Livros, vestuário e brinquedos. Supermercados proibidos de vender artigos não essenciais a partir de segunda-feira

A partir de segunda-feira, os supermercados estão proibidos de vender produtos que não sejam essenciais ou de primeira necessidade.

O decreto que regulamenta o novo estado de emergência prevê a possibilidade de o Governo limitar as vendas das retalhistas a bens essenciais. A partir de segunda-feira, os supermercados estão proibidos de vender produtos que não sejam essenciais ou de primeira necessidade.

Como os hipermercados e supermercados estão autorizados a permanecerem abertos, o Governo decidiu limitar a comercialização destes estabelecimentos apenas a bens essenciais e de primeira necessidade, forçando a retirada dos expositores de outros.

De acordo com o ECO, o decreto “proíbe a venda de bens tipicamente comercializados nos estabelecimentos de comércio a retalho encerrados ou com a atividade suspensa devido à declaração do estado de emergência”.

“A partir das 00h00 do dia 18 de janeiro de 2021, os estabelecimentos de comércio a retalho que comercializem mais do que um tipo de bem e cuja atividade é permitida no âmbito do Decreto n.º 3-A/2021, de 14 de janeiro, não podem comercializar, em espaço físico, bens tipicamente comercializados nos estabelecimentos de comércio a retalho encerrados ou com a atividade suspensa nos termos do mesmo decreto”, lê-se ainda.

Livros; jogos e brinquedos; mobiliário, decoração e produtos têxteis para o lar; desporto, campismo e viagens; e vestuário, calçado e acessórios de moda são os bens que integram as proibições.

“Os operadores económicos devem retirar os produtos cuja comercialização não é permitida, ocultar a sua visibilidade ou isolar as áreas de venda respetivas, ficando impedido o seu acesso aos consumidores”, explica ainda, adiantando que as grandes superfícies poderão continuar a vender estes produtos online.

O despacho não prevê qualquer contraordenação em caso de incumprimento, ainda que haja “vigilância atenta” da ASAE.

“Não está prevista nenhuma contraordenação associada ao incumprimento desta medida”, disse à Lusa o secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, João Torres, acrescentando que acredita que as empresas vão cumprir.

O governante afirmou que haverá “uma vigilância atenta por parte da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE)”, mas sublinhou ter “muita segurança” de que “as empresas e os operadores económicos saberão estar à altura das suas responsabilidades”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Claro! Os livros e os brinquedos não fazem falta quando se está sequestrado em casa, senão ainda se deixa de ver televisäo. E depois como nos hão envenenar o cérebro. E roupa? Para quê, se nem faz frio!? Estes critérios são, no mínimo, absurdos.

    • Completamente sem sentido nenhum. Não precisamos de fazer esforço para compreender, que a manigância é sofisticada. Por exemplo: As feiras ar livre, só pode funcionar com produtos alimentares. E porquê? Para não se dizer que só as grandes superfícies, é que o podem fazer. As escolas… as lojas de ferragens… hum?! enfim.

RESPONDER

Boris Johnson diz que não haverá novo referendo de independência na Escócia

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, recusou hoje qualquer possibilidade de realizar um novo referendo de independência na Escócia, mesmo que o Partido Nacional Escocês (SNP) obtenha maioria absoluta no parlamento regional. “Acho que um referendo no …

Associação dos Árbitros apresenta queixa contra Benfica, Jesus, Grimaldo e Otamendi

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) apresentou uma queixa contra o Benfica, Jorge Jesus, Grimaldo e Otamendi, por causa das declarações proferidas após o jogo com o FC Porto. A notícia de que a …

Um milhão de pessoas já foram imunizadas. Faixa etária dos 50 anos começou a ser vacinada em alguns locais

Em alguns locais do país, já há pessoas na faixa etária dos 50 anos a receber a primeira dose da vacina contra a covid-19. Fonte da task force responsável pelo plano nacional de vacinação disse, este …

GNR inicia operação para dar segurança nas celebrações e peregrinação a Fátima

A GNR promove a partir de hoje uma operação de segurança em todo o território nacional, com maior incidência em Fátima e nas principais vias de acesso, para garantir segurança durante o deslocamento dos peregrinos …

UEFA anuncia sanções para nove dos 12 fundadores da Superliga. Real Madrid, Barcelona e Juventus denunciam "pressões e ameaças"

O Real Madrid, o Barcelona e a Juventus - os clubes fundadores da Superliga que ainda resistem - emitiram um comunicado conjunto em que reafirmam a necessidade da prova, assegurando que os clubes "receberam - …

Arqueólogos encontraram o enterro mais antigo de África. Era um menino de três anos

Uma equipa de investigadores revelou a sepultura de um menino encontrado em Panga ya Saidi, no Quénia. Esta descoberta, datada de 78 mil anos, é mais uma evidência sobre os primeiros comportamentos sociais complexos do …

Conselho Europeu admite debater “proposta concreta” de suspensão de patentes. Farmacêuticas já perdem na bolsa

O valor das empresas farmacêuticas, cotadas em bolsa, que fabricam vacinas contra a covid-19 aprovadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) caiu entre quarta e quinta-feira.  De acordo com o Expresso, o valor das empresas farmacêuticas …

Entradas e saídas para trabalhar nas freguesias de Odemira sob cerca sujeitas a teste negativo

As entradas e saídas para trabalhar ou apoiar idosos nas freguesias de Odemira sob cerca sanitária passam a ser permitidas, mas ficam dependentes de teste negativo à covid-19, medida em vigor a partir das 8 …

Consumo excessivo de sal pode afetar as células imunitárias

Um novo estudo mostra que comer demasiado sal pode reduzir a quantidade de energia que as células do nosso sistema imunitário podem produzir, impedindo-as de funcionar normalmente. Há muito tempo que o consumo excessivo de sal …

Cimeira Social. Conselho informal e Cimeira UE-Índia marcam agenda deste sábado

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia reúnem-se este sábado no Palácio de Cristal, no Porto, para um Conselho informal com o Pilar Social na agenda e para uma Reunião de Líderes …