“Jihadi John” recebeu terapia na escola para controlar agressividade

cv ISIS / YouTube

O jihadista do Estado Islâmico (EI) conhecido como “John” e identificado como o britânico Mohammed Emwazi recebeu terapia na escola para controlar a agressividade, já que estava sempre a lutar com os companheiros, segundo um professor.

Mohammed Emwazi, identificado como o homem de cara tapada que aparece nos vídeos divulgados pelo EI sobre a decapitação de reféns ocidentais, foi aluno do colégio Quintin Kynaston, a noroeste de Londres.

Falando à BBC, o professor, cujo nome não foi divulgado, disse que o jovem Emwazi precisava de ajuda para controlar as suas emoções, mas adiantou que o seu temperamento melhorou após a terapia e que, apesar de tudo, era um “estudante adorável” com grande interesse pelo sucesso na sua vida.

Víamos que se enraivecia e trabalhávamos isso com ele. Demorava muito tempo para se acalmar e então nós trabalhámos muito como escola para o ajudar a lidar com a sua raiva e a controlar as suas emoções”, disse o professor, segundo o qual, Mohammed Emwazi “parecia funcionar e respeitava todo o trabalho feito por ele” na escola.

O professor destacou que o rapaz não vinha de uma situação familiar difícil e deixou a escola com boas notas.

Emwazi nasceu no Kuwait, mas tem nacionalidade britânica, licenciou-se em informática no Reino Unido e estava referenciado pelos serviços de segurança nacionais desde pelo menos 2009.

Conhecido como “Jihadista John”, este dirigente do EI foi visto pela primeira vez em imagens divulgadas pelo próprio Estado Islâmico, em agosto de 2014, a decapitar o jornalista norte-americano James Foley.

Apareceu também nos vídeos relacionados com o jornalista norte-americano Steven Sotloff, o voluntário humanitário britânico David Haine, a voluntária norte-americana Abdul-Rahman Kassig e o taxista britânico Alan Henning.

Emwazi, 27 anos, captou a atenção pelo seu forte sotaque britânico nos vídeos e porque colocava uma faca junto ao pescoço dos reféns, prestes a decapitá-los, antes de cortar as imagens.

O Governo britânico manifestou a sua preocupação com os casos de jovens muçulmanos que viajam para a Síria para se juntar ao EI.

O último caso é o de três adolescentes entre 15 e 16 anos, que recentemente viajaram para a Turquia e, em seguida, para a Síria.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

A Lua pintou-se de vermelho na Argentina (e a causa não é propriamente boa)

Uma estranha lua com tons avermelhados pintou o céu da Argentina. O fenómeno misterioso encheu as redes sociais de fotografias e teorias. Em diferentes regiões da Argentina, várias pessoas puderam apreciar, nas últimas noites, a Lua …

Aeronave autónoma é uma alternativa acessível aos satélites (e já fez o seu primeiro voo)

A empresa Swift Engineering, em parceria com o Ames Research Center, da NASA, desenvolveu uma alternativa acessível aos satélites: uma aeronave autónoma de alta altitude e longa resistência. Já nasceu a alternativa acessível aos satélites: chama-se …

Reservas naturais chinesas salvaram os pandas da extinção (mas "esqueceram-se" dos leopardos)

Uma nova investigação revela que os esforços da China para salvar os pandas gigantes foram bem sucedidos, mas os mesmos falharam na proteção de outros animais que partilham o mesmo habitat, como é o caso …

Comunidade científica critica Trump por dizer que NASA estava "morta"

Na quarta-feira, o Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, afirmou no Twitter que "a NASA estava fechada e morta" até que o próprio fez com que voltasse a funcionar, afirmação que gerou consternação na …

É "bastante provável" que chegue à Europa uma Cybertruck de menores dimensões

É "bastante provável" que uma Cybertruck de menores dimensões venha a ser produzida e chegue depois ao mercado europeu, revelou Elon Musk, CEO da Tesla, empresa que produz estas pickups elétricas. Questionado na rede social …

Mais seis mortos e 131 novos casos em Portugal nas últimas 24 horas

Portugal regista hoje mais seis mortos e 131 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sábado, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. O número de pessoas internadas é de 366, mais nove …

"Erro" do Instagram favoreceu conteúdo de Trump face ao de Biden

Um "erro" da rede social Instagram favoreceu durante dois meses o conteúdo gerado pela campanha de reeleição do atual Presidente norte-americano, Donald Trump, quando comparado com as publicações de Joe Biden, candidato democrata que está …

Fotografia partilhada nas redes sociais levou à suspensão de alunos nos Estados Unidos

Pelo menos dois alunos da North Paulding High School, no estado da Georgia, dizem ter sido suspensos depois de terem partilhado nas redes sociais uma fotografia na qual é possível ver um corredor da escola repleto …

Estado de Nova Iorque com mais mortes por Covid-19 do que França ou Espanha

Os Estados Unidos registaram 1.252 mortos e 63.913 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins. Os últimos números de casos e óbitos registados devido a Covid-19 …

Turistas voltam a viajar, mas optam pelo low-cost

Mesmo num contexto de pandemia mundial o desejo de ir de férias continua vivo. Os turistas voltaram a procurar voos, contudo as opções recaem em percursos de curta distância e mais económicos. Ao longo dos últimos …