Koeman apareceu na conferência de imprensa, leu um comunicado e saiu

(dr) FC Barcelona

Ronald Koeman lê comunicado (Barcelona)

Treinador do Barcelona, com “cara de poucos amigos”, não conversou com os jornalistas. Mas avisou: seria um “êxito” ficar nos lugares cimeiros do campeonato.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Não é inédito mas é muito pouco usual:

Ronald Koeman apareceu numa conferência de imprensa às 12 horas desta quarta-feira, tal como estava previsto – mas não estava previsto que os jornalistas não falassem.

O treinador do Barcelona, claramente com “cara de poucos amigos”, pegou num papel e leu um comunicado.

Koeman começou por assegurar uma ideia fundamental: tem o apoio da direcção do emblema catalão, neste processo de reconstrução.

O técnico lembrou que a situação financeira do Barcelona não é famosa e isso interfere no desempenho da equipa.

“Isso significa que nós, o plantel, temos de reconstruir a equipa de futebol sem grandes investimentos financeiros. Precisamos de tempo“, comentou o treinador, que acredita que os jovens que têm aparecido nas últimas semanas na equipa principal (Baldé, Demir, Gavi) podem ser “estrelas mundiais” daqui a poucos anos.

O holandês reforçou a importância da aposta na juventude e recordou que Xavi e Iniesta, noutros tempos, também tiveram as suas oportunidades na equipa principal e depois construíram carreiras de topo.

No entanto, o ex-jogador avisou: se o Barcelona conseguir ficar num dos lugares cimeiros do campeonato espanhol, nesta época, será um “êxito”.

Em relação à Liga dos Campeões: “Não se pode esperar por milagres”.

O comunicado acabou e Koeman saiu. Não houve assim qualquer análise ao Cádiz, adversário do Barcelona na sexta jornada da Liga espanhola.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.