Jornalistas da RTP “violentamente agredidos” junto a escola em Chelas

-

Uma equipa de jornalistas da RTP foi agredida quando investigava a alegada violação de uma criança, por outro colega, numa escola na zona de Chelas, em Lisboa. O operador de imagem teve que ser hospitalizado com vários ferimentos.

As alegadas agressões a dois jornalistas da RTP, um operador de imagem e um redactor, aconteceram nesta quinta-feira, junto à Escola Básica dos Lóios, na zona de Chelas, na freguesia de Marvila em Lisboa, conforme avança o jornal Público.

Os jornalistas foram “violentamente agredidos”, “especialmente o operador de imagem”, frisa o diário, notando que teve que ser hospitalizado “com vários ferimentos”.

A equipa de reportagem investigava a alegada violação de um menor de 9 anos por outro colega da escola que terá 12 anos. As famílias das duas crianças ter-se-ão reunido, nesta quinta-feira, para falar da alegada agressão sexual.

O jornal refere que “familiares do menino de 12 anos suspeito de violação agrediram o operador de imagem, primeiro com um banco e depois com vários pontapés na cabeça“. Ele terá sido “espancado por, pelo menos, três indivíduos”, conforme adianta a RTP que já anunciou que vai apresentar queixa contra os agressores.

Uma fonte policial adiantou à Lusa, na noite de quinta-feira que, até àquele momento, não havia nenhum detido nem suspeitos, acrescentando que um homem que tinha sido anteriormente detido foi libertado, pois não tinha nada a ver com a ocorrência.

Esta fonte relatou ainda que a polícia está a investigar a “eventual violação” ocorrida entre os alunos menores.

A câmara do operador de imagem terá ficado parcialmente destruída e “familiares da criança de 9 anos foram também agredidos”, frisa o Público.

Entretanto, outra equipa da RTP deslocada para a escola teve que ser escoltada pela PSP para deixar o espaço em segurança.

Trabalhadores da RTP exigem que crime não fique impune

Entretanto, a Comissão de Trabalhadores (CT) da RTP anunciou que “vai exigir junto do Conselho de Administração (CA) que a RTP se constitua assistente no processo-crime, que decerto se seguirá e que proceda depois ao respectivo processo cível”.

“Esperamos que sejam apuradas responsabilidades até às últimas consequências. Até ao fim. Se o CA não o fizer, fá-lo-emos nós, os trabalhadores”, salienta a CT num comunicado divulgado pela Lusa.

A Comissão lamenta que quinta-feira “não foi infelizmente um dia anormal”. “Quer verbalmente, quer fisicamente repetem-se demasiadas vezes as agressões a trabalhadores da RTP“, queixa-se a CT. “Seja por questões políticas ou pela demagogia com que os assuntos da RTP são tratados, hoje, sair à rua num carro com a marca RTP é um risco“, acrescenta a estrutura.

“Em Portugal, claques desportivas, juventudes partidárias, presidente de clubes, autarcas, idiotas e criminosos escolhem sistematicamente os trabalhadores desta empresa para descarregar as suas frustrações, e para nós, já chega. Estamos fartos“, realça a CT, alertando para que este crime “não fique impune”.

Anteriormente, já o Sindicato de Jornalistas (SJ) tinha condenado “veementemente” este episódio de violência, também num comunicado enviado à Lusa.

“Esta situação é absolutamente inadmissível num Estado onde o direito à informação é constitucionalmente garantido”, destaca o SJ, frisando que “é absolutamente reprovável que dois cidadãos sejam agredidos no exercício da sua profissão, mais ainda quando a sua missão profissional é informar imparcialmente um determinado acontecimento”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

19 COMENTÁRIOS

  1. É a escola pública no seu melhor .
    E depois ainda dizem que os pais , com mais ou menos sacrifícios, que põem os filhos no privado são uns esquesitinhos

  2. Quando a justiça não funciona não se espera outra coisa….logo isto não me surpreende, infelizmente….quando as pessoas começarem a fazer justiça pelas próprias mãos quero ver se a justiça os segura….

  3. E andam os portugueses/as a pagar impostos para isto?!? A RTP deveria acabar, esbanjam dinheiros públicos e prestam um mau exemplo ao país, o jornalismo é para quem sabe e não para quem vai mal preparado para o terreno. Assuntos sérios como uma violação de menores por menores é para ter jornalistas a altura, bem preparados e conhecedores do terreno. Infelizmente agora a RTP é foco da notícia, uma vergonha para o país com tantos jornalistas bons no desemprego ou que já emigraram. RTP mas que trapalhada!

  4. Mas porque é que a CT e o SJ em vez de exigir e condenar “veementemente”, não atua sendo eles que se constituem assistente no processo-crime, ou o que for possível, pois é para isso que a RTP e os sindicalizados lhes pagam.
    Sabem criticar, opinar, exigir, repudiar “veementemente”, mas agir…. isso e para os outros
    Que se pode esperar de sindicalistas….

  5. Uma coisa é verdadeira, se a democracia nos trouxe algumas coisas de positivo muito mais se ocupou em destruir outras de valor só por mera vingança e porque eram do tempo de outro regime, chegados a esta distância muitos já começam a duvidar do futuro que nos reserva.

  6. Espera!
    Quando se trata de denunciar criminosos, alguns são logo apelidados de racistas e xenófobos, não podem falar o que toda a gente conhece e sabe que se passa.
    Agora que levaram no lombo já se queixam!?
    Espero que os jornalistas comecem a levar muito mais, para começarem a denunciar a sério estas situações degradantes. Lambões, criminosos, que vivem à custam dos nossos impostos e saem impunes com todas as suas malfeitorias.
    Onde pára aqui a SOS racismo? Não apareceram com nenhuma “desculpa”?

RESPONDER

Contratos de associação dos colégios privados. Ministério da Educação vence todos os 55 processos judiciais

Em todos os 55 processos judiciais que os colégios privados moveram contra o Ministério da Educação em 2016, na sequência da polémica dos contratos de associação, todas as 55 decisões foram favoráveis ao Governo. O jornal …

Famílias numerosas podem pedir desconto no IVA da luz a partir de março

As famílias com cinco ou mais elementos só poderão usufruir da redução do IVA da eletricidade a partir de 1 de março e terão de o requerer junto do seu fornecedor, segundo uma portaria esta …

Vacina da gripe disponível para mais grupos. Farmácias temem não ter stock suficiente

A vacina da gripe está, a partir desta segunda-feira, disponível para mais grupos populacionais com o início da segunda fase da campanha, que estende a vacinação a pessoas com 65 ou mais anos e pessoas …

Franceses em protesto para homenagear professor decapitado. Autoridades procuram radicais islâmicos

Milhares de pessoas reuniram-se no domingo no centro de Paris numa demonstração de repúdio pela decapitação do professor que mostrou aos seus alunos desenhos do Profeta Maomé. Os manifestantes da Praça da República ergueram cartazes onde …

Proud Boys acreditam na vitória de Trump: "Vamos Ganhar". Voto antecipado começa hoje na Florida

O líder do grupo Proud Boys disse à Lusa, durante uma manifestação em Miami, que Donald Trump vai vencer as eleições presidenciais norte-americanas, e rejeitou a acusação de que é dirigente de uma organização extremista. …

Projeto desenvolve testes rápidos de baixo custo para detetar imunidade

Um consórcio de universidades e uma empresa querem desenvolver "testes rápidos e de baixo custo" para detetar a resposta imunitária ao vírus SARS-CoV-2. O projecto TecniCov, que "obteve um financiamento de 450 mil euros da Agência …

"Medo constante". Human Rights Watch denuncia tortura na Coreia do Norte

Uma organização não-governamental denunciou esta segunda-feira que o sistema norte-coreano de detenção pré-julgamento e de investigação é cruel e arbitrário, com ex-detidos a descreverem tortura sistemática, corrupção e trabalhos forçados não-remunerado. No relatório de 88 páginas, …

"Cibermáfia". Rede de criminosos "lavou" milhões de euros em Bancos portugueses

Uma rede de criminosos com origem na Europa de Leste montou um esquema de lavagem de dinheiro roubado em ataques informáticos através de Bancos de países como Portugal. Esta "cibermáfia", como é apelidada pelo Jornal de …

Diplomatas chineses e taiwaneses entram em confronto físico nas ilhas Fiji

Diplomatas da China e funcionários do Governo de Taiwan entraram em confronto físico durante uma receção nas ilhas Fiji, que marcou o dia nacional de Taiwan, ilustrando a crescente tensão entre Pequim e Taipé. A luta …

Mais 1.949 infetados, 17 mortes e 966 recuperados. Portugal passa barreira dos 100 mil casos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 1.949 casos de covid-19, 17 mortes associadas à doença e 966 recuperados, de acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde publicado esta segunda-feira. O número total de infeções …