Jovens fugitivas britânicas captadas por câmara de videovigilância em Istambul

Câmaras de videovigilância detetaram as três raparigas britânicas, que terão viajado para a Síria para integrar as fileiras ‘jihadistas’, numa estação de autocarros em Istambul, noticiam hoje os media citados pela AFP.

Shamima Begum, de 15 anos, Kadiza Sultana, de 16 anos, e Amira Abase, de 15 anos, deixaram as suas casas em Londres a 17 de fevereiro e embarcaram num voo com destino à cidade turca de Istambul.

A polícia britânica tem dito que possivelmente as raparigas estarão na Síria para se juntarem ao grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico (EI), enquanto as suas famílias lançaram um apelo para que as jovens regressem a casa.

As imagens de videovigilância (CCTV) mostram as três jovens a entrar num terminal de autocarros na zona de Bayrampasa de Istambul, o lado europeu da cidade, depois de terem apanhado o metro do aerporto.

De acordo com o jornal Aksam, que cita fontes de segurança, as imagens mostram as raparigas com casacos de inverno sobre os seus ‘niqabs, duas delas com os capuzes puxados para cima e com bagagem.

Estas imagens foram gravadas nas primeiras horas de 18 de fevereiro, ou seja, menos de 24 horas depois de terem saído das suas casas no leste de Londres, dando indicações à família que iam passar o dia fora.

A dada altura, as três jovens são avistadas a sair da zona de espera do terminal de autocarros, tal como outros passageiros, atravessando uma área coberta de neve em direção ao embarque.

Os dados recolhidos através das câmaras de videovigilância mostram que as três raparigas britânicas esperaram cerca de 18 horas no terminal, antes de apanharem o autocarro para a cidade turca de Sanliurfa, perto da fronteira com a Síria.

O jornal Aksam adiantou que a polícia turca está a tentar identificar os passageiros que ajudaram as raparigas a carregarem as bagagens na estação de autocarros, de acordo com as imagens gravadas.

A Turquia, que tem estado sob fogo dos seus aliados ocidentais por não se esforçar o suficiente para impedir os ‘jihadistas’ de atravessarem o seu território para chegarem à Síria, acusou o Reino Unido de não ter fornecido informação sobre as raparigas atempadamente.

Uma oficial sénior no combate ao terrorismo da Polícia Metropolitana de Londres, a vice-comissária Helen Ball, disse que cerca de 60 mulheres britânicas foram para a Síria.

Do total, 22 foram dadas como certas na Síria pelas famílias, incluindo 18 que estavam na faixa etária dos 20 ou menos anos, adiantou.

As últimas de que há conhecimento que tenham partido para o mesmo destino tinham entre 15 e 17 anos.

“Este é um problema crescente e motivo de preocupação real”, afirmou Helen Ball à cadeia televisiva BBC, afirmando que o setor das viagens tem de trabalhar com a polícia para identificar aqueles que estão na rota para a Síria.

Estima-se que 550 mulheres ocidentais tenham viajado para integrar os militantes ‘jihadistas’ no Iraque e na Síria.

/Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Loja de telemóveis apanhada a vender álcool gel com lucro até 400%

Os inspetores da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) encontraram, em Lisboa, uma loja de reparação e venda de acessórios para telemóveis a vender frascos de gel desinfetante de 500 ml a 24,95 euros …

Em Portimão, uma sirene toca quando alguém sai de casa sem justificação

A sirene do quartel dos Bombeiros de Portimão vai passar a tocar sempre que alguém sair de casa e andar na rua sem justificação. O anúncio foi feito pela Câmara Municipal de Portimão em comunicado. De …

Short Selling - ou como vender ações emprestadas para ganhar muito dinheiro

Vender ações da bolsa que não são suas é uma forma de ganhar bastante dinheiro. Esta forma de negociação, denominada short selling, é muito lucrativa mas implica algum risco, pelo que é prudente aconselhar-se junto …

"Nem mais um abuso". Grupo no Whatsapp servia para planear ataques à polícia em Espanha

Dois homens de 25 e 30 anos, os dois criadores de um grupo de Whatsapp que servia para planear ataques à polícia espanhola, foram detidos esta terça-feira. De acordo com o jornal espanhol El País, o …

Trabalhadores independentes que reduziram descontos da Segurança Social terão apoio mais baixo

Os trabalhadores independentes que optaram por reduzir em 25%, de forma fictícia, o rendimento sobre o qual incidem as contribuições, e que por isso descontaram menos, verão refletida essa diminuição no apoio que podem receber …

Secretas alertaram a Casa Branca para o perigo do coronavírus em novembro

Os serviços de inteligência dos Estados Unidos alertaram o Pentágono e a Casa Branca, no fim de novembro, que o novo coronavírus estava a espalhar-se em Wuhan, avisando que o vírus estaria a mudar o …

Pandemia pode criar mais 520 milhões de pobres

Um estudo da Organização das Nações Unidas (ONU) conclui que a pandemia do novo coronavírus poderá deixar mais 520 milhões de pessoas a viver com rendimentos inferiores a cinco euros por dia, num cenário de …

Cerca de 20% dos eleitores de Bolsonaro estão arrependidos da escolha

De acordo com uma sondagem divulgada esta quarta-feira, 83% dos inquiridos garantiram não estar arrependidos de terem votado em Jair Bolsonaro e 39% consideram "ruim ou péssima" a gestão do Presidente brasileiro face à crise …

Cascais comprou 850 mil máscaras à China. Vão ser vendidas à população a 70 cêntimos

A Câmara Municipal de Cascais investiu cinco milhões de euros na compra de equipamento médico e material de proteção individual. Com as pistas cheias de aeronaves paradas, o aeroporto de Lisboa viu aterrar mais um avião …

Tribunal dos Estados Unidos confirma 18 anos de prisão para familiares de Maduro

Um tribunal de apelação de Nova Iorque ratificou a condenação a 18 anos de prisão de dois familiares do Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, por conspiração para enviar droga para os Estados Unidos. "Fica ordenado, julgado …