Tribunal pede levantamento da imunidade parlamentar de Ventura por crime de desobediência

Hugo Delgado / Lusa

O líder do Chega, André Ventura, durante um jantar-comício

O líder e deputado único do Chega estará a ser acusado do crime de desobediência por ter organizado um jantar com excesso de lotação em Braga, em janeiro, durante o estado de emergência.

Segundo o jornal Público, o Tribunal Judicial da Comarca de Braga pediu à Assembleia da República o levantamento da imunidade parlamentar de André Ventura para o constituir arguido e o poder interrogar nessa qualidade.

O líder do Chega estará a ser acusado do crime de desobediência por ter organizado um jantar-comício com 170 pessoas em Braga, a 17 de janeiro, durante a campanha eleitoral para as Presidenciais, que não estava autorizado pelas autoridades de saúde.

Em declarações ao matutino, Ventura disse que recebeu a intimação do tribunal com “estranheza e perplexidade”, mas que não se vai opor ao pedido feito ao Parlamento.

De acordo com o diário, em causa está um crime que pode ser punido com uma pena de prisão entre um ano e quatro meses, mas que durante a vigência do estado de emergência aumenta para dois anos e oito meses.

Tal como recorda o Público, o jantar aconteceu numa altura em que os estabelecimentos de restauração estavam obrigados a estar encerrados. No entanto, os eventos políticos estavam autorizados ao abrigo do decreto-lei que regulamentava o estado de emergência.

Na altura, a imprensa nacional avançou que estavam 170 pessoas sentadas, sem distanciamento social, numa sala com 450 metros quadrados e sem ventilação.

A GNR identificou o proprietário do estabelecimento “por forma a ser elaborado o respetivo expediente e envio para Ministério Público do Tribunal Judicial de Braga, para apuramento de eventuais ilícitos que se possam ter verificado”, lia-se no comunicado desta guarda.

Nesse dia, os jornalistas foram informados pela organização do partido que o evento tinha recebido a autorização da Direção-Geral da Saúde. Porém, a RTP noticiou depois que a Autoridade Nacional de Proteção Civil deu parecer negativo ao jantar (decisão que depois foi confirmada pelo delegado da Administração Regional de Saúde do Norte).

Foi neste mesmo jantar-comício que alguns apoiantes de Ventura insultaram e ameaçaram a comunicação social, chegando mesmo a haver contacto físico com operadores de câmara. No final do jantar, as portas reabriram para a entrada de jornalistas, que foram recebidos com vaias. Além disso, um carro de reportagem da RTP acabou com o limpa para-brisas traseiro partido.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O advogado/consultor/pastor ficou perplexo porque acha que está acima da lei… estes “vigaristas pela verdade” acham que as leis são só para o “povinnho”!…

RESPONDER

Portugal já está a vacinar 100 mil pessoas por dia. 10% da população já tomou duas doses

Na quinta-feira, cerca de 100 mil pessoas receberam a vacina contra a covid-19, o que antecipa em uma semana esta meta definida pela task force do plano de vacinação. Cerca de 100 mil pessoas receberam a …

Açores vão ter testes gratuitos em farmácias e rastreios laborais aleatórios

Os Açores vão passar a disponibilizar testes rápidos gratuitos para o despiste da covid-19 nas farmácias, testes de saliva para a testagem massiva aos alunos e rastreios laborais aleatórios, anunciou esta quinta-feira o secretário regional …

Uma morte e 377 novos casos nas últimas 24 horas. Rt e incidência recuam

O boletim da DGS desta sexta-feira dá conta de mais 377 novos casos em Portugal. Registou-se ainda mais um óbito. Nesta sexta-feira, dia 7 de maio, o país tem 22.421 casos ativos, menos 114 do que …

MP investiga morte de bebé que terá sido esquecido no carro em Lisboa

O Ministério Público instaurou um inquérito para averiguar as circunstâncias da morte de uma criança de dois anos que terá ficado esquecida no interior de um carro, em Lisboa. A mãe ter-se-á esquecido do bebé …

Governo está a preparar contestação de providência cautelar sobre Zmar

O ministro da Administração Interna afirmou hoje que já está a ser preparada a contestação à providência cautelar que suspende a requisição civil das casas do complexo Zmar, adiantando que o Ministério não foi ainda …

Subsídio europeu de 150 euros mensais para tirar 5 milhões de crianças da pobreza severa

Arrancou nesta sexta-feira, no Porto, a Cimeira Social promovida pela presidência portuguesa do Conselho da União Europeia. Um momento que o ex-ministro Pedro Marques aproveita para lançar a ideia de um novo apoio social de …

Banca empresta 475 milhões para Fundo de Resolução pagar ao Novo Banco

O sindicato bancário, composto por sete bancos, vai proceder ao financiamento do Fundo de Resolução para este cumprir a injeção de capital no Novo Banco já na próxima semana. O Jornal Económico avança, esta sexta-feira, que …

China suspende "diálogo económico" com a Austrália e denuncia "mentalidade de Guerra Fria"

Esta quinta-feira, o Governo chinês anunciou a suspensão "por tempo indefinido" de todas as atividades realizadas no âmbito da iniciativa "Diálogo Económico Estratégico China-Austrália". As relações entra a China e o ocidente estão cada vez mais …

Bolsonaro diz ter tido sintomas de reinfeção. China acusa-o de "politizar" novo coronavírus

O Presidente do Brasil admitiu na quinta-feira que teve sintomas de reinfeção pelo novo coronavírus "há poucos dias" e afirmou que tomou ivermectina, fármaco sem comprovação científica contra a covid-19. As declarações de Jair Bolsonaro foram …

"É fácil despedir". PCP quer mudar regime de despedimento coletivo e extinção de postos de trabalho

O PCP vai entregar na Assembleia da República esta sexta-feira um projeto de lei que visa limitar os despedimentos coletivos e a extinção de postos de trabalho, eliminando o despedimento por inadaptação. O objetivo do partido …