/

Lémures podem usar o aroma frutado dos seus pulsos para atrair fêmeas

2

Mathias Appel / Wikimedia

Lémure-de-cauda-anelada

Os lémures-de-cauda-anelada produzem um aroma doce e frutado nas glândulas dos pulsos, o que parece atrair as fêmeas durante a estação reprodutiva.

De acordo com o site New Scientist, os lémures-de-cauda-anelada (Lemur catta), ao esfregarem os pulsos, libertam substâncias químicas que anunciam a sua posição social ou que marcam os seus territórios.

Entretanto, uma equipa de cientistas da Universidade de Tóquio, no Japão, descobriu que as fêmeas costumavam cheirar os machos durante mais tempo durante a estação reprodutiva.

Para investigar exatamente o que é que estavam a cheirar, os investigadores recolheram secreções dos pulsos destes animais e analisaram-nas em laboratório. A análise revelou três produtos químicos, chamados aldeídos, que parecem ser os responsáveis pelo cheiro.

“Geralmente, as feromonas sexuais dos animais selvagens costumam cheirar mal. Ficámos surpreendidos por perceber que os odores identificados cheiram relativamente bem”, declara Kazushige Touhara, um dos autores do estudo publicado na revista científica Current Biology, acrescentando que se trata de um aroma “frutado e floral”.

Para testar se estes aromas atraíam parceiras sexuais, os cientistas japoneses apresentaram a duas fêmeas, durante a estação reprodutiva, discos de algodão mergulhados nas secreções de dois machos, ou soluções diluídas de cada um dos três produtos químicos que os compõem.

A equipa notou que as fêmeas passaram ligeiramente mais tempo a cheirar esses discos de algodão do que a cheirar as secreções retiradas dos lémures fora da estação reprodutiva. Dar testosterona a um macho fora da estação reprodutiva induziu a produção do mesmo aroma doce, sugerindo que esta pode desempenhar um papel importante.

Touhara diz que estes produtos químicos são os primeiros candidatos a feromonas sexuais identificados em primatas, embora sejam necessários mais estudos para confirmar se estes levam, realmente, ao aumento do acasalamento.

Se se tratarem mesmo de feromonas, o cientista sugere que podem vir a ser úteis para aumentar a eficiência reprodutiva dos lémures, animais que se encontram ameaçados.

  ZAP //

2 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.