Libelinhas podem ser a arma secreta na defesa contra os mísseis

ironammonite / Flickr

Uma libelinha da espécie Aeshna juncea

Mais especificamente, os cérebros das libelinhas operam de uma maniera que pode ajudar a tornar as nossas defesas anti-míssil mais rápidas e mais precisas.

De uma simples libelinha à defesa e armamento de um país é um enorme salto, mas cientistas parecem ter encontrado uma associação que poderá ajudar a tornar a nossa defesa contra mísseis mais eficiente. Os resultados da investigação serão apresentados esta semana na Conferência Internacional sobre Sistemas Neuromórficos.

As libelinhas existem há cerca de 325 milhões de anos e podem agradecer em grande parte à sua avançada capacidade para caçar presas, com uma taxa de sucesso de 95%, que faz da libelinha um dos insetos mais temidos no mundo animal.

O seu cérebro, pode aparentar ser bastante simples, mas é na verdade a razão do seu sucesso. Apesar de não ter noção de perspetiva, a libelinha não persegue as suas presas, mas sim calcula para onde elas vão voar para depois intercetá-las.

Frances Chance, cientista da Sandia National Laboratories e autora da investigação, replicou o cérebro do inseto num modelo computacional, que conseguia imitar o seu raciocínio. “Eu tento prever como os neurónios estão ligados no cérebro e entender que tipo de cálculos esses neurónios estão a fazer, com base no que sabemos sobre o comportamento do animal ou o que sabemos sobre as respostas neurais”, disse Chance.

De acordo com o New Atlas, a libelinha consegue reagir ao movimento da sua presa em apenas 50 milissegundos — seis vezes mais rápido do que um piscar de olhos.

Pelo contrário, as defesa anti-míssil demoram muito mais tempo a reagir, naquele que é um sistema altamente complexo. Caso os cientistas consigam replicar o cérebro da libelinha num algoritmo, podem aplicar na defesa contra os mísseis, tornando-a mais precisa e rápida, tal como os dotes de caça da “tira-olhos”.

Obviamente, a diferença entre a velocidade de um míssil e de um inseto é bastante díspar, mas mesmo que os cientistas não consigam aplicar a tecnologia nos anti-míssil, pode sempre ser usada para melhorar os veículos autónomos, por exemplo, ou então ajudar no desenvolvimento e teste de medicamentos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Sem dúvida". Montenegro diz que era capaz de derrotar Costa

O antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro, que é agora candidato à liderança do partido, afirmou, em entrevista ao jornal Público e à Rádio Renascença, que era capaz de derrotar António Costa.  "Acho que era …

Rússia quer legalizar comércio de 'diamantes de sangue' africanos

Os diamantes exportados da República Centro-Africana estão associados à corrupção, à violência, à guerra civil, a violações e assassinatos. Agora, Moscovo anunciou que quer o fim do embargo internacional, buscando legalizar na totalidade a sua …

Economia abrandou, mas ainda é possível cumprir meta de crescimento

O Produto Interno Bruto cresceu 0,3% no terceiro trimestre, face aos três meses anteriores, metade do registado no segundo trimestre, mantendo o ritmo de crescimento, de 1,9%, na comparação com o mesmo período de 2018. Segundo …

Sporting vai avançar com ação de despejo das claques

A SAD leonina vai avançar com uma ação de despejo para que as claques Juventude Leonina e Directivo Ultras XXI deixem os espaços que ocupam no Estádio José Alvalade, avança A Bola esta quarta-feira. De …

"Ninguém quer trabalhar" na Casa Pia. Pais em protesto devido à falta de pessoal

Os pais e encarregados de educação do Centro Educativo e Desenvolvimento D. Maria Pia, em Lisboa, vão entregar na segunda-feira um abaixo-assinado à tutela para pedir a abertura de concursos externos para reforço de pessoal …

Trump elogiou Erdogan, depois de uma reunião que descreveu como "maravilhosa e produtiva"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, elogiou na quarta-feira o seu relacionamento com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan. Os dois líderes encontraram-se para tentar superar várias diferenças, incluindo a situação na Síria e a compra …

MH17. Novas provas revelam contactos frequentes entre a Rússia e separatistas ucranianos

A equipa internacional que conduziu a investigação sobre a queda do voo MH17 em 2014 no leste da Ucrânia divulgou novas provas que apontam para contactos muito frequentes entre a Rússia e os rebeldes separatistas …

Imunidade diplomática deixa em liberdade suspeito de tentar matar com ácido sulfúrico

O suspeito de homicídio, na forma tentada, ficou em liberdade depois de ter apresentado o passaporte diplomático às autoridades, que impede que seja detido ou constituído arguido. De acordo com a TVI24, um alto responsável da …

Zivkovic quer rescindir contrato com o Benfica

O extremo sérvio quer chegar a acordo com o Benfica para ficar livre a ano e meio do final do seu contrato mas, pelos vistos, a SAD encarnada nem quer ouvir falar dessa hipótese. De acordo …

Cigarros eletrónicos. Primeiro duplo transplante de pulmões feito em jovem de 17 anos em situação de "morte iminente"

Em risco de "morte iminente" por lesões causadas pelo uso de cigarros eletrónicos, um jovem de 17 anos foi submetido a um duplo transplante de pulmões, no estado norte-americano do Michigan. Este caso é considerado …