Lisboa no top 50 das cidades com melhor qualidade de vida

Lisboa é 43.ª classificada a nível mundial na lista de cidades com melhor qualidade de vida, num ranking liderado por Viena (Áustria) e com Bagdade (Iraque) na última posição, segundo um estudo da consultora Mercer.

Segundo o estudo ‘Quality of Living’ – elaborado anualmente pela consultora Mercer e que vai na 19.ª edição, – entre as dez cidades melhor classificadas encontram-se oito localidades europeias.

Lisboa encontra-se na 43.ª posição, acima de cidades como Nova Iorque (Estados Unidos, em 44.º) e Edimburgo (Escócia, em 45.º).

“Apesar do aumento da volatilidade política e financeira na Europa, muitas das cidades deste continente oferecem o maior nível de qualidade de vida do mundo”, refere a consultora, numa nota enviada às redações.

O ‘top 10’ das cidades com melhor qualidade de vida é encabeçado por Viena (pelo oitavo ano consecutivo), seguindo-se Zurique (Suiça), Auckland (Nova Zelândia) Munique (Alemanha), Vancouver (Canadá), Dusseldorf (Alemanha), Frankfurt (Alemanha), Genebra (Suíça), Copenhaga (Dinamarca) e Basileia (Suíça), que se estreia na lista, em 10.º lugar.

Comparativamente a anos anteriores, a consultora refere que “a maioria das cidades europeias manteve-se estável neste ranking, à exceção de Bruxelas (Bélgica, 27.º lugar), que caiu seis lugares devido aos problemas de segurança causados pelos ataques terroristas, e de Roma (Itália, 57.º lugar), que desceu quatro posições no seguimento de problemas referentes à remoção de resíduos”.

Lisboa desceu uma posição face ao ano passado, e “Istambul desceu do 122.º lugar para a 133.ª posição, devido à grave turbulência política na Turquia durante o ano passado”, continua a consultora.

“O Dubai (Emirados Árabes Unidos, 74º lugar) continua a ser a cidade com melhor qualidade de vida na zona de África e do Médio Oriente”, liderando também esta lista no que toca a infraestruturas (51.ª posição), salienta o estudo.

Nesta edição, o estudo avaliou também as infraestruturas de cada cidade, tendo contemplado “o fornecimento de eletricidade, de água potável, de serviços de telecomunicações, de transportes públicos, tráfego e congestionamento automóvel, bem como a variedade de voos internacionais a partir dos aeroportos locais”.

Para a consultora, estes são “fatores importantes quando as empresas têm que apurar os custos das políticas de mobilidade internacional, que têm por base as diferenças existentes entre a cidade de origem do colaborador e a cidade onde será colocado”.

Esta tabela é liderada por Singapura, seguindo-se Frankfurt e Munique, “ambas em segundo lugar”, e Lisboa ocupa a 60.ª posição.

Segundo o estudo, Porto Príncipe, capital do Haiti que foi afetada por um terramoto de grandes dimensões em 2010, “é a cidade com piores infraestruturas” a nível mundial.

Segundo a consultora Mercer, este estudo é “realizado anualmente para as empresas multinacionais e outras organizações poderem compensar os seus colaboradores de uma forma justa sempre que os destacam para o estrangeiro em trabalho”, e abrangeu 231 cidades.

A informação foi “analisada entre setembro e novembro de 2016, e vai ser atualizada regularmente para contemplar eventuais alterações”, acrescenta.

A Mercer pertence à Marsh & McLennan Companies, uma sociedade cotada na bolsa de Nova Iorque, Chicago e Londres, e está em Portugal (Lisboa e Porto) desde 1993, onde conta com uma equipa de 200 profissionais.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Arquitetura óssea pode inspirar asas de aeronaves mais fortes

Uma nova descoberta na estrutura interna do osso pode levar a um melhor tratamento da osteoporose e a componentes de aeronaves mais duráveis. A densidade tem sido a referência para medir a força óssea. No entanto, …

Até as estrelas têm auroras (e já as podemos ver)

Uma equipa internacional de astrónomos observou sinais de rádio estranhos vindos de uma anã vermelha. Estas ondas bizarras estavam a ser produzidas pela interação com um exoplaneta que orbitava a estrela, criando uma aurora. Apesar de …

Tiroteios em dois bares fazem oito mortos na Alemanha

Pelo menos oito pessoas morreram hoje em dois tiroteios em dois bares na cidade alemã de Hanau, no centro do país, indicou a polícia local, sem precisar o número. O primeiro tiroteio ocorreu num bar de …

Descobertos sarcófago e altar dedicado ao fundador de Roma do século VI a.C.

Os dois objetos foram descobertos numa área subterrânea perto da Cúria, foi anunciado esta terça-feira. Um sarcófago considerado "excecional" e um altar do século VI a.C., que poderá ter sido dedicado a Rómulo, fundador de Roma, …

40 anos depois, cientistas identificam falha fundamental na eficiência dos painéis solares

Os painéis solares são uma das invenções mais impressionantes, mas é emergente descobrir como torná-los ainda mais eficientes. Recentemente, uma equipa de cientistas resolveu um mistério de 40 anos em torno de um dos principais …

SIC vai lançar serviço de streaming e canal de e-sports este ano

A SIC vai avançar para uma plataforma de streaming ainda em 2020. A "Netflix à portuguesa" ainda não tem nome, mas tem como objetivo "encontrar mais e novas audiências". Em entrevista ao jornal Público, o CEO …

Dagmar Turner tocou violino enquanto lhe era removido um tumor do cérebro

Uma paciente do King's College Hospital, no Reino Unido, tocou violino enquanto os médicos lhe removiam um tumor do cérebro. Desta forma, foi possível preservar a sua capacidade de tocar e a sua paixão de 40 …

"Não é aceitável". Tribunal de Contas refuta acusações de Manuel Heitor

O Tribunal de Contas (TdC) refutou as acusações do ministro do Ensino Superior sobre a auditoria ao modelo de financiamento do setor, considerando-as inaceitáveis e infundadas. "O tribunal tem o máximo respeito pela opinião dos auditados, …

"Lava que se farta". Isabel dos Santos recorre da absolvição de Ana Gomes

A empresária angolana recorreu para o Tribunal da Relação de Lisboa por causa das publicações no Twitter nas quais a antiga eurodeputada acusa a empresária, por exemplo, de "lavar que se farta". Em janeiro, o Tribunal …

Ministro considera "inaceitável" que TAP pague prémios em ano de prejuízos

O ministro das Infraestruturas e da Habitação considerou "inaceitável" que a TAP, empresa que "tem 100 milhões de euros de prejuízos" em 2019, atribua prémios a uma minoria de trabalhadores. "É uma falta de respeito para …