é do meu pai”, assegura, frisando que teve origem na venda de um colégio fundado em Ovar pelo Estado, e que terá rendido 8 mil contos em 1971. “Hoje seria o equivalente a dois ou três milhões de euros”, destaca.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Nunca me enganou esse choramingas !
    Como pode um partido aparecer com boa imagem, quando tem dentro de si gente como este Mnezes, como Loureiro ou Duarte Lima ?!

  2. Claro que não ha provas de crime e se houvesse, eram para ser abafadas ou destruídas como é costume com políticos e gente grande

RESPONDER

Professor detido depois de ser acusado de agredir aluno “com enorme violência”

Um aluno do 8.º ano da Escola Secundária Rainha Dona Leonor, em Alvalade, em Lisboa, terá sido esta segunda-feira agredido por um professor durante uma aula. Segundo o relato da Associação de Encarregados de Educação dos …

Gabinetes dos novos membros do Governo custam 71 milhões de euros

O novo Governo terá 70 gabinetes no total, que representarão uma despesa anual de, pelo menos, 71 milhões de euros aos cofres públicos, mais sete milhões de euros do que o último. O primeiro-ministro, António Costa, …

Fim do cessar fogo na Síria. Turquia ameaça que milicianos curdos no terreno serão abatidos

O período de cessar-fogo de 120 horas acordado entre a Turquia e os Estados Unidos (EUA) para permitir que as milícias curdas saiam do nordeste da Síria termina esta terça-feira, pelas 19:00 (20:00 em Lisboa), …

Ministro adjunto cabo-verdiano encontrado morto no gabinete

O ministro adjunto do primeiro-ministro de Cabo Verde para a Integração Regional, Júlio Herbert, foi encontrado morto, esta segunda-feira, no seu gabinete, no Palácio do Governo, na Praia, confirmou fonte governamental. Elementos da Polícia Nacional cabo-verdiana …

"Risco de desvio significativo" nas contas do Governo. Bruxelas com reservas sobre esboço do OE2020

A Comissão Europeia (CE) pediu esta terça-feira ao Governo português que apresente uma versão atualizada do projeto orçamental para 2020 “tão cedo quanto possível”, observando que o ‘esboço’ recebido aponta para o risco de um …

Goldman Sachs. Funcionário acusado de divulgar informação em troca de dinheiro

Bryan Cohen, vice-presidente de um dos departamentos do Goldman Sachs, foi acusado de tirar proveito de um esquema que gerou alegadamente cerca de 2,3 milhões de euros em lucros ilegais. Nos últimos 18 meses, dois funcionários …

Encontrada carruagem romana milenar com restos fósseis dos cavalos

Uma equipa de arqueólogos do Museu da Cidade de Vinkovci e do Instituto da Arqueologia de Zagreb, na Croácia, encontrou uma carruagem romanda de duas rodas com os corpos fossilizados de dois cavalos. Os especialistas consideram …

Caos no Chile. Governo anula aumento do preço do metro que iniciou protestos

O Governo do Chile anulou esta segunda-feira o aumento do preço dos bilhetes do metropolitano, depois de a medida ter provocado violentos protestos que se generalizaram no país. Esta terça-feira, com apenas uma linha do metro …

Deputado do PSD apela a Marcelo a que não dê posse a Cabrita até bombeiros receberem pagamentos em atraso

O deputado do PSD Duarte Marques, que costuma tratar dos assuntos da Proteção Civil, apelou esta segunda-feira ao Presidente da República par não dê posse ao ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, enquanto o Estado …

Cientistas "ressuscitaram" o gene que fez nascer a malária

O gene ancestral que fez nascer a doença mais mortal da História foi "ressuscitado" por cientistas, para que lhes fosse possível perceber a série de eventos que levou o parasita da malária a infetar humanos. A …