Afinal, há lagos no Ártico que não são chaminés de carbono

David Butman / University of Washington

Um novo estudo sugere que um determinado tipo de lago ártico pode não representar uma ameaça aos níveis globais de carbono, como pensávamos até agora.

O Ártico está a aquecer duas vezes mais rápido do que o resto do planeta – e esta, por si só, não é uma notícia feliz. Uma consequência desta tendência é o degelo do permafrost, uma camada da Terra que permaneceu congelada durante milhares de anos em algumas áreas. Este solo detém, atualmente, mais que o dobro do carbono encontrado na atmosfera.

Mas há agora uma boa notícia: um estudo recente sugere que um tipo particular de lago ártico pode não representar uma ameaça aos níveis globais de carbono, como pensávamos. Pelo menos para já.

Grande parte do Ártico está coberta pelo permafrost, a espessa camada de gelo que raramente se derrete. No entanto, há medida que o mundo aquece, perdemos o permafrost, fazendo com que o solo e a vegetação, congelados há centenas de milhares de anos, sejam expostos.

O impacto deste fenómeno é algo que assusta os cientistas, uma vez que o solo e a vegetação estão a armazenar, atualmente, o dobro da quantidade de carbono da atmosfera. Uma vez expostos, os micróbios do solo “mastigam” a matéria orgânica e libertam carbono como dióxido de carbono e metano.

Pesquisas anteriores deixaram os cientistas ainda mais preocupados, depois de descobrirem que alguns lagos do Ártico, conhecidos como termocársticos, podem fazer com que o permafrost ao seu redor derreta ainda mais rápido, acelerando a libertação de carbono profundamente congelado.

Mas há espaço para otimismo, graças a um novo estudo da Universidade de Washington e do Serviço Geológico dos Estados Unidos, que mostra que nem todos os lagos do Ártico estão a libertar carbono à mesma velocidade que os lagos termocársticos.

“Descobrimos que nem todos os lagos de alta latitude são grandes chaminés de carbono para a atmosfera e que os lagos na região não estão a processar muito permafrost nem a plantar carbono na terra”, disse o bioquímico Matthew Bogard, da Universidade de Washington, citado pelo ScienceAlert.

Para chegar a esta conclusão, os cientistas recolheram amostras de, pelo menos, 20 lagos da região de Yukon Flats, no nordeste do Alasca, durante junho e agosto de 2016 e abril de 2017. Para cada lago, a equipa mediu fatores essenciais como o carbono inorgânico dissolvido na água, temperatura e pH.

Em quase todos os lagos testados, não havia sinais de carbono antigo que havia sido libertado do permafrost. Desta análise, os cientistas concluíram que os lagos estavam a produzir menos emissões de carbono do que o esperado. O artigo científico foi recentemente publicado na Nature Geoscience.

No entanto, apesar da boa notícia, os cientistas ainda não sabem de que forma é que estes lagos podem mudam um clima mais quente, dado que esta é a primeira vez que são estudados. Além disso, alertam os cientistas,é preciso ter em conta que o nosso planeta está a aquecer a um nível sem precedentes.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pai de aluna teria ligações ao assassino do professor decapitado em França

Os investigadores encontraram uma possível ligação entre o assassino do professor francês Samuel Paty, decapitado em Paris, e o pai de uma aluna. Em declarações à AFP, citadas pelo Diário de Notícias, uma fonte próxima do …

Nove anos de prisão efetiva para a mãe que abandonou bebé no contentor do lixo

A mulher que abandonou o filho recém-nascido num caixote do lixo na zona de Santa Apolónia, em Lisboa, em novembro de 2019, foi esta quarta-feira condenada a nove anos de prisão efetiva, por tentativa de …

Mais 16 mortes e 2.535 novos casos. País vive "momento grande preocupação"

Portugal contabiliza esta quarta-feira mais 16 mortos relacionados com a covid-19 e 2.535 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim hoje …

"Falso histórico". Depois do Ambiente, Cultura chumba palácio de Berardo na Arrábida

Depois do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), a Direção Geral do Património Cultural (DGPC) chumbou as obras ilegais levadas a cabo pela Bacalhôa Vinhos de Portugal, empresa de Joe Berardo. Há cerca …

Hotelaria quer testes covid-19 gratuitos para o setor (e TAP à escala do turismo nacional)

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defendeu esta terça-feira que o Estado deve disponibilizar gratuitamente testes covid-19 a empresas que lidam diretamente com o público, como é o caso dos trabalhadores …

NASA aterrou por breves segundos no Bennu (e recolheu uma amostra) a 320 milhões de quilómetros da Terra

A aeronave OSIRIS-REx da NASA aterrou, esta terça-feira, por breves segundos na superfície do asteroide Bennu. A missão, que teve como objetivo a colheita de uma amostra de entulho solto, está em andamento desde 2004 …

Autoridade da Concorrência dá "luz verde" a reforço do controlo estatal da TAP

A Autoridade da Concorrência (AdC) deu "luz verde" ao reforço do Estado na TAP, com a aquisição de 22,5% do capital da companhia, que se somam aos 50% já detidos pela Parpública. O Conselho da AdC …

Centeno apela a uma utilização "sensata" da bazuca europeia

Mário Centeno, Governador do Banco de Portugal, disse ao FMI que apenas os  investimentos que forem produtivos irão assegurar que a dívida com que os estados se encontram não se transforme numa nova crise financeira. De …

Ministros selam acordo sobre reforma da Política Agrícola Comum

Os ministros da Agricultura da União Europeia chegaram a acordo sobre a reforma da Política Agrícola Comum (PAC). Seguem-se agora as negociações com o Parlamento Europeu. Os ministros da Agricultura da União Europeia chegaram esta quarta-feira …

Só 17% dos portugueses diz que abertura das escolas correu mal (e maioria quer teletrabalho obrigatório)

Uma sondagem da Intercampus feita para o Jornal de Negócios e Correio da Manhã revela que, cerca de um mês depois da reabertura das escolas, 42% dos portugueses entendem que o processo “decorreu de forma …