“Justiça para Gabriel”. Franceses na rua contra violência policial após rapaz de 14 anos ter sido “pontapeado na cara”

Jeremy Lempin / EPA

Gabriel Djordjevic, um rapaz de 14 anos, que vive em Bondy e é originário da Sérvia, foi detido pela polícia. As suas maiores marcas físicas – um olho inchado, uma fratura na cavidade ocular e quatro dentes partidos – fizeram os franceses sair à rua contra a violência policial.

Em entrevista ao Loopsider, Gabriel Djordjevic admitiu ter sido detido em flagrante delito quando, juntamente com um amigo, tentava roubar uma scooter.

“Claro, foi estúpido, mas o que eles me fizeram”, conta Gabriel. “Eram quatro [agentes da polícia]. Um deles algemou-me e pôs os joelhos nas minhas costas. Uma mulher agarrou-me nos pés enquanto um policia de barba me dava pontapés na cara.”

Depois de ter sido detido, Gabriel passou mais de três horas numa sala de operações, a tentar salvar um olho que ficará com mazelas, mas a permitir a visão.

“Ele está completamente traumatizado e será visto por um psicólogo esta semana”, contou o advogado de Gabriel, Stéphane Gas.

Gabriel é de origem sérvia e cigano. O advogado diz que nada sugere tratar-se de um ataque motivado por questões raciais, mas que a violência da autoridade do Estado é inaceitável. A família da criança decidiu apresentar queixa por “violência organizada”.

Por sua vez, a polícia responde que as lesões de Gabriel se deveram a uma queda ocorrida durante a detenção.

Christophe Castaner, ministro do Interior francês, definiu o caso como “preocupante” e pediu uma investigação interna à situação, de acordo com o semanário Expresso.

“Não é normal que um rapaz de 14 anos, ou quem quer que seja, tenha lesões durante uma detenção. Há duas explicações: a do jovem rapaz e a dos agentes da polícia e elas são totalmente contraditórias. Não me cabe a mim decidir qual é a correta”, afirmou Castaner, em declarações à BFMTV. Castaner considerou estranha a justificação das autoridades. “Eu não percebo a explicação que a polícia deu… o chefe [da polícia francesa] também não percebe.”

A história de Gabriel chama atenção para a brutalidade policial em França, numa altura em que um homem afro-americano, Geroge Floyd, morreu depois de um polícia branco lhe ter pressionado o pescoço com um joelho durante cerca de oito minutos numa operação de detenção, apesar de a vítima dizer que não conseguia respirar.

Para esta terça-feira, estão marcados protestos em Paris. As organizações convocaram uma manifestação “solene” para a Praça da República, que “servirá para lembrar as pessoas” da “determinação em combater o racismo na polícia e em qualquer outro lugar”.

Desde a morte de George Floys e desde a divulgação das imagens nas redes sociais, têm-se sucedido os protestos contra a violência policial e o racismo em dezenas de cidades norte-americanas e de vários países. Mais de 10.000 pessoas foram detidas e o recolher obrigatório foi imposto em várias cidades, incluindo Washington e Nova Iorque.

ZAP ZAP //

 

 

PARTILHAR

RESPONDER

Nova Iorque quer oferecer vacina aos turistas. Miami vai começar a vacinar no aeroporto

Em Nova Iorque os turistas irão receber a vacina da Johnson & Johnson e em Miami a vacina da Pfizer. Com o objetivo de reativar o turismo na cidade, as autoridades de Nova Iorque querem oferecer …

Carta misteriosa escrita por passageira do Titanic está a intrigar os peritos

Uma equipa de investigadores está a tentar desvendar um mistério que envolve uma carta que terá sido escrita por uma jovem a bordo do Titanic na véspera do naufrágio. Uma família encontrou a carta numa garrafa …

Violência na Colômbia preocupa comunidade internacional

Várias cidades colombianas continuam a ser palco de violentas manifestações contra o Governo do país, mas são reprimidas com força pela polícia e por militares. As manifestações começaram em forma de protesto contra uma reforma tributária …

Veterana de Bletchley Park tem um novo código da 2.ª Guerra para decifrar (mas precisa de ajuda)

Um casal que encontrou mensagens codificadas da II Guerra Mundial sob o assoalho está tentar decifrá-las com a ajuda do seu vizinho, um decifrador de códigos de Bletchley Park. John e Val Campbell encontraram um esconderijo …

"Caixas mistério" com animais de estimação geram indignação na China

Uma nova moda conhecida como "caixa mistério" ganhou popularidade na China. O método consiste em fazer uma encomenda através da internet e é enviada, pelo correio, uma caixa com um animal de estimação. Estas encomendas estão …

Arquivos da polícia do Estado Islâmico revelam como era a vida sob o califado

Arquivos da polícia do Estado Islâmico, conhecida como shurta, revelam como era a vida sob o califado. Os polícias eram tão bem pagos que não podiam ser subornados. Não é sempre que os regimes mirram …

Barco português detido por ancorar ilegalmente em águas da Malásia

Um navio mercante registado em Portugal está retido na Malásia por ter alegadamente ancorado em águas territoriais do país sem autorização, avançou esta sexta-feira a Guarda Costeira malaia. Num comunicado, Nurul Hizam Zakaria, diretor da agência …

”Eficácia e qualidade”. OMS aprova vacina chinesa da Sinopharm

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, esta sexta-feira, o uso de emergência da vacina chinesa contra a covid-19 da Sinopharm. Trata-se da primeira vacina desenvolvida pela China a ser aprovada pela organização, lembra a agência …

Sem estado de emergência não pode haver confinamento de pessoas saudáveis

O constitucionalista Jorge Reis Novais defendeu hoje que sem estado de emergência que suspenda a garantia do artigo 27.º da Constituição não pode haver confinamento de pessoas saudáveis, até uma eventual revisão constitucional. Por outro lado, …

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …