Arqueólogos encontraram um misterioso labirinto subterrâneo perto do Muro das Lamentações

Yaniv Berman / Israel Antiquities Authority

Uma equipa de arqueólogos encontrou um labirinto subterrâneo perto do Muro das Lamentações, em Jerusalém. Os investigadores acreditam que este espaço pode ter servido para armazenar alimentos, de residência ou refúgio de segurança.

Uma equipa de arqueólogos descobriu um complexo, com cerca de dois mil anos, que conta com três divisões, perto do Muro das Lamentações, na Cidade Antiga de Jerusalém, em Israel.

De acordo com a Sputnik News, os arqueólogos da Autoridade de Antiguidades de Israel acreditam que este complexo subterrâneo milenar foi esculpido antes do Cerco de Jerusalém, no ano 70 d.C..

Esta é uma descoberta única. É preciso entender que há dois mil anos, em Jerusalém, era costume construir com pedras. A questão é: por que motivo estes esforços e recursos foram investidos em esculpir quartos subterrâneos?”, questionaram os arqueólogos Monnickendam-Givon e Tehila Sadiel em comunicado.

A estrutura subterrânea foi descoberta debaixo de uma grande estrutura do período Bizantino, erguida há 1.400 anos, e serve agora de entrada para os túneis do Muro das Lamentações.

“É a primeira vez que um sistema subterrâneo é descoberto próximo do Muro das Lamentações.” Esta descoberta traz informações inéditas sobre o quotidiano na cidade antes da destruição do Segundo Templo Judaico, revelando uma série de objetos do dia a dia local.

A equipa encontrou também blocos de pedra decorativos, objetos domésticos (como recipientes de argila, mapas e uma caneca de pedra) e uma grande bacia que tinha como finalidade armazenar água – possivelmente utilizada em rituais judaicos espirituais. As paredes também possuem áreas esculpidas, que serviam como espaços para colocar lanternas.

Monnickendam-Givon acredita que os quartos subterrâneos eram parte de uma grande estrutura, que se perdeu ao longo da história. No entanto, as escavações ainda “são ainda um trabalho em progresso”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Maddie terá entrado em veículo de matrícula alemã em Espanha após o desaparecimento

Uma testemunha diz ter visto uma criança parecida com Madeleine McCann a entrar numa carrinha de matrícula alemã, em Espanha, acompanhada de um homem, poucas semanas após o seu desaparecimento. A informação consta de um arquivo …

Primeiro dia das eleições do FC Porto com mais de quatro mil votantes

O primeiro dia das eleições do FC Porto não podia ter sido "melhor", estimou Matos Fernandes, presidente da Mesa da Assembleia Geral do clube, relevando que este sábado 4.036 sócios que se dirigiram ao Dragão …

Novo dispositivo produz energia a partir das sombras

Em dias chuvosos e com pouca luz solar, seria uma mais-valia se pudéssemos usar a sombra dos objetos para obter energia elétrica. A solução desenvolvida por Swee Ching Tan, cientista de materiais na Universidade Nacional …

Estômago de dinossauro preservou a sua última refeição durante 110 milhões de anos

Cientistas canadianos analisaram a última refeição de um anquilossauro nodossóide, com 110 milhões de anos, ainda na sua barriga fossilizada. De acordo com o site Science Alert, este dinossauro herbívoro de 1300 quilos – Borealopelta markmitchelli – descoberto …

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …