Uma alga pode ser a solução para limpar as águas poluídas

Uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro acredita que a alface-do-mar pode ser a solução para limpar águas poluídas.

A equipa de cientistas da Universidade de Aveiro descobriu que a alface-do-mar consegue remover da água elementos tóxicos, perigosos quer para a saúde humana, quer para o ambiente.

À Visão, Bruno Henriques explica que esta tecnologia “tem por base o uso de macroalgas vivas, e tem-se demonstrado mais eficiente, sustentável, barata e amiga do ambiente do que as tecnologias convencionais de tratamento de águas contaminadas”.

O Objetivo da equipa de investigadores portugueses “foi avaliar a capacidade da alga verde, geralmente conhecida como alface-do-mar, na descontaminação de um efluente simulado em laboratório, com elevada força iónica, que continha vários contaminantes clássicos simultaneamente (arsénico, chumbo, cádmio, etc.), entre os quais alguns considerados prioritários pela Diretiva-Quadro de Água Europeia”.

Comparativamente com outros materiais usados para o mesmo efeito, esta alga teve uma taxa de sucesso superior. “Estas algas são uma alternativa eficiente, pois removem percentagens elevadas de contaminantes num período curto de tempo, a metodologia é económica e mais ecológica do que os métodos clássicos para a remoção destes elementos, que são menos eficazes e, muitas vezes, mais caros”, sustentou o cientista.

O estudo adianta que cada grama desta alga consegue remover, em simultâneo, 120 µg (microgramas) de mercúrio, 160 µg de cádmio, 980 µg de chumbo, 480 µg de crómio, 660 µg de níquel, 550 µg de arsénio, 370 µg de cobre e 2000 µg de manganês. Tendo em conta que estes elementos continuam a ser usados por várias indústrias, esta descoberta é um grande passo na luta contra as águas poluídas.

A alga consegue realizar esta “limpeza” através da sorção, um processo pelo qual a alface-do-mar é capaz de incorporar nos seus tecidos os contaminantes.

Além de todas estas vantagens, os cientistas argumentam ainda que esta alga tem uma mais-valia: permite reduzir o teor de fosfatos e nitratos em águas e, ao usarem dióxido de carbono como fonte de carbono, permitem reduzir a pegada de carbono.

Como crescem e adaptam-se rapidamente, estas algas facilitam todo o processo que, noutros moldes, poderia ser uma dor de cabeça. A alface-do-mar poderia ser cultivada diretamente nos locais afetados por descargas de elementos potencialmente tóxicos se as condições forem adequadas, ou cultivada num outro local, transportando-as posteriormente para os locais a descontaminar.

No futuro, os cientistas querem “perceber com maior detalhe os mecanismos que permitem explicar o processo de captação e acumulação destes elementos pelas macroalgas, alargar este estudo a outro tipo de contaminantes e aplicar soluções baseadas em macroalgas vivas no mundo real”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Caso do avião com cocaína. PJ vai vigiar Aérodromo de Tires 24 horas por dia

A Polícia Judiciária (PJ) vai vigiar as movimentações de aeronaves e passageiros que chegam e saem do Aeródromo de Tires 24 horas por dia. A informação foi adiantada pelo Correio da Manhã, que falou com …

Facebook paga 650 milhões para encerrar litígio sobre vida privada nos EUA

O juiz federal norte-americano James Donato aprovou a indemnização de 650 milhões de dólares (540 milhões de euros) a 1,6 milhões de utilizadores do estado norte-americano do Illinois por parte do Facebook. Este acordo, assinado na …

"Retoma da normalidade". Bruxelas propõe este mês livre-trânsito digital para vacinados e recuperados

A Comissão Europeia vai apresentar este mês uma proposta legislativa para criar um livre-trânsito digital que permita retomar as viagens em altura de pandemia de covid-19, comprovando a vacinação ou a recuperação dos cidadãos. A informação …

Noiva de Khashoggi pede "punição imediata" de Mohammed bin Salman

As declarações da noiva de Jamal Khashoggi surgem depois de as autoridades norte-americanas terem publicado um relatório em que Mohammed bin Salman é acusado de ter ordenado o assassínio do jornalista. Joe Biden está a ser …

Covax permite que países mais pobres comecem a receber a vacina (mas só garante 20% da vacinação)

A Covax visa fornecer vacinas contra a covid-19 a 20% da população de 200 países e territórios que estão incluídos no sistema através de um sistema de financiamento que permite a 92 economias de baixo …

Reino Unido vacinou 20 milhões com 1.ª dose. País deteta casos de variante de Manaus

O ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, anunciou no domingo que mais de 20 milhões de pessoas no Reino Unido já receberam a primeira dose da vacina contra covid-19. "Estou absolutamente encantado por informar que mais …

Famílias numerosas já podem pedir desconto no IVA da luz

As famílias com cinco ou mais elementos podem pedir a redução do IVA da eletricidade ao seu fornecedor a partir desta segunda-feira e têm de comprovar a sua condição de família numerosa. Em causa está a …

Netflix foi a grande vencedora da noite dos Globos de Ouro

  A 78.ª edição dos Globos de Ouro decorreu de forma virtual, com apresentação de Tina Fey e Amy Poehler e a participação de alguns dos laureados do ano passado. Os Globos de Ouro, prémios de cinema …

Portugal regista mais 34 óbitos e 394 novos casos. O número mais baixo desde setembro

Portugal registou esta segunda-feira 394 novos casos de infeção por covid-19 e mais 34 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

Nicolas Sarkozy condenado a três anos de prisão por corrupção

Nicolas Sarkozy foi esta segunda-feira condenado a três anos de prisão por corrupção e tráfico de influências, tornando-se o segundo chefe de Estado condenado em França, após Jacques Chirac em 2011. O ex-Presidente francês foi condenado …