Liga propõe assistência de mil pessoas no jogo entre Santa Clara e Gil Vicente

A Liga propôs à Direção Regional da Saúde dos Açores que o encontro Santa Clara-Gil Vicente, da terceira jornada da I Liga, tenha uma assistência de mil pessoas, seguindo as normas regionais para a covid-19.

A proposta consta de uma missiva datada de 25 de setembro e enviada pela diretora executiva da Liga, Sónia Carneiro, ao diretor regional da Saúde dos Açores, Tiago Lopes, a que a agência Lusa teve acesso.

“A proposta que vimos transmitir a essa Direção Regional é a da realização do jogo da terceira jornada da Liga, no Estádio de São Miguel, a partir das 15h00 do dia 3 de outubro, entre as equipas Santa Clara e Gil Vicente, perante 700 pessoas na bancada Açores e 300 na bancada central”, lê-se no documento.

A Liga refere que a assistência de mil pessoas é definida tendo por base a circular informativa da própria Direção Regional da Saúde, que autoriza a presença de público nos recintos desportivos do arquipélago até 10% da lotação dos espaços, mediante o uso de máscara e distanciamento até dois metros entre os espetadores.

A medida regional abrange todas as competições nas diferentes modalidades e nos vários escalões, à exceção da equipa sénior do Santa Clara, porque, alegou a direção regional, a equipa açoriana deveria cumprir as orientações da Liga Portuguesa de Futebol Profissional e da Direção-Geral da Saúde.

Na missiva, caso a proposta seja aceite, Sónia Carneiro assegura que haverá o “cumprimento cumulativo das normas previstas” nas orientações da Direção Regional da Saúde para a presença de público nos recintos desportivos durante o jogo entre açorianos e gilistas.

A Liga sugere que os Açores sejam o “palco para um teste para o regresso do público aos estádios” do futebol profissional, salientando o “bom resultado das experiências já feitas em competições amadoras nas últimas semanas” na região, dando o exemplo da partida entre o Fontinhas e o Estrela da Amadora para o Campeonato de Portugal.

O órgão presidido por Pedro Proença destaca que a “natureza experimental” do jogo permite “recuperar o papel pedagógico” do futebol junto dos adeptos, salientado que o Santa Clara já disponibilizou os “mais destacados atletas” para participar na “promoção dos comportamentos socialmente adequados” para evitar a propagação da covid-19.

“Temos já identificados os momentos de antevisão do jogo, na semana que o antecede, e da apresentação das equipas em campo, antes do apito inicial, como alturas de grande impacto, que podem ser capitalizadas para este fim [da promoção das normas de segurança]”, destaca a Liga.

Na carta, a responsável pela organização do futebol profissional refere que uma “campanha bem pensada” dará a oportunidade de os Açores “participarem de forma decisiva” num projeto de “impacto nacional” que pretende contribuir para “regredir o número de casos” de covid-19 registados no continente português.

A Liga encerra a carta considerando como da “maior utilidade” a presença de Tiago Lopes no jogo da terceira jornada do campeonato, para aferir o “sucesso não apenas das medidas implementadas como da campanha de sensibilização”.

Contactada pela Lusa, fonte oficial do Santa Clara confirmou que o clube ainda não recebeu a resposta por parte da Direção Regional da Saúde.

Na próxima quinta-feira, a Liga marcou uma conferência de imprensa, em Coimbra, para fazer um “ponto de situação sobre a covid-19 no futebol profissional”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Linha de Fundo: Benfica reforça liderança, mais recados de Conceição, um jardim de infância especial e João “rosa” Almeida

Era uma vez um Clássico... Deu empate o primeiro clássico da época 2020/21. Em Alvalade, Sporting e FC Porto igualaram-se a duas bolas, num jogo que valeu pelas mudanças de resultado, mas que nem sempre foi …

CDS critica PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa

O CDS está "chocado" por a TAP ir abandonar as quatro rotas que opera no Aeroporto Francisco Sá Carneiro e critica o PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa. O …

Contratos de associação dos colégios privados. Ministério da Educação vence todos os 55 processos judiciais

Em todos os 55 processos judiciais que os colégios privados moveram contra o Ministério da Educação em 2016, na sequência da polémica dos contratos de associação, todas as 55 decisões foram favoráveis ao Governo. O jornal …

Famílias numerosas podem pedir desconto no IVA da luz a partir de março

As famílias com cinco ou mais elementos só poderão usufruir da redução do IVA da eletricidade a partir de 1 de março e terão de o requerer junto do seu fornecedor, segundo uma portaria esta …

Vacina da gripe disponível para mais grupos. Farmácias temem não ter stock suficiente

A vacina da gripe está, a partir desta segunda-feira, disponível para mais grupos populacionais com o início da segunda fase da campanha, que estende a vacinação a pessoas com 65 ou mais anos e pessoas …

Franceses em protesto para homenagear professor decapitado. Autoridades procuram radicais islâmicos

Milhares de pessoas reuniram-se no domingo no centro de Paris numa demonstração de repúdio pela decapitação do professor que mostrou aos seus alunos desenhos do Profeta Maomé. Os manifestantes da Praça da República ergueram cartazes onde …

Proud Boys acreditam na vitória de Trump: "Vamos Ganhar". Voto antecipado começa hoje na Florida

O líder do grupo Proud Boys disse à Lusa, durante uma manifestação em Miami, que Donald Trump vai vencer as eleições presidenciais norte-americanas, e rejeitou a acusação de que é dirigente de uma organização extremista. …

Projeto desenvolve testes rápidos de baixo custo para detetar imunidade

Um consórcio de universidades e uma empresa querem desenvolver "testes rápidos e de baixo custo" para detetar a resposta imunitária ao vírus SARS-CoV-2. O projecto TecniCov, que "obteve um financiamento de 450 mil euros da Agência …

"Medo constante". Human Rights Watch denuncia tortura na Coreia do Norte

Uma organização não-governamental denunciou esta segunda-feira que o sistema norte-coreano de detenção pré-julgamento e de investigação é cruel e arbitrário, com ex-detidos a descreverem tortura sistemática, corrupção e trabalhos forçados não-remunerado. No relatório de 88 páginas, …

"Cibermáfia". Rede de criminosos "lavou" milhões de euros em Bancos portugueses

Uma rede de criminosos com origem na Europa de Leste montou um esquema de lavagem de dinheiro roubado em ataques informáticos através de Bancos de países como Portugal. Esta "cibermáfia", como é apelidada pelo Jornal de …