Von der Leyen volta a escrever a Boris. Londres deve indicar candidato a comissário o quanto antes

Patrick Seeger / EPA

Ursula Von der Leyen, a nova presidente da Comissão Europeia

O Reino Unido ainda não designou um candidato a comissário europeu, pelo que a presidente eleita da Comissão Europeia voltou a escrever ao primeiro-ministro britânico, instando-o a indicar um nome até ao final da semana.

Até agora, o Governo britânico não respondeu à carta que a presidente eleita enviou, instando-o a sugerir um nome ou vários nomes para um comissário europeu do Reino Unido. Este é o motivo pelo qual a presidente eleita enviou esta manhã uma nova carta ao Governo britânico, recordando-lhe as suas obrigações segundo os tratados, assim como o compromisso assumido aquando da decisão de estender o período do artigo 50.º”, informou a porta-voz adjunta da presidente eleita.

Na passada quarta-feira, Ursula Von der Leyen solicitou a Boris Johnson que designasse um ou mais candidatos a comissário, ou comissária, no mais breve prazo possível, com o prazo a expirar esta segunda-feira.

Na ausência de uma resposta por parte de Londres, a presidente eleita voltou esta terça-feira a escrever ao primeiro-ministro britânico para relembrá-lo de que o Reino Unido assumiu o compromisso de designar um comissário quando concordou com os termos do Conselho Europeu para a nova extensão do período do Artigo 50.º e para elucidá-lo de que o tempo “está a esgotar-se”.

“É por esse motivo que a presidente eleita espera uma resposta tão rápida quanto possível a esta carta, preferivelmente até ao final desta semana”, indicou Dana Spinant.

A urgência prende-se com a necessidade de o Parlamento Europeu ouvir e aprovar entre esta semana e a próxima os candidatos a comissários ainda em falta – os novos designados por França, Roménia e Hungria e ainda o do Reino Unido -, de modo a poder votar o conjunto do colégio em 27 de novembro, na sessão plenária de Estrasburgo, para que a nova Comissão Europeia possa entrar em funções em 01 de dezembro, já com um mês de atraso face à data inicialmente prevista.

A porta-voz adjunta de Von der Leyen esclareceu ainda que a nova missiva enviada endereçada a Boris Johnson pretende também vincar que “o processo para a aprovação da Comissão Europeia está muito avançado no Parlamento Europeu”.

“A lógica segundo a qual operamos é no sentido de termos um colégio [de comissários] operacional em 1 de dezembro. O segundo elemento dessa lógica é que o Reino Unido precisa de apresentar um nome de um candidato. E, até termos uma resposta do Governo britânico, não vamos especular sobre cenários alternativos”, afirmou, ao ser questionada sobre uma possível recusa de Londres em designar um comissário.

Dana Spinant observou que a presidente eleita está a trabalhar para a formação de um novo colégio, “que deve ser investido de acordo com os procedimentos previstos pelos tratados” da União Europeia. “Segundo os mesmos, esse processo começa com a indicação de um candidato a comissário por cada Estado-membro. Falta-nos, a esta data, uma sugestão do Governo britânico. O Conselho Europeu estendeu o período do artigo 50.º [até 31 de janeiro], razão pela qual o Reino Unido ainda é membro da UE”, insistiu.

A porta-voz vincou que a questão está “nas mãos” do Governo de Boris Johnson, uma vez que Von der Leyen só poderá entrevistar candidatos propostos por Londres.

“Um possível portfolio será indicado após o perfil do candidato ser conhecido. Como não há candidato, não há necessidade de discutir“, respondeu ainda em referência à pasta que será assumida pelo comissário britânico no futuro elenco do executivo comunitário.

O silêncio do Governo de Boris, escreve o Público a propósito da designação do candidato britânico, pode comprometer a tomada de posse da nova Comissão Europeia no dia 1 de Dezembro, como continua a ser o objetivo de Von der Leyen.

Recorda o mesmo diário que entrada em funções do novo executivo comunitário já sofreu um atraso de um mês face ao calendário habitual, por causa do chumbo de três candidatos a comissário pelo Parlamento Europeu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Morreu o ator Danny Aiello

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos. "É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator …

Videojogo chinês incita jogadores a atacar os "traidores" em Hong Kong

Há um novo videojogo que está a ganhar popularidade na China. Chama-se "Fight the Traitors Together" e permite que os jogadores ataquem manifestantes de Hong Kong. No jogo, os jogadores podem bater nos manifestantes pró-democracia, sendo …

Mundial de Clubes proíbe demonstrações públicas de afeto

Começou na passada quarta-feira, dia 11 de dezembro, em Doha, capital do Catar, o Mundial de Clubes da FIFA, prova onde estão inseridos clubes como Flamengo e Liverpool. E esta até poderia ser mais uma …

Al Gore diz ser o maior fã de Greta Thunberg

Al Gore, antigo vice-presidente de Barack Obama e autor do documentário ambiental "Uma verdade inconveniente", elogiou esta semana o trabalho desenvolvido pela ativista sueca Greta Thunberg, dizendo ser o seu maior fã. "Sou o seu …

A água é comum nos mundos extraterrestres (mas surpreendentemente mais escassa do que se esperava)

A presença de água em exoplanetas é comum, mas surpreendentemente mais escassa do que se esperava, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Para chegar a …

"Encontrei a minha alma gémea". Presidente do Flamengo disposto a (quase) tudo para segurar Jesus

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, ficou encantado com Jorge Jesus logo quando o conheceu. É o que o dirigente diz numa entrevista, onde admite que encontrou a sua "alma gémea", não revelando dados sobre …

COP25: uma traição ao Acordo de Paris "e às pessoas em todo o mundo"

Organizações não governamentais ambientalistas consideraram que os projetos de resolução que a cimeira do clima da ONU tem para aprovar são "uma traição" do Acordo de Paris e dos milhões de pessoas que sofrem com …

Governo admite novo aumento extra das pensões (com a simpatia das Finanças e de olho na geringonça)

O Governo está a equacionar um novo aumento extraordinário das pensões no âmbito da preparação da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020). A medida agrada a PCP e Bloco de Esquerda e terá …

Na última noite no Porto, Óliver foi sozinho à Ponte D. Luís (e vieram-lhe as lágrimas aos olhos)

O médio espanhol Óliver Torres confessa que a sua saída do Porto foi "emotiva" e que se despediu do clube e da cidade na Ponte D. Luís, de noite e sozinho, com "as lágrimas nos …

Costa e Centeno discutiram no Conselho Europeu (e foi Centeno quem ganhou)

António Costa e Mário Centeno envolveram-se numa "discussão directa" em pleno Conselho Europeu que deixou os restantes membros do Eurogrupo perplexos. Em causa esteve o primeiro orçamento da Zona Euro, com o primeiro-ministro de Portugal …