Kevin Spacey acusado de agressão sexual contra três homens no Reino Unido

O ator de “House of Cards”, de 62 anos, vai enfrentar quatro acusações de abuso sexual. As denúncias ocorreram entre 2005 e 2013.

O ator norte-americano Kevin Spacey foi agora acusado formalmente quatro de quatro crimes de agressão sexual contra três homens no Reino Unido. As denúncias contra o ator ocorreram entre 2005 e 2013.

A Crown Prosecution Service (CPS), o equivalente ao Ministério Público em Portugal, confirmou esta quinta-feira as acusações do ator.

“A Crown Prosecution Service autorizou o processo criminal contra Kevin Spacey, 62 [anos], por quatro acusações de agressão sexual a três homens“, afirmou Rosemary Ainslie, chefe da divisão de crimes especiais do CPS.

Ainslie acrescentou que o ator também foi acusado de “fazer uma pessoa envolver-se em atividade sexual com penetração sem consentimento. As acusações seguem-se a uma análise dos indícios reunidos pela Polícia Metropolitana durante a investigação”.

Três queixas dizem respeito aos abusos sexuais que alegadamente ocorreram em Londres, e um em Gloucestershire, em Inglaterra, segundo a Miami Herald.

Dois dos alegados incidentes ocorreram em março de 2005, o terceiro em agosto de 2008 e o último em abril de 2013, de acordo com as autoridades.

Não foram partilhados outros pormenores, incluindo as idades ou identidades das vítimas, para além do facto de serem todas do sexo masculino.

Kevin Spacey foi acusado de má conduta sexual por dezenas de homens, começando pelo ator Anthony Rapp, de “Star Trek”, que alegou que em outubro de 2017, Spacey o agrediu quando tinha apenas 14 anos.

Entre outras vítimas destacam-se Tony Montana, um adolescente que acusou Spacey de o ter apalpado num bar em Massachusetts, em 2016, vários atores no teatro Old Vic em Londres, onde Spacey era diretor artístico, um funcionário de um teatro em Connecticut e um conselheiro militar que trabalhava no cenário de “Outbreak”.

À medida que as acusações de outros homens foram aumentando, Spacey foi despedido de “House of Cards”, substituído em “All the Money in the World”, e abandonado pela sua equipa de publicidade.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.