Jornalista anda dois anos de bicicleta em odisseia solitária pela igualdade das mulheres

Uma jornalista das Ilhas Canárias, filha de uma madeirense, está a realizar a aventura “Sola em Bici”, pretendendo percorrer 34 países, sozinha de bicicleta, em nome da igualdade de género e pleno acesso das mulheres à educação.

A rota começou a 8 de março na África do Sul, vai durar cerca de dois anos, e Cristina Spínola disse à agência Lusa que parte esta sexta-feira de Moçambique, considerando que “chegar a este país foi uma odisseia”.

“Pensei que Moçambique seria mais fácil, mas até agora não tem sido nada, desde que cruzei a fronteira e para chegar a Maputo tudo foi uma odisseia e sem ajuda nenhuma”, afirmou.

A jornalista sublinha que “as grandes cidades sempre são mais duras”, acrescentando que “nesta rota em bicicleta tudo pode mudar de um dia para outro, são as coisas da aventura”.

Falando das expectativas, Cristina Spínola estabeleceu como objetivo “chegar à Etiópia em julho com um ‘saco’ de coisas muito positivas apanhadas pelo caminho, experiências, gente interessante” que jamais pensou encontrar.

“O importante é a sensação de ter feito alguma coisa para que o mundo esteja melhor e já não me importa morrer pelo caminho, porque somente o facto de ter dado este passo, ter deixado tudo e começado esta aventura dá sentido a toda a minha vida. Sinto-me realizada pessoalmente e sem medos, totalmente livre”, declara.

Segundo Cristina Spínola, este é o sentido da vida que “todas as mulheres da terra devem fazer”, o que passa pela mudança de mentalidades e pela cultura.

“É por isso que um dos principais objetivos do projeto é lutar pelo acesso de todas as mulheres à educação, porque e muito fácil ser-se manipulado quando se é ignorante”, opina

A jornalista pretende percorrer, pedalando, cerca de 34 países, sozinha, numa bicicleta, sem equipa de apoio, testando as suas capacidades de sobrevivência.

Nesta primeira fase da rota, parte hoje de Moçambique, em direção ao oriente, percorrendo o continente africano pela costa leste até Eritreia, prevendo passar depois passar pela Arábia Saudita ou Iémen, por Omã até à Índia, terminando a primeira parte da viagem na Ásia.

Em janeiro de 2015, começará a segunda parte da rota, na Nova Zelândia, percorrendo todo o continente americano, desde a Califórnia até à Patagónia, na Argentina.

A aventura finda em dezembro do próximo ano, em Barbados, com o regresso previsto a Canárias, à boleia num veleiro.

Ao longo da rota, a jornalista vai também relatar as suas aventuras, os testemunhos de vida de mulheres e os casos de sucesso de igualdade de oportunidades, crónicas que irá publicando online:  aventura pode ser acompanhada em www.solaenbici.com, através de um “rutómetro”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …

Casal queria que o seu filho se chamasse Vladimir Putin. A Suécia não deixou

Na Suécia, os pais são obrigados a comunicar os nomes dos seus filhos recém-nascidos ao Skatteverket nos primeiros três meses a partir do nascimento. Um casal sueco, que vive na cidade de Laholm, foi proibido pela …

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …

Em Inglaterra, há crianças de 16 anos que vão passar a viver em alojamentos não regulamentados

A 9 de setembro, foi aprovada uma nova lei em Inglaterra, segundo a qual as crianças com 16 e 17 anos podem ser colocadas em alojamentos não regulamentados. O sistema de acolhimento de crianças inglês está …