LHC vê indícios de um bosão mais pesado que o de Higgs

azure_radiation / Flickr

Detalhe do LHC, Large Hadron Collider, acelerador de partículas do CERN

Detalhe do LHC, Large Hadron Collider, acelerador de partículas do CERN

O Grande Colisionador de Hadrões (LHC) esteve desligado por muito tempo para atualizações e voltou muito mais potente.

Os primeiros resultados das duas principais experiências do colisionador não trazem descobertas surpreendentes, mas indícios intrigantes: um possível fim da supersimetria e uma possibilidade remota de descoberta de uma nova partícula elementar.

Os detetores CMS e ATLAS lançaram os seus primeiros resultados significativos desde a grande atualização desta terça-feira, 15 de dezembro.

Ambas as experiências viram, nos escombros das colisões protão-protão, um inesperado excesso de pares de fotões que transportam cerca de 750 giga eletrão-volts (GeV) de energia combinados.

Isto poderia ser um sinal de uma nova partícula – um bosão, mas não necessariamente semelhante a Higgs – decaindo em dois fotões de massa igual. Tal bosão seria cerca de quatro vezes mais massivo que a partícula mais pesada conhecida até agora.

Em cada detector, no entanto, a significância estatística foi muito baixa: Marumi Kado da Universidade de Paris-Sud (França) disse que a sua experiência, ATLAS, viu cerca de 40 pares de fotões acima dos números esperados a partir do modelo padrão da Física de partículas; Jim Olsen, da Universidade de Princeton (EUA), informou que o CMS viu apenas dez.

Intrigante, mas não deve ser nada

CMS / CERN

Pares de fotões (a verde) produzidos nas colisões do LHC sugerem a existência de um bosão com massa de 750 GeV

Pares de fotões (a verde) produzidos nas colisões do LHC sugerem a existência de um bosão com massa de 750 GeV

Os resultados do CMS tiveram uma significância estatística de 2,6 sigma, perto do critério de 3 sigma para resultados “interessantes”, mas ainda muito longe dos 5 sigma necessários para reivindicar uma descoberta.

Depois de levar em conta o “efeito olhar noutro lugar” – a possibilidade de estarmos a ver um resultado ilegítimo devido ao grande número de possíveis eventos que estamos a analisar – reduziu o número para apenas 1,2 sigma.

O ATLAS teve resultados de 3,6 sigma, caindo para 1,9 sigma depois de uma análise mais aprofundada levando em conta o mesmo efeito. Por outras palavras, provavelmente não será nada.

É um pouco intrigante“, disse o porta-voz do ATLAS Dave Charlton, da Universidade de Birmingham (Reino Unido). “Mas pode ser apenas uma coincidência”.

Se esta acabar por se mostrar uma partícula real, no entanto, estaríamos perante algo muito inovador. Uma partícula muito mais pesada que o Higgs (seis vezes mais) iria abrir todo um novo capítulo na Física.

Em 2016, o LHC deve estabelecer conclusivamente se os resultados são apenas um erro estatístico ou uma nova partícula – uma conclusão que vai ser prioridade para a próxima ronda de testes, prevista para março.

Adeus supersimetria?

Enquanto isso, as experiências à procura das partículas previstas pela supersimetria, a extensão favorita dos físicos para o modelo padrão, não produziram nenhum resultado expressivo.

Para o físico teórico Michael Peskin, do Laboratório Nacional do Acelerador SLAC em Menlo Park, Califórnia (EUA), esse é o problema mais relevante as experiências recentes.

O fracasso em encontrar uma partícula supersimétrica chamada gluino na gama de possíveis massas até 1.600 GeV (muito maior do que o limite de 1.300 GeV testado anteriormente pelo LHC) empurra a supersimetria mais perto do ponto onde muitos físicos podem desistir completamente da teoria, o que teria consequências importantes para a área.

HypeScience

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Encontrada uma câmara oculta atrás do túmulo de Tutankhamon que pode esconder Nefertiti

Uma equipa de arqueólogos encontraram potenciais evidências de câmaras ocultas por trás das paredes do famoso túmulo de Tutankhamon, no Vale dos Reis, no Egito, que alguns dizem esconder a rainha Nefertiti. Os investigadores, liderados por Mamdouh …

Chega e Bloco são os que mais sobem (e o PS não pára de cair)

O Partido Socialista (PS) continua a cair cair nas intenções de voto dos eleitores, quatro meses depois das eleições legislativas. Já o Bloco de Esquerda e Chega estão cada vez mais fortes. De acordo com a …

Contribuintes têm até hoje para validar agregado familiar

Os contribuintes têm até esta sexta-feira para validarem a composição do seu agregado familiar. Apesar de o prazo ter terminado no dia 15, serão considerados pela Autoridade Tributária os dados comunicados durante o dia de …

Morreu aos 61 anos João Ataíde, deputado do PS

João Ataíde, juiz e atual deputado do Partido Socialista (PS) morreu esta sexa-feira em casa, em Coimbra, por volta das 7h. O deputado tinha 61 anos e esteve no debate sobre a eutanásia no Parlamento, …

Pela primeira vez, os cientistas tornaram transparentes órgãos humanos

Normalmente, para obter uma resposta clara sobre o que passa dentro dos nossos órgãos, são necessários cortes profundos. Porém, agora, os cientistas conseguiram tornar órgãos humanos transparentes, para conseguir espreitar para dentro deles sem o …

Primeiro-ministro da Irlanda renuncia (mas aguarda novo governo)

O primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, anunciou na noite desta quinta-feira a sua renúncia, mas continuará no cargo até a formação de um novo governo, após os resultados das recentes eleições legislativas. "Leo Varadkar apresentou esta …

Conselho da Europa contra extradição de Assange para os Estados Unidos

A extradição de Julian Assange para os Estados Unidos, onde é acusado de espionagem, terá um “efeito paralisador na liberdade de imprensa”, alertou esta quinta-feira a comissária para os direitos humanos do Conselho da Europa, …

O vulcão "Garganta de Fogo" do Equador pode entrar em colapso

O vulcão Tungurahua do Equador, um dos mais ativos e perigosos da América do Sul, está a mostrar sinais precoces de um potencial colapso parcial. A atividade recente do vulcão levou a uma rápida e significativa …

Astrónomos detetaram oxigénio fora da Via Láctea pela primeira vez

Os astrónomos detetaram oxigénio numa galáxia a mais de 500 milhões de anos-luz da Via Láctea. Esta é terceira deteção deste género fora do Sistema Solar - e a primeira fora da nossa galáxia. O oxigénio …

Robô transpira para regular a própria temperatura

As peles robóticas acabam de ficar ainda mais parecidas com as peles humanas: agora, conseguem regular a sua própria temperatura. Para a grande maioria dos robôs, funcionar durante longos períodos de tempo sem correr o risco …