Lavar a loiça ou fazer jardinagem ajuda idosos a viverem mais tempo

Bastam pequenas mudanças nos hábitos do dia-a-dia – como ar um passeio na rua, lavar a loiça ou fazer jardinagem – para aumentar a longevidade na população mais idosa, concluiu uma investigação de uma universidade norueguesa.

A conclusão não é nova, mas a investigação, que acompanhou 36 mil pessoas, reforça investigações anteriores: a atividade física, ainda que moderada, tem benefícios para a saúde, por contraste com uma vida sedentária. Ainda assim, de acordo com o jornal britânico The Guardian, o ideal são os exercícios mais intensos.

“Os idosos, que podem não ser capazes de fazer muita atividade de intensidade moderada, apenas por se movimentarem e fazerem atividades de intensidade leve” terão benefícios para a saúde, disse Ulf Ekelund, professor e autor do estudo publicado na Norwegian School of Sport Sciences.

Os investigadores concluem mesmo que um curto período de atividade intensa é tão benéfico quanto períodos mais longos de atividade de baixa intensidade.

A investigação foi realizada com base em oito estudos, num total de mais de 36 mil pessoas acompanhadas, com uma média de idades de 63 anos. Os intervenientes foram seguidos durante entre cinco e seis anos. Mais de 2.000 morreram durante esse período.

Os participantes, cuja atividade foi monitorizada com aparelhos eletrónicos, foram divididos em quatro grupos, consoante o tempo despendido em exercício físico, tendo sido aferido o risco de mortalidade com base em fatores como a idade, sexo, massa corporal e estatuto socioeconómico. O mesmo teste foi repetido quando estas pessoas se sujeitaram a diferentes níveis de intensidade de atividade física.

As conclusões foram claras para os investigadores: face aos que se ficaram pelos 200 minutos diários de atividade física de pouca intensidade, o grupo de pessoas que passou cerca de 258 minutos por dia a mexer-se apresentou um risco de morte inferior em 40%, valor que sobe para os 56% no caso dos que despenderam 308 minutos, e para 62% nos que fizeram exercícios durante 380 minutos diários.

No caso da atividade moderada a intensa, a tendência foi semelhante. Em comparação com os que conseguiram fazer exercício durante apenas 90 segundos por dia, os que chegaram aos 6 minutos apresentaram menos 36% de risco de morte, percentagem que aumenta para 48% naqueles que atingiram os 38 minutos diários.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os cientistas já sabem porque é que alguns sapos têm uns olhos "enormes"

Os cientistas acabam de descobrir porque é que alguns sapos têm os olhos enormes comparativamente com a dimensão do seu corpo. De acordo com uma nova investigação, cujos resultados foram recentemente publicados na revista científica …

Morreu o emir do Kuwait, Sabah Al-Ahmad Al-Sabah, aos 91 anos

O emir do Kuwait, xeque Sabah Al-Ahmad Al-Sabah, morreu esta terça-feira aos 91 anos nos Estados Unidos, onde estava desde julho a receber tratamento médico, anunciou a corte do emirado. "É com grande tristeza e dor …

Não há limite de velocidade num universo de superfluidos (e já sabemos porquê)

O superfluido ainda obedece às leis da Relatividade Geral. Ainda assim, é seguro afirmar que, num superfluido, não há limite de velocidade. Um superfluido é um líquido a uma temperatura extremamente baixa, próxima do zero absoluto. …

Não é um quasar. Astrónomos descobrem galáxia com radiação UV intensa

Cientistas descobriram uma galáxia jovem que brilha em comprimentos de onda ultravioleta, de maneira tão brilhante quanto um quasar. Uma equipa de cientistas descobriu a galáxia BOSS-EUVLG1, com a ajuda do Gran Telescopio Canarias de La …

"Adiem a Liga dos Campeões", pede o Borussia Dortmund

Sorteio está marcado para esta quinta-feira mas Michael Zorc avisa: "Faltam requisitos legais para a fase de grupos arrancar". A fase de grupos da Liga dos Campeões vai começar, pela primeira vez, em outubro. A primeira …

Artista "ressuscita" 54 Imperadores Romanos com ajuda da Inteligência Artificial

Artista canadiano usou um ramo da Inteligência Artificial para criar retratos ultra-realistas de antigos Imperadores Romanos como, por exemplo, Calígula, Nero e Adriano. A aparência física destes antigos Imperadores Romanos foi preservada em centenas de esculturas …

Cantar pode ser uma má ideia durante a pandemia

Uma nova pesquisa revelou que cantar em grupo pode ser perigoso em termos de propagação de patógenos. Esta é só mais uma prova de que 2020 chegou para pôr um travão na diversão. A Universidade de …

Emirados Árabes Unidos anunciam missão espacial à Lua para 2024

Um alto responsável dos Emirados Árabes Unidos disse hoje que o país tenciona enviar para a Lua uma nave com um veículo não tripulado em 2024. O desejo de pisar a lua é uma ambição de …

Exército norte-americano quer ter acesso à rede de satélites da SpaceX

O exército dos Estados Unidos está de olho na Starlink, a constelação de satélites da SpaceX, cujo CEO é o multimilionário Elon Musk e que tem como objetivo levar Internet de banda larga a todos …

Portugal tem cada vez menos água disponível

Portugal tem cada vez menos água disponível e nos próximos cem anos a precipitação em certas regiões do país, como o Algarve, pode sofrer uma redução de até 30%, alertou esta terça-feira a Associação Natureza …