Doação de Juan Carlos a Corinna foi protegida por contrato

Paco Campos / EPA

O Rei Emérito de Espanha, Juan Carlos, com o filho, Rei Felipe VI de Espanha

A doação de 64,9 milhões de euros que o rei Juan Carlos fez a Corinna Larsen, então sua amante, em 2012, foi um negócio, selado com um contrato.

O contrato, assinado pelo agora rei emérito espanhol Juan Carlos e Corinna Larsen, foi revelado esta quinta-feira pelo El Español, dois dias depois de o El País ter publicado as respostas de Larsen ao procurador suíço que, em conjunto com os homólogos espanhóis, está a tentar dar como provada a tese de que a doação terá sido a forma que o então rei encontrou para mascarar e proteger parte de uma transferência de 89 milhões de euros que terá recebido em 2008 por parte do governo da Arábia Saudita.

Segundo o Observador, estarão em causa crimes de corrupção que envolvem, alegadamente, a construção do comboio de alta velocidade entre Medina e Meca, na Arábia Saudita, por um consórcio de empresas espanholas.

O documento assinado por Juan Carlos e Corinna tem apenas duas páginas e quatro cláusulas, que asseguram que o dinheiro, uma vez na posse de Corinna, nunca poderá ser reclamado pelos herdeiros legais do doador: as infantas Cristina e Elena e o atual rei, Filipe VI, que recentemente renunciou a qualquer herança.

“O doador é o primeiro beneficiário de uma fundação que tem ativos bancários atualmente estimados em mais de 65 milhões de euros. O doador deseja fazer uma doação irrevogável destes bens ao doador, que aceitou”, lê-se no contrato.

No artigo 2 do documento fica claro que a doação não tem cláusula de devolução e é irrevogável: Corinna Larsen, que aceitou, é sua beneficiária mesmo no caso de vir a morrer antes do doador, ou seja, Juan Carlos.

Para além desta cláusula, o documento também atesta que Juan Carlos é efetivamente o beneficiário da Lucum, a fundação com sede no Panamá alegadamente criada unicamente para receber a transferência do rei saudita Abdullah bin Abdulaziz al-Saud, em 2008, e que o rei emérito nunca reconheceu deter.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Nova Iorque quer oferecer vacina aos turistas. Miami vai começar a vacinar no aeroporto

Em Nova Iorque os turistas irão receber a vacina da Johnson & Johnson e em Miami a vacina da Pfizer. Com o objetivo de reativar o turismo na cidade, as autoridades de Nova Iorque querem oferecer …

Carta misteriosa escrita por passageira do Titanic está a intrigar os peritos

Uma equipa de investigadores está a tentar desvendar um mistério que envolve uma carta que terá sido escrita por uma jovem a bordo do Titanic na véspera do naufrágio. Uma família encontrou a carta numa garrafa …

Violência na Colômbia preocupa comunidade internacional

Várias cidades colombianas continuam a ser palco de violentas manifestações contra o Governo do país, mas são reprimidas com força pela polícia e por militares. As manifestações começaram em forma de protesto contra uma reforma tributária …

Veterana de Bletchley Park tem um novo código da 2.ª Guerra para decifrar (mas precisa de ajuda)

Um casal que encontrou mensagens codificadas da II Guerra Mundial sob o assoalho está tentar decifrá-las com a ajuda do seu vizinho, um decifrador de códigos de Bletchley Park. John e Val Campbell encontraram um esconderijo …

"Caixas mistério" com animais de estimação geram indignação na China

Uma nova moda conhecida como "caixa mistério" ganhou popularidade na China. O método consiste em fazer uma encomenda através da internet e é enviada, pelo correio, uma caixa com um animal de estimação. Estas encomendas estão …

Arquivos da polícia do Estado Islâmico revelam como era a vida sob o califado

Arquivos da polícia do Estado Islâmico, conhecida como shurta, revelam como era a vida sob o califado. Os polícias eram tão bem pagos que não podiam ser subornados. Não é sempre que os regimes mirram …

Barco português detido por ancorar ilegalmente em águas da Malásia

Um navio mercante registado em Portugal está retido na Malásia por ter alegadamente ancorado em águas territoriais do país sem autorização, avançou esta sexta-feira a Guarda Costeira malaia. Num comunicado, Nurul Hizam Zakaria, diretor da agência …

”Eficácia e qualidade”. OMS aprova vacina chinesa da Sinopharm

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, esta sexta-feira, o uso de emergência da vacina chinesa contra a covid-19 da Sinopharm. Trata-se da primeira vacina desenvolvida pela China a ser aprovada pela organização, lembra a agência …

Sem estado de emergência não pode haver confinamento de pessoas saudáveis

O constitucionalista Jorge Reis Novais defendeu hoje que sem estado de emergência que suspenda a garantia do artigo 27.º da Constituição não pode haver confinamento de pessoas saudáveis, até uma eventual revisão constitucional. Por outro lado, …

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …