Descobertas 27 supostas campas perto de reformatório norte-americano com histórico de abusos

Mais de duas dúzias de sepulturas não identificadas podem ter sido descobertas nos terrenos de um antigo reformatório para rapazes, na Florida, EUA, que foi encerrado em 2011 e ficou conhecido pelos espancamentos, abusos e até mortes.

A descoberta foi feita na sequência de trabalhos de limpeza por causa do furacão Michael, que afetou o Estado da Florida em outubro do ano passado, numa zona de densa floresta de pinheiros na área do antigo reformatório, em funcionamento durante 111 anos – entre 01 de janeiro de 1900 e 30 de junho de 2011, noticiou a agência Lusa.

A notícia foi avançada pelo jornal local Tampa Bay Times, segundo o qual a empresa que estava a fazer operações de limpeza na antiga propriedade da Escola Dozier para Rapazes, em Marianna, a cerca de 97 quilómetros de Tallahassee, na zona norte da Florida, descobriu 27 “anomalias” no terreno que podem ser sepulturas, a cerca de 150 metros do cemitério do reformatório.

“A descoberta é chocante porque os antropólogos forenses já descobriram mais sepulturas na propriedade da escola do que aquelas que o Estado conhecia”, referiu o jornal.

Tendo por base sobretudo registos históricos, o Departamento da Polícia da Florida concluiu, em 2009, que havia 31 pessoas sepultadas no cemitério, mas antropólogos da Universidade da Florida do Sul encontraram mais 24 campas, elevando o total para 55 sepulturas, e desenterraram os restos mortais de 51 pessoas.

A maioria eram rapazes que morreram sob custódia do Estado e cujos corpos foram devolvidos às respetivas famílias ou enterrados em Tallahassee.

A Escola Dozier para Rapazes tinha uma área de cerca de 566 hectares e foi fechada em 2011, na sequência de forte pressão pública, depois de o Tampa Bay Times e outros jornais locais terem denunciado os abusos e a negligência generalizada de que eram vítimas as crianças que viviam na instituição, além de várias mortes suspeitas.

As denúncias foram feitas com base nos relatos de um grupo de homens, que se autointitulava “Os rapazes da Casa Branca”, como referência ao edifício branco onde eram espancados pelos guardas com um cinto de couro.

Muitos destes homens, que estiveram presos no reformatório nos anos 1950 e 1960, lembram-se de ter visto vários cemitérios nos terrenos da instituição. Um deles, Jerry Cooper, de 74 anos, citado pelo jornal, recordou uma noite, tinha então 16 anos, em que levou 135 chicotadas como punição.

Bryant Middleton, que foi enviado para a escola em 1959, disse que o grupo de homens tem tentado desde há muito tempo dizer ao Estado da Florida que há mais corpos enterrados e adiantou ter em sua posse uma lista de 130 rapazes que morreram na escola ou desapareceram sem que se saiba onde estão sepultados.

A empresa de limpeza do terreno enviou um relatório ao Departamento de Proteção Ambiental a 26 de março, onde é referido que, através de um radar de penetração no solo – em que foi inspecionada uma área com cerca de 7.200 metros quadrados -, foram encontradas “27 anomalias” consistentes com possíveis sepulturas não identificadas.

Este relatório, divulgado pelo Tampa Bay Times, revelou que as supostas sepulturas não têm nenhum padrão, algo que “é expectável num cemitério clandestino ou informal, em que as campas são escavadas ao acaso e deixadas sem identificação”.

O jornal revelou que a primeira referência a um cemitério nas instalações data de 1914, mais de uma década depois de a escola ter começado a funcionar, mas os registos históricos demonstram que os primeiros anos foram especialmente brutais para as crianças que lá viviam.

Por exemplo, em 1903, uma investigação demonstrou que havia crianças, algumas com seis anos, “presas com ferros, tal como criminosos comuns. E em 1911, outra comissão reportou que as crianças eram “por vezes castigadas desnecessariamente e brutalmente, sendo que o instrumento de punição era uma tira de couro presa a um cabo de madeira”.

Em dezembro, foi decidido entregar a propriedade ao Condado de Jackson, que planeia usar os terrenos para construir um centro de produção e distribuição e uma instituição para pessoas com autismo.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

ASAE encontra carne estragada e falsificada em talhos portugueses

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) detetou carne estragada, falsificada ou abatida de forma clandestina à venda em talhos nacionais, avançou o Jornal de Notícias (JN). A notícia do JN, citada pelo Público …

Detidos dois suspeitos do ataque em Lyon

A polícia francesa deteve dois suspeitos de envolvimento na explosão no centro de Lyon que feriu 13 pessoas na sexta-feira passada, disse esta segunda-feira a Procuradoria de Paris. Anteriormente, o ministro do Interior, Christophe Castaner, anunciava, …

Isabel dos Santos diz que tem pagamento à CGD "em dia"

A filha do ex-presidente de Angola usou o Twitter para garantir que tem todos os pagamentos do empréstimo de 125 milhões de euros concedido pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) em 2009 “em dia”. A reacção, …

Há cinco concelhos com risco máximo de incêndio

Esta segunda-feira, o dia vai ser quente. A subida das temperaturas para os próximos dias aumenta o risco máximo de incêndio em Faro, Portalegre, Santarém e Castelo Branco. Cinco concelhos dos distritos de Faro, Portalegre, Santarém …

Donald Trump é o primeiro governante estrangeiro a ser recebido pelo novo imperador do Japão

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, tornou-se no primeiro governante estrangeiro a ser recebido pelo novo imperador do Japão, Naruhito, que subiu ao trono a 01 de maio após a abdicação do pai, …

Antropólogos descobriram quando é que os humanos aprenderam a cozinhar

O hidratos de carbono amido ainda é um elemento pouco compreendido da dieta humana moderna e a nossa dieta de amido do passado pode dar uma ajuda nas investigações futuras. Apesar de uma narrativa arqueológica que …

Tsipras anuncia eleições antecipadas após derrota pesada nas europeias

O primeiro-ministro grego Alexis Tsipras anunciou este domingo que vai apelar à realização de eleições legislativas antecipadas “imediatamente” após a segunda volta das municipais, em 2 de junho, após os maus resultados obtidos pelo Syriza …

ADSE perdeu 1807 prestadores privados em 2018

Em 2018, o número de prestadores de saúde procurados pelos beneficiários da ADSE no regime livre ou com convenção com o subsistema de saúde dos funcionários públicos diminuiu. Ao todo, a este subsistema de saúde …

Civilizações avançadas podem estar a comunicar através de feixes de neutrinos

Uma nova investigação, liderada pelo cientista Albert Jackson, sugere que civilizações avançadas no Universo podem ser capazes de se comunicar através de feixes de neutrinos que seriam transmitidos por constelações de satélites localizadas em torno de …

Presidente da Liga de Bombeiros acusa Ministério da Saúde de ser “caloteiro”

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP), Jaime Marta Soares, acusou este domingo o Ministério da Saúde de ser “caloteiro” por ainda não ter liquidado a dívida de “mais de 35 milhões de euros” …