Lourenço, o bebé milagre, levou os médicos às lágrimas

aarongilson / Flickr

-

Esta semana, Portugal viu nascer o pequeno Lourenço, que esteve durante mais de três meses no ventre da mãe em morte cerebral. O “bebé milagre”, que deixou os médicos emocionados, deverá ser criado pelos avós. 

Durante 15 semanas, Sandra Cristina foi mantida viva artificialmente para que o filho pudesse nascer, desafiando os limites da ciência. O parto, que foi feito às 32 semanas de gestação pelos médicos do Hospital de S. José, em Lisboa, é inédito em Portugal e muito raro no mundo.

Lourenço, nome escolhido pela mãe, deverá ficar os cuidados dos avós, já que o pai não tem condições para o criar, revela a TVI24. Com o progenitor ficou o outro filho de Sandra, de 12 anos, que já estava a viver com o pai desde a morte da mãe.

Sandra Cristina foi cremada esta quarta-feira, numa cerimónia na Póvoa de Santa Iria, onde vivia até ao dia em que lhe foi diagnosticada uma hemorragia intracerebral.

O jornal i relata que a mãe soube o sexo do bebé e chegou mesmo a escolher o nome.

Prevê-se que o pequeno Lourenço possa sair dos cuidados intensivos dentro de três semanas, se estiver estável, como acontece com outros bebés prematuros.

Quanto ao futuro da criança, os profissionais mostram-se otimistas, mas não se comprometem com garantias quanto ao seu desenvolvimento.

Médicos emocionados

Este caso, inédito na Medicina portuguesa, foi vivido com emoção pelos profissionais que acompanharam a situação ao longo de três meses e meio no Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC).

Houve uma carga emocional fortíssima“, afirmou a presidente do Conselho de Administração do CHLC, Ana Escoval.

“Foi interessante ver que as pessoas que estão habituadas a todos os dias cuidarem, ver nos seus rostos a emoção, a lágrima, quando aconteceu o nascimento”, afirmou a administradora.

Também o diretor clínico do hospital de São José, António Sousa Guerreiro, sublinhou que se trata de uma história de contrastes: “Temos uma profunda tristeza com a morte de alguém e um momento de alegria com o nascimento de uma criança”.

Susana Afonso, especialista dos neurocríticos, admitiu igualmente que “é impossível do ponto de vista emocional não ficar afetado” com esta história.

Apesar da componente emocional e afetiva do caso, os profissionais garantem que a base de todas as decisões foi racional. Primeiro decidiu-se a viabilidade do feto e considerou-se que havia condições para o processo poder avançar. O apoio da família à decisão foi fundamental, acrescentou Sousa Guerreiro.

Para manter a gravidez com a mãe em morte cerebral, os especialistas explicaram que foi dado o suporte hormonal e nutricional necessário para a manutenção das funções vitais e para o desenvolvimento da gestação.

“Os fármacos administrados foram aqueles que o organismo produz quando as funções vitais estão intactas”, afirmou aos jornalistas Ana Campos, obstetra da Maternidade Alfredo da Costa – que pertence ao CHLC – e que acompanhou o caso.

“Todos os dias a equipa de enfermagem fazia a palpação do abdómen, diziam que uma vez que a mãe não tinha emoções era uma forma de sentir calor humano“, exemplificou a diretora de serviço da MAC, mostrando até que ponto este caso mexeu com os afetos de todos os profissionais.

O momento do nascimento, por cesariana programada, ocorreu quando foram atingidas as 32 semanas de gestação, uma idade gestacional em que a sobrevivência é muito elevada.

Segundo a neonatologista Teresa Tomé, além da idade gestacional permitir alguma segurança em termos de sobrevivência, os médicos quiseram preservar o recém-nascido de “uma incubadora artificial” da qual se desconhecem as consequências.

De acordo com a equipa de profissionais, o nascimento de um bebé com mãe em morte cerebral há 15 semanas é um facto inédito na medicina portuguesa, mas já aconteceram casos a nível internacional.

Segundo Ana Campos, um estudo internacional de 2010 indica que a duração de gestações com as grávidas em morte cerebral foi de entre dois a 107 dias. O caso de São José durou precisamente 107 dias.

ZAP / Bom Dia

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Jovem portuguesa morre em Benidorm após atropelamento

Uma jovem de nacionalidade portuguesa com idade entre 25 e 30 anos e de identidade ainda desconhecida, morreu na noite desta terça-feira atropelada por um autocarro numa rua movimentada de Benidorm, Espanha, noticia a comunicação …

Matosinhos fecha mais uma escola. Já encerraram quase duas dezenas desde 2005

A Escola Básica da Portela, em Matosinhos, vai encerrar no final deste ano letivo pelo facto de a sua população escolar estar a diminuir “significativamente”, adiantou o vereador da Educação. Desde 2005, já fecharam quase …

Zona da Torre Eiffel vai ser quase toda pedonal a partir de 2024

A zona da Torre Eiffel será devolvida aos peões e transformada numa zona verde até 2024, anunciou a autarca de Paris durante a apresentação do projeto de reabilitação, projetado por uma arquiteta paisagista norte-americana. "Temos realmente …

Campeã olímpica e mundial de natação termina carreira aos 22 anos

O anúncio acontece depois de a Federação Lituana de Natação ter indicado que Meilutyte enfrentava uma sanção de um a dois anos de suspensão, por ter falhado três controlos antidoping. A nadadora lituana Ruta Meilutyte, que …

Sérgio Conceição é multado em 287 euros e escapa a suspensão

O treinador do FC Porto não foi alvo de suspensão (e poderá estar no sábado no banco da final da Taça de Portugal), mas foi multado em 287 euros e ser-lhe-á instaurado um processo disciplinar. O …

Áustria pode ficar sem Governo. Chanceler enfrenta moção de censura

O chanceler austríaco, Sebastian Kurz, vai enfrentar na segunda-feira uma moção de censura no Parlamento na sequência do escândalo do vídeo que envolveu o seu antigo parceiro de coligação, o partido de extrema-direita FPÖ. Kurz arrisca …

Deco alerta: Há slime à venda que é perigoso para as crianças

A Deco alertou esta quarta-feira que há à venda ‘slime’, uma massa de modelar viscosa, que é perigosa para as crianças, tendo já denunciado a situação à Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE). O alerta …

Portugal está "a viver de água que não tem"

A Associação Natureza Portugal, representante do Fundo Mundial para a Natureza (ANP/WWF), alertou que o país “está a viver além da água que tem” e apresenta recomendações aos políticos, empresas e cidadãos para inverter a …

"O euro nunca esteve tão ameaçado"

"O euro nunca esteve tão ameaçado." A frase é do ministro das Finanças francês e surge depois de o vice-primeiro-ministro italiano, Matteo Salvini, ter dado como certa a morte do euro. O ministro da Economia francês, …

Ronaldo e outras 22 apostas de Fernando Santos para a Ligas da Nações

Fernando Santos já garantiu que Ronaldo vai fazer parte da lista dos 23 selecionados para a fase final da Liga das Nações de futebol. Além de Ronaldo, a presença de João Félix também parece garantida. O …