José Eduardo dos Santos admite demitir-se da presidência do MPLA

Pedro Parente / Lusa

O Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos

“Se quiserem que eu saia, eu saio já”. José Eduardo dos Santos anunciou, esta sexta-feira, a realização de um congresso extraordinário para “resolver” a liderança do partido.

O presidente do MPLA e antigo chefe do Estado angolano, José Eduardo dos Santos, anunciou esta sexta-feira a realização de um congresso extraordinário para “resolver” a liderança do partido, a convocar para dezembro deste ano ou abril de 2019.

Segundo o Expresso, o ex-chefe do Estado angolano reconheceu esta semana, durante uma reunião do MPLA, que poderá abandonar a presidência do partido, cargo que tinha prometido abandonar ante do fim de 2018.

A declaração de que o poderá fazer em breve (muito antes do ano acabar), foi feita depois de Roberto de Almeida, um dos subscritores do abaixo assinado contra a sua permanência, ter exigido o fim imediato da bicefalia política: João Lourenço é o Presidente da República e Eduardo dos Santos o líder do partido que governa o país.

“Se quiserem que eu saia, eu saio já”, disse, reagindo às vozes que o querem ver afastado do partido. A antiga governadora de Cabinda, Aldina da Lomba, está do lado do antigo Presidente, denunciando a existência de “grupinhos que pretendem instalar a confusão”” durante a reunião do comité central do MPLA que se realiza esta sexta-feira.

Rui Falcão, governador de Benguela, e Paulo Pombolo, antigo governado do Uíje, são contra a bicefalia, criticando duramente a duplicidade de poder que existe em Angola.

Para muitos, a solução passa agora pela convocatória imediata de um congresso extraordinário para discutir a sucessão de Eduardo dos Santos. Sobre esta questão, o atual presidente do MPLA não hesitou: “Se o problema é o congresso, vamos realizá-lo. Não quero ser um empecilho”.

O anúncio da realização do congresso extraordinário para “resolver” a liderança do partido foi feito esta sexta-feira, no discurso de abertura da 5ª sessão ordinária do Comité Central, que decorre no Complexo Turístico Futungo 2, em Luanda.

Durante a intervenção, Eduardo dos Santos, que foi chefe de Estado em Angola durante 38 anos, recordou que se comprometeu a envolver-se “pessoalmente” no grupo de trabalho que ao longo de 2018 vai “preparar a estratégia” do MPLA para as primeiras eleições autárquicas em Angola.

“Assim, recomendo, por ser mais prudente, que a realização do congresso extraordinário do partido, que vai resolver a liderança do MPLA, seja em dezembro de 2018 ou abril de 2019”, disse, sem adiantar mais pormenores sobre este processo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Irão disponível para negociações sobre acordo nuclear nas próximas semanas

O Irão retornará às negociações sobre a retomada do acordo nuclear de 2015 nas próximas semanas, avançou o Ministério dos Negócios Estrangeiros esta terça-feira, apesar das suspeitas das potências ocidentais sobre a estratégia de Teerão …

Depois do Loon, nasce o Taara. Projeto usou lasers para transmitir 700TB de dados

Depois da morte do Projeto Loon, no início do ano, nasceu o Projeto Taara, que utilizou lasers para transmitir 700TB de dados através do rio Congo. O projeto muda, o nome é diferente, mas a missão …

Vizela - Paços de Ferreira bateu recorde de assistência na I Liga

Maior número de adeptos do campeonato também foi registado nesta jornada, no Benfica-Boavista; mas em termos de ocupação do estádio, o Vizela deixou longe toda a concorrência. Desde os anos 80 do século passado que não …

150 anos antes da viagem histórica de Colombo, um frade italiano escrevia sobre a America

Por volta do ano 1340, Galvano Fiamma registou, na sua Cronica universalis, a existência de terras a oeste da Gronelândia habitadas "por gigantes". Trata-se da primeira menção documentada do continente americano no Mediterrâneo, cerca de …

Os antigos compadres zangaram-se de vez. Trump puxa os cordelinhos nos bastidores para correr com McConnell

A relação de altos e baixos entre os dois azedou de vez depois de McConnell ter reconhecido a vitória de Joe Biden. Trump quer agora que um Republicano concorra contra McConnell pelo cargo da liderança …

Bombeiros embrulharam a maior árvore do mundo em papel de alumínio. Tudo para a proteger

O incêndio consumiu milhares de acres na Califórnia e o National Park Service viu-se obrigado a intensificar os seus esforços para proteger as jóias naturais, incluindo as maiores árvores do mundo. Os incêndios Colony e Paradise …

EUA trocaram "guerra implacável" por "diplomacia implacável" no Afeganistão, diz Biden

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse esta terça-feira à Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que o país se está a concentrar na "diplomacia implacável" e no encerramento de uma era de …

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …

Crise da energia obriga UE a enfrentar dependência do gás natural

Os países europeus estão a tentar proteger os consumidores de energia, numa região onde, desde o início do ano, os preços do gás aumentaram 250%, resultado de uma série de forças económicas, naturais e políticas.  Na …