Li-Fi acaba de ser testada e é 100 vezes mais rápida do que o Wi-Fi

-

Já ouviu falar da Li-Fi? É uma tecnologia sem fios que transmite dados em alta velocidade utilizando “comunicação de luz visível” (VLC).

O método, que pode enviar muito mais dados do que uma torre de telecomunicações, foi inventado por Harald Haas, da Universidade de Edimburgo, na Escócia, em 2011, a transmissão é feita através da luz intermitente de um único LED.

O registo feito em experiências de laboratório era de 224 Gbps por segundo, o que equivale a cerca de 18 filmes de 1,5 GB sendo transferidos a cada segundo.

Agora, os cientistas finalmente levaram o Li-Fi – da junção de light e fidelity – para fora do laboratório. A tecnologia está a ser testada em escritórios e ambientes industriais em Talin, na Estónia, com transmissão de dados de 1 GB por segundo – 100 vezes mais rápido do que a média atual de velocidade do Wi-Fi.

Para utilizar a VLC, os investigadores projetaram uma solução de iluminação inteligente para um ambiente industrial, onde a comunicação de dados é feita através da luz visível entre 400 e 800 terahertz (THz).

Funciona basicamente como uma forma avançada de código Morse – assim como um determinado padrão de traços pode transmitir uma mensagem secreta, ligar e desligar uma luz LED em velocidades extremas – e imperceptíveis a olho nu – pode ser um método usado para escrever e transmitir dados em código binário.

Infraestrutura

Além das velocidades potencialmente muito mais rápidas, como a luz não pode passar através das paredes, a rede torna-se muito mais segura e há menos interferências entre os dispositivos.

Apesar destes benefícios, o Li-Fi não deverá substituir completamente o Wi-Fi nas próximas décadas, já que as nossas casas, escritórios e edifícios industriais já estão equipados com infraestruturas para fornecer Wi-Fi, e substituir tudo com a tecnologia Li-Fi não seria particularmente viável.

Ao invés disso, as duas tecnologias podem ser utilizadas em conjunto para alcançar redes mais eficientes e seguras, e a mudança maior deverá ocorrer aos poucos.

Haas e a sua equipa já estão a trabalhar numa forma comercial da tecnologia, a PureLiFi, que oferece uma aplicação para acesso seguro à Internet sem fios com uma capacidade de 11,5 MB por segundo, o que é comparável a primeira geração de Wi-Fi.

A empresa Oledcomm também está no processo de instalação de sua própria tecnologia Li-Fi em hospitais franceses.

Dentro de alguns anos, o sonho de Haas pode tornar-se realidade.

“Tudo o que precisamos fazer é encaixar um pequeno microchip em cada dispositivo de iluminação potencial e este, então, vai combinar duas funcionalidades básicas: iluminação e transmissão de dados sem fios”, descreve o visionário numa palestra do TED Talks em 2011. “No futuro, não teremos apenas 14 mil milhões de lâmpadas – teremos 14 bilhões de Li-Fis implantados por todo o mundo para um futuro mais limpo, mais verde e ainda mais brilhante”.

HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Em termos económicos estamos pior que "numa situação de guerra", diz Daniel Bessa

“Na recuperação da economia não podemos esperar uma fase ascendente tão rápida. Vamos ter uma recuperação mais lenta", alerta o economista Daniel Bessa. O economista Daniel Bessa considera que a atual situação económica, decorrente da pandemia, …

Escolas não devem reabrir em abril

Esta terça-feira ao início da tarde, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, admitiu que as escolas vão manter-se fechadas até ao final de abril. Marcelo Rebelo de Sousa esteve reunido, esta terça-feira, com especialistas …

Câmara de Comércio e Governo criam gabinete de apoio às empresas

A Câmara de Comércio e Indústria (CCIP) e o Governo criaram um gabinete de apoio às empresas para esclarecer e facilitar o acesso das companhias às ajudas lançadas pelo executivo. Segundo noticiou a TSF, a estrutura, …

Tragédia continua. Encontrado corpo de sobrinha-neta de John F. Kennedy

O corpo da sobrinha-neta do ex-Presidente norte-americano John F. Kennedy, que estava desaparecida com o filho desde quinta-feira, foi encontrado na segunda-feira, informaram esta terça-feira os meios de comunicação norte-americanos. Maeve Kennedy Townsend McKean, de 40 …

Jornal Económico e A Bola avançam para regime de lay-off

O Jornal Económico e o desportivo A Bola vão avançar para o regime de lay-off devido a quebras significativas nas vendas e publicidade desencadeadas pela pandemia de covid-19, que já fez mais de 300 vítimas …

Moratória nos créditos à habitação não suspende Seguros (e pode ter que os pagar durante mais tempo)

A suspensão dos pagamentos dos empréstimos do Crédito à Habitação, por parte dos clientes bancários que queiram aderir à moratória aprovada pelo Governo, pode não travar os pagamentos dos Seguros de Vida e Multi-riscos que …

Espanha poderá ser o primeiro país na Europa a avançar com rendimento básico universal

A ministra da Economia espanhola assegurou, este domingo, que o Governo está a trabalhar para aplicar o rendimento básico universal, embora não tenha dado ainda uma data concreta. Em declarações ao canal televisivo laSexta, a ministra …

Presidente revela que não está imune e é contra "descompressão" de medidas em abril

O Presidente da República revelou numa entrevista esta terça-feira divulgada pela Antena 1 que já fez um dos novos testes sorológicos para detetar a presença de anticorpos para o novo coronavírus e não está imunizado. "Depois …

Ministros das finanças procuram entendimento. Itália ameaça consenso de Centeno

Os ministros das Finanças da zona euro voltam a reunir-se esta terça-feira, por videoconferência, com a responsabilidade de chegarem a um compromisso sobre uma resposta comum para minimizar os efeitos da pandemia covid-19, precisando para …

Empresas estão a cobrar às farmácias 150 euros por caixa de máscaras

Empresas, muitas das quais nem sequer são do ramo farmacêutico, estão a cobrar às farmácias 150 euros por uma caixa de máscaras. Antes, eram vendidas por cinco euros. A pandemia de covid-19 levou a que a …