Angola tira Portugal da lista dos principais parceiros

Fernando Villar / Lusa

O presidente de Angola, João Lourenço

O novo Presidente angolano, João Lourenço, excluiu esta terça-feira Portugal da lista de principais parceiros, no seu discurso de tomada de posse, sublinhando que Angola considerará todos que “respeitem” a soberania nacional.

A posição foi assumida por João Lourenço na cerimónia oficial de investidura como novo chefe de Estado angolano, que decorreu esta terça-feira em Luanda e na qual o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, foi o único chefe de Estado europeu presente.

Angola dará primazia a importantes parceiros, tais como Estados Unidos da América, República Popular da China, a Federação Russa, a República Federativa do Brasil, a índia, o Japão, a Alemanha, a Espanha, a Franca, a Itália, o Reino Unido, a Coreia do Sul e outros parceiros não menos importantes, desde que respeitem a nossa soberania“, disse João Lourenço.

O novo chefe de Estado não fez qualquer referência a Portugal, principal origem das importações angolanas, no seu primeiro discurso oficial, numa altura de tensão na relação entre os dois países, decorrendo investigações das autoridades portugueses a figuras do regime angolano.

“Devemos continuar a pugnar pela manutenção de relações de amizade e cooperação com todos os povos do mundo, na base dos princípios da não-ingerência nos assuntos internos e na reciprocidade de vantagens, operando com todo os países para salvaguarda da paz, da Justiça e do progresso da humanidade”, disse ainda.

João Lourenço garantiu que a prioridade nas relações internacionais de Angola será dada aos países vizinhos, nomeadamente na defesa, segurança e desenvolvimento da região da África austral.

“Angola deve, pois, manter o seu papel de ator importante na manutenção da paz na sua sub-região, atuando de forma firme nas organizações das quais faz parte”, apontou, acrescentando que a relação com os restantes países africanos de língua portuguesa “vai estar sempre presente nas opções” do Governo angolano.

João Lourenço, general na reserva, de 63 anos, foi esta terça-feira investido, pelas 12:15, no cargo de Presidente da República de Angola, o terceiro que o país conhece desde a independência, em novembro de 1975.

O ato, presenciado por convidados nacionais e internacionais e milhares de populares, decorreu no Memorial António Agostinho Neto, em Luanda, no mesmo local e dia (26 de setembro) em que José Eduardo dos Santos foi investido pela última vez como chefe de Estado Angolano, após as eleições de 2012.

// Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Mais um atrasado mental… Mas quem é que dá ouvidos a este animal?
    Tenho pena é dos milhares de Angolanos que vivem miseravelmente e que não têm culpa deter governantes gananciosos e corruptos a rouba-los todos os dias!
    Esta gente vive apenas para eles, não para o povo!
    Não mencionou Portugal? Epá que dor… ficamos mesmo muito incomodados, fogo, já nem vamos conseguir dormir… que tristeza!
    Bem, os cães ladram e a caravana passa!

  2. Acho muito bem a acaba por ser perfeitamente normal.
    Eles querem parceiros com um nível de corrupção semelhante (China, Brasil, Rússia, etc) para não haver grandes entraves nas negociatas!!
    E para Portugal, quanta menor exposição a oligarquia e aos humores dos ditadores angolanos, melhor!
    Já se sabe que a “soberania de Angola”, ele quis dizer os interesses do regime que tomou conta dos recursos de Angola!

  3. Mais um “erro” do jornalista !
    Assim como os assobios e apupos, são sinais de euforia, em Angola quando se tira um país da lista dos principais parceiros, é sinal de que se gosta muito desse país !!! (ironia, claro).
    E a frase do novo Presidente acaba em beleza… “(lista dos bons países)…e outros países que não interferem na política angolana” !
    Será preciso fazer um desenho para entender a animosidade que continua a existir contra Portugal ?!
    … talvez daqui a 500 anos as relações entre os dois países poderão ser de igualdade e sem complexos.

RESPONDER

Detidos cinco suspeitos da morte de jovem cabo-verdiano em Bragança

A Polícia Judiciária anunciou, esta sexta-feira, que foram detidos cinco homens, suspeitos de estarem envolvidos na morte do estudante cabo-verdiano, em Bragança. A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, em comunicado, que procedeu, esta quinta-feira, a "buscas domiciliárias, …

Cláudio Monteiro renuncia a cargo de juiz do Tribunal Constitucional

O juiz renunciou ao mandato do Tribunal Constitucional por ter sido, entretanto, nomeado Juiz Conselheiro do Supremo Tribunal. O juiz Cláudio Monteiro renunciou, esta quinta-feira, ao mandato de juiz do Tribunal Constitucional (TC), de acordo com …

Proposta do BE sobre IVA da energia vai ser rejeitada pelo Governo, revela PS

Uma proposta do Bloco de Esquerda (BE) para reduzir o IVA sobre a eletricidade e o gás natural, sem impacto no Orçamento de Estado para 2020, vai ser rejeitada pelo Governo, por não corresponder à sua …

Petição quer enfermeiros como profissão de desgaste rápido e subsídio de risco. 2.500 já assinaram

Mais de 2.500 pessoas já assinaram uma petição online que defende a atribuição do estatuto de profissão de desgaste rápido aos enfermeiros, bem como a atribuição de um subsídio de risco. No texto, os promotores defendem …

Para os norte-americanos, Portugal é o melhor país para gozar a reforma

Para os norte-americanos, Portugal é o melhor país para gozar a reforma depois de uma vida de trabalho. Os custos de vida, o clima e as pessoas são alguns dos motivos que levam os pensionistas …

Berardo apresenta recurso contra arresto de imóveis de luxo

Joe Berardo apresentou um recurso contra o arresto a dois imóveis de luxo em Lisboa. As propriedades foram arrestadas pela Caixa Geral de Depósitos por dívidas superiores a 300 milhões. O empresário madeirense Joe Berardo interpôs …

Para além de autocarros, Cascais quer comboios gratuitos dentro do município

Desde 1 de janeiro de 2020, Cascais tornou-se no primeiro concelho do país a ter transportes públicos rodoviários gratuitos. Agora, quer alargar a iniciativa aos comboios. "Estamos a abrir um novo paradigma, que encara a mobilidade …

Governo convoca sindicatos para negociar aumentos acima dos 0,3%

O Governo convocou as estruturas sindicais da administração pública para voltar a negociar a proposta dos aumentos salariais de 0,3% para este ano. De acordo com a agência Lusa, o Governo convocou as estruturas sindicais da administração …

Governo prepara injeção final de 1400 milhões no Novo Banco

Desde a venda, em outubro de 2017, o Estado já injetou 1,9 mil milhões de euros no Novo Banco. Agora, o Fundo de Resolução estuda injetar mais 1,4 mil milhões. O Fundo de Resolução e o …

Em Espanha, há jogadores a ser pressionados a sair para países árabes

Jogadores do UD Almería estão a ser pressionados pelo dono do clube a sair para clubes de países árabes. Alguns atletas já apresentaram queixa ao sindicato. O xeique Turki Al-Sheikh, dono do Almería, da segunda divisão …