Tribunal pede levantamento da imunidade parlamentar de Ventura por crime de desobediência

Hugo Delgado / Lusa

O líder do Chega, André Ventura, durante um jantar-comício

O líder e deputado único do Chega estará a ser acusado do crime de desobediência por ter organizado um jantar com excesso de lotação em Braga, em janeiro, durante o estado de emergência.

Segundo o jornal Público, o Tribunal Judicial da Comarca de Braga pediu à Assembleia da República o levantamento da imunidade parlamentar de André Ventura para o constituir arguido e o poder interrogar nessa qualidade.

O líder do Chega estará a ser acusado do crime de desobediência por ter organizado um jantar-comício com 170 pessoas em Braga, a 17 de janeiro, durante a campanha eleitoral para as Presidenciais, que não estava autorizado pelas autoridades de saúde.

Em declarações ao matutino, Ventura disse que recebeu a intimação do tribunal com “estranheza e perplexidade”, mas que não se vai opor ao pedido feito ao Parlamento.

De acordo com o diário, em causa está um crime que pode ser punido com uma pena de prisão entre um ano e quatro meses, mas que durante a vigência do estado de emergência aumenta para dois anos e oito meses.

Tal como recorda o Público, o jantar aconteceu numa altura em que os estabelecimentos de restauração estavam obrigados a estar encerrados. No entanto, os eventos políticos estavam autorizados ao abrigo do decreto-lei que regulamentava o estado de emergência.

Na altura, a imprensa nacional avançou que estavam 170 pessoas sentadas, sem distanciamento social, numa sala com 450 metros quadrados e sem ventilação.

A GNR identificou o proprietário do estabelecimento “por forma a ser elaborado o respetivo expediente e envio para Ministério Público do Tribunal Judicial de Braga, para apuramento de eventuais ilícitos que se possam ter verificado”, lia-se no comunicado desta guarda.

Nesse dia, os jornalistas foram informados pela organização do partido que o evento tinha recebido a autorização da Direção-Geral da Saúde. Porém, a RTP noticiou depois que a Autoridade Nacional de Proteção Civil deu parecer negativo ao jantar (decisão que depois foi confirmada pelo delegado da Administração Regional de Saúde do Norte).

Foi neste mesmo jantar-comício que alguns apoiantes de Ventura insultaram e ameaçaram a comunicação social, chegando mesmo a haver contacto físico com operadores de câmara. No final do jantar, as portas reabriram para a entrada de jornalistas, que foram recebidos com vaias. Além disso, um carro de reportagem da RTP acabou com o limpa para-brisas traseiro partido.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O advogado/consultor/pastor ficou perplexo porque acha que está acima da lei… estes “vigaristas pela verdade” acham que as leis são só para o “povinnho”!…

RESPONDER

Entre cursos de água e "kahns", a Alemanha ainda alberga uma minoria étnica de língua eslava

As nações europeias nasceram e desvaneceram ao longo do tempo, mas há uma minoria étnica de língua eslava que permanece dentro da Alemanha. Lehde é uma pacata vila, com cerca 150 habitantes, de ilhas pantanosas interligadas …

Itália 3-0 Suíça | Squadra Azzurra volta a ganhar e a encantar

A Itália tornou-se hoje a primeira seleção a garantir o apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer a Suíça por 3-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A, disputado …

Sony apresenta o seu primeiro drone, o Airpeak S1

Há algum tempo que a Sony planeava lançar um drone, agora, é oficial. A empresa de tecnologia apresentou um drone chamado Airpeak S1 que será, muito provavelmente, o primeiro de muitos. A Sony anunciou oficialmente o …

Candidaturas a astronauta da Agência Espacial Europeia encerram na sexta-feira

Os candidatos têm de ter, pelo menos, um mestrado e experiência profissional, serem fluentes em inglês e ter mais de 1,30 metros.  O prazo para apresentação de candidaturas a vagas para novos astronautas da Agência Espacial …

Dois meses no escuro. Valentina Miozzo passou a quarentena sozinha no Ártico

A pandemia de covid-19 foi um duro golpe de solidão forçada para a maioria das pessoas, mas para a italiana Valentina Miozzo foi a oportunidade perfeita para usufruir de alguns momentos a sós. A meio da …

Pedras misteriosas provocam "corrida aos diamantes" na África do Sul

Uma verdadeira "febre de diamantes" assolou a vila de KwaHlathi, na província de KwaZulu-Natal, litoral da África do Sul. Centenas de pessoas, com utensílios caseiros a servir de engenhos de mineração, ocuparam um terreno à …

Designer cria um "terceiro olho" para quem vive agarrado ao telemóvel

Um designer industrial sul-coreano criou, recentemente, um “terceiro olho” para ajudar aqueles que, mesmo em andamento, não conseguem tirar os olhos do telemóvel. O designer industrial Minwook Paeng criou recentemente o The Third Eye ('terceiro olho' …

Depois de Ronaldo e da Coca Cola, Pogba imitou-o com a Heineken (e a UEFA podia castigar Portugal e França)

Após Cristiano Ronaldo ter removido duas garrafas de Coca Cola da mesa onde se sentou para uma conferência de imprensa no Euro 2020, foi a vez do francês Paul Pogba ter feito o mesmo com …

Adeptos portugueses proibidos de entrar na "fan zone" de Budapeste

Momento confuso numa zona da capital da Hungria, na véspera do jogo com Portugal, na estreia no Europeu 2020. A Hungria não escapou ao coronavírus mas, entre os países que recebem jogos do Europeu 2020, é …

Mulher recebe quatro certificados de imunidade - e nenhum é válido

O governo da Hungria está a emitir cartões que garantem que determinada pessoa, na teoria, é imune ao coronavírus. Mas nem tudo corre bem. A vida nas ruas da Hungria é diferente do que se vive …