Jogador do Canelas não se lembra de agredir árbitro (e foi expulso do clube)

O jogador do Canelas 2010, Marco Gonçalves, que agrediu um árbitro, durante o jogo com o Rio Tinto, foi constituído arguido, depois de ter sido ouvido no tribunal, e não volta a vestir a camisola do clube. Entretanto o árbitro agredido vai ter que fazer uma cirurgia reconstrutiva ao nariz.

Marco Gonçalves agrediu o árbitro José Rodrigues com uma joelhada no nariz quando decorriam apenas 2 minutos do jogo entre o Canelas 2010 e o Rio Tinto da 3.ª jornada da fase de subida da Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto (AFP).

O futebolista foi ouvido no Tribunal de Gondomar, nesta segunda-feira de manhã, e foi constituído arguido. Vai aguardar o julgamento com Termo de Identidade e Residência.

Árbitro alvo de cirurgia reconstrutiva

O jogador, que é elemento da claque Super Dragões e que, no sábado à noite, esteve no Estádio da Luz a apoiar o FC Porto no jogo que empatou a 1-1 com o Benfica, reagiu com violência ao facto de o árbitro lhe mostrar o cartão vermelho directo, após ter agredido um adversário.

José Rodrigues teve que ser assistido pelo INEM e foi, posteriormente, conduzido ao hospital, tendo a partida sido interrompida.

O árbitro teve alta do hospital, mas vai ter que se sujeitar a uma “operação correctiva” ao nariz, conforme referiu à Tribuna Expresso o Secretário-Geral da AFP, Domingos Santos.

Marco Gonçalves diz que não se lembra

Em declarações à TVI, Marco Gonçalves mostrou-se arrependido pelo seu comportamento, mas notando que não se lembra do que aconteceu.

“Perdi a cabeça”, assume o jogador, dizendo que está “revoltado” consigo próprio. “Arrependo-me muito”, considera ainda.

“Peço imensas desculpas ao senhor árbitro e principalmente, à sua família”, destaca também Marco Gonçalves, realçando que não consegue “explicar o que aconteceu”.

Expulso do Canelas

O Canelas 2010 já anunciou o afastamento de Marco Gonçalves da equipa, notando que “condena veementemente a atitude irreflectida” do atleta e que “não se revê neste tipo de comportamentos”.

“Face aos acontecimentos, o atleta Marco Gonçalves nunca mais vestirá a camisola do CF Canelas 2010″, garante ainda o clube num comunicado divulgado no Facebook.

Manifestando-se “totalmente solidário com o árbitro e seus familiares”, o Canelas também lhe deseja “uma rápida recuperação” e elogia a postura do capitão da equipa, Fernando Madureira, que é líder dos Super Dragões, frisando que “tudo fez para evitar” a agressão e que “saiu de imediato em defesa do árbitro e muito contribuiu para acalmar rapidamente os ânimos mais exaltados”.

Federação defende punição “exemplar”

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) também reagiu ao incidente, através de um comunicado onde “lamenta e repudia, de forma veemente, a agressão”.

“A FPF contactou o presidente da Associação de Futebol do Porto (AFP), organizadora da prova em que se insere o jogo em referência, e acordou com a mesma na remessa imediata de todas as informações relevantes no mais curto espaço de tempo”, refere também a nota do organismo que promete que “agirá para que este e todos os actos que atentem contra o desporto e a sua essência sejam punidos de forma exemplar e dissuasora”.

O órgão que tutela o futebol nacional afiança também que “incentiva a AFP a tomar medidas para que nunca mais se vejam actos” destes em campo.

Canelas pode não ser sancionado

O Conselho de Disciplina da AFP deverá, na próxima quinta-feira, tomar uma decisão quanto ao castigo a aplicar a Marco Gonçalves que já foi suspenso preventivamente. O Canelas também arrisca uma punição, mas à luz das circunstâncias, o clube pode não vir a ser sancionado, conforme admite o Secretário Geral da AFP ao Tribuna Expresso.

“Se o árbitro referir que foi um acto isolado de um jogador, não há razão para punir a equipa, como aliás aconteceu no Mundial de 2002, quando João Pinto agrediu o árbitro e foi castigado, sem sanções para a Selecção”, atesta Domingos Santos.

Em Outubro passado, vários clubes da Divisão de Elite da AFP ameaçaram boicotar os jogos do Canelas, queixando-se do alegado ambiente de intimidação que se viveria nas visitas ao clube que é composto por vários elementos dos Super Dragões.

O Canelas 2010 é o terceiro classificado da prova, atrás do Desportivo das Aves B e do Rebordosa AC.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • É, deve ter sido da joelhada que levou nas trombas… oops espera, acho que foi ao contrário…
      Nem sei porque é que as histórias com esta equipa de macacos se repetem, esta espécie de clube já devia estar banida desde os primeiros incidentes e ponto final.

  1. A joelhada foi de tal forma violenta que o rapaz até perdeu a memória, precisava viver num país onde esta fosse devidamente afinada dentro das grades de uma prisão!.

  2. Pois… Nós também o deviamos por numa prisão qualquer, mas segura, e depois esqueciamos que o tinhamos deixado lá…
    E, ó senhor presidente, aquilo não é “UMA ATITUDE IRREFLETIDA”. Aquilo, está bem visto, é uma atitude NORMAL NOS JOGADORES DO SEU CLUBE. Por ser tão normal é que ele não se lembra

RESPONDER

A longo prazo, o distanciamento social pode até ser melhor para a economia

O isolamento social durante uma pandemia, como é o caso da covid-19, que já fez mais de 48.000 vítimas mortais por tudo o mundo, pode revelar-se melhor para a economia a longo prazo, revelou uma …

Elon Musk doou 1.000 ventiladores a hospitais (mas eram do tipo errado)

Nos últimos dias, Elon Musk, CEO da Tesla, recebeu muitos elogios por ter doado mil ventiladores a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Porém, os ventiladores não eram do …

Coronavírus pode replicar-se na boca e nariz durante uma semana antes de infetar pulmões

O coronavírus pode permanecer e replicar-se na boca e no nariz durante uma semana antes de infetar aos pulmões, à traqueia e aos brônquios, revela um estudo, que mostra igualmente que é expulso do organismo …

PSP vai utilizar câmaras portáteis em drones no estado de emergência

A PSP vai utilizar 20 câmaras portáteis de videovigilância, 18 das quais vão ser instaladas em ‘drones’, durante o estado de emergência devido à pandemia de covid-19, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna …

Em Nova Iorque, prisioneiros são usados para cavar valas comuns

Nova Iorque está a oferecer seis dólares por hora e material de proteção individual aos prisioneiros de Rikers Island que aceitem ajudar a cavar valas comuns. Projeções da Fundação Gates apontam que, em Nova Iorque, o …

EUA estará a pagar para desviar carregamentos de máscaras adquiridas por França

As autoridades francesas estão a acusar os Estados Unidos de terem pago para desviar um carregamento de máscaras faciais oriundo da China. Este episódio é apenas mais um na saga sobre a escassez de máscaras de …

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados antecipadamente para prevenir a propagação da pandemia de covid-19 no meio prisional, revelou esta quinta-feira a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, em declarações à RTP3. A …

OMS e EUA ponderam alargar recomendação para uso de máscaras

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com covid-19, disse esta quinta-feira o presidente do grupo de especialistas que vai discutir o …

Covid-19. Mais de 95% das vítimas mortais na Europa tinham mais de 60 anos

O diretor regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, revelou esta quinta-fera que mais de 95% das vítimas mortais da covid-19 na Europa têm mais de 60 anos de idade. Em …

Curva portuguesa mostra abrandamento de novos casos (mas é preciso "cautela")

Portugal tem assistido desde o dia 25 de março a um abrandamento do aumento percentual diário de novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Barómetro Covid-19 da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Segundo Carla …