Jovem norte-coreano viu cinco minutos de “Ajeossi”. Acabou condenado a 14 anos de trabalhos forçados

5

Um jovem da Coreia do Norte foi recentemente condenado a 14 anos de trabalhos forçados por ter visto cinco minutos de Ajeossi​, um filme sul-coreano de 2010.

Um estudante norte-coreano foi condenado a 14 anos de trabalhos forçados por ter visto apenas cinco minutos do filme sul-coreano Ajeossi​ (“O Homem de Lugar Nenhum”, em português).

A sentença surge numa altura em que o Governo da Coreia do Norte continua a defender a necessidade de promover a “educação ideológica” entre os jovens.

As leis do país desincentivam todos os cidadãos a terem contacto com produtos culturais vindos do exterior, sobretudo da vizinha Coreia do Sul.

A legislação, aprovada em 2020, prevê penas até 15 anos de trabalhos forçados para quem consumir produtos culturais sul-coreanos.

Segundo o Daily NK, o jovem, identificado como Han, estuda no liceu de Hyesan, uma cidade que se situa muito perto da fronteira com a China.

Apesar da idade, o adolescente foi julgado como um adulto. Uma fonte disse ao diário que Han foi preso e condenado a 14 anos e que a “educação ideológica” do regime norte-coreano pode, inclusivamente, levar os pais à justiça.

Ambos poderão ser igualmente punidos por serem “culpados por associação”, de acordo com uma outra lei que condena a “educação irresponsável”.

O Daily NK refere ainda que a aplicação rígida da lei pode estar a ser usada, por parte do regime, como efeito dissuasor noutros jovens da Coreia do Norte.

  ZAP //

5 Comments

  1. A nossa sorte é o que o nosso PCP apoia abertamente o regime da coreia do norte, mas o que está na moda é criticar o racismo do chega, ou outras coisas sem valor relevante!

    • O racismo do Chega diz-nos respeito diretamente porque é um partido de extrema-direita e populista português, o que se passa na Coreia do Norte indigna-nos mas com o mal dos outros podemos nós bem.

      • Você devia ter vergonha antes de vir aqui dizer esses disparates! Mas já deu para perceber do que é feito e a educação que teve. Ficou bem demonstrada neste seu comentário.

    • Em Portugal temos é muita miséria envergonhada pois a exploração é muita: as pessoas trabalham muito e são pobres pois têm salários miseráveis…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.