Jesus Cristo usou óleo de canábis para fazer milagres

Musée de Tessé / Wikimedia

Jesus ressuscita o filho da viúva de Naim, óleo de Pierre Bouillon (1776-1831)

Os milagres atribuídos a Jesus Cristo nos relatos da Bíblia podem ter sido resultado do uso de óleo de canábis, cujas propriedades medicinais são conhecidas. Esta é a tese do controverso jornalista David Bienenstock.

O controverso historiador, escritor e jornalista David Bienenstock, um acérrimo defensor do uso de canábis, afirma que Jesus Cristo terá usado canábis nos “milagres” que lhe são atribuídos na Bíblia.

Os “registos históricos mostram que a canábis estava amplamente disponível na altura”, destaca Bienenstock em declarações ao jornal Daily Star, frisando que, naquele tempo, já se sabia “como a cultivar e como explorar as suas propriedades medicinais”.

“Não há nada diferente no eficiente óleo de canábis usado hoje em dia que não estivesse disponível às pessoas no tempo de Jesus – é simplesmente uma questão de concentrar a canábis em óleo e de a absorver através da pele”, acrescenta ainda o historiador.

A canábis seria também usada nos unguentos utilizados em cerimónias religiosas, e nomeadamente na unção de Jesus Cristo.

“Quando se examina o relato da unção de Jesus em termos de psicoactividade, é descrito em termos de uma experiência profunda que o transforma“, destaca Bienenstock, acreditando que essa transformação de que fala será resultado dos efeitos da canábis.

“O azeite da santa unção” e “o incenso santo” referidos no livro bíblico do Êxodo podem, inclusivamente, ser receitas com canábis, refere o mesmo historiador. E há académicos que suportam a ideia de que algumas das ervas mencionadas poderiam, na verdade, ser nomes usados na época para designar a canábis.

Carl Ruck, professor de mitologia clássica da Universidade de Boston, explica ao Daily Star que “parece haver poucas dúvidas sobre o papel da canábis na Religião Judaica“, onde era utilizada nos unguentos usados nas cerimónias.

“Obviamente que a fácil disponibilidade e a tradição de longa data da canábis, no início do Judaísmo, a terá, inevitavelmente, incluído nas misturas cristãs”, acrescenta Ruck.

Bienenstock defende que Jesus terá usados óleos de canábis para tratar doentes, lembrando que a Bíblia inclui relatos que indiciam respostas semelhantes à que epilépticos tiveram com o uso da droga nos tempos modernos.

“Alguém com a mentalidade religiosa da época, não percebendo a base de sustentação científica, como ou porque funciona, provavelmente, veria aquilo como um milagre“, conclui o historiador.

Também o investigador Chris Bennett, autor do livro “Sexo, Drogas, Violência e a Bíblia”, corrobora a teoria de Bienenstock, frisando que “o uso médico de canábis, durante aquele período, é apoiado por registos arqueológicos”.

Nenhum dos investigadores se pronunciou sobre o papel da canábis nos famosos milagres em que Cristo transforma pão em peixes e anda sobre a água.

ZAP //

PARTILHAR

46 COMENTÁRIOS

  1. Ai valha-nos Deus, a fazer fé no que dizem os escribas acima mencionados, até Jesus Cristo aldrabou os milagres. Isto é mesmo o fim.

  2. Passo a citar.. “Nenhum dos investigadores se pronunciou sobre o papel da canábis nos famosos milagres em que Cristo transforma pão em peixes e anda sobre a água.”.

  3. Claro… eu sempre desconfiei que os “milagres” não passaram de alucinações, daí ser quase certo o uso de algumas drogas!…
    Como o vinho também não faltava, é cada vez mais claro o que realmente aconteceu!…

  4. De facto o THC (substância química «principal» da cannábis) tem uma meia-vida de cerca de 1 semana e meia (isto é, só ao fim desse período de tempo é que o organismo humano consegue eliminar 50% dessa substância que o intoxica) e lhe provoca cerca de 37 alterações mentais subjetivas (=«sintomas», tais como alteração da vivência tempo/espaço, alucinações, transtornos do juízo e da crítica (=delírios, de perseguição, autoreferência, extracorporalidade [tal como «voar» ou «andar sobre a água», etc.], etc.) e 10 manifestações físicas mensuráveis (=sintomas), tais como tremor, sede, fome, etc.
    Portanto qualquer curandeiro ou «exibicionista de feira» que forneça esses alcalóides a quem estiver predisposto por crendice a acreditar nos milagres que eles provocam maravilhas…
    OS HISTORIADORES DESSA ÉPOCA (como Flávio Josefo e Suetónio [que não deixaram nada escrito sobre existênci ou inexistência de Cristo…]) deixaram relatos sobre um SIMÃO O MAGO (filho de um legionário romano e de uma prostituta) que, sendo judeu, passou parte da sua infância no Egipto e que percorria a Palestina a «obrar tais milagres».
    Aconselho a leitura de «Os 12 Césares» de Suetónio e «As guerras da Judeia» de Flávio Josefo. E que não se deixem «levar em cantigas» nem sobre a cannábis, nem na confusão de Simão o Mago com a entidade religiosa Jesus Cristo (sobre a qual não me pronuncio).

    • Sim, também deve ser uma alucinação ou crendice popular o facto de termos um sistema endocanabinoide no nosso corpo, que consiste em receptores CB1, localizados no sistema nervoso, em tecidos conectivos, gônadas, glândulas e órgãos; e receptores CB2, encontrados principalmente no sistema imunológico e presentes também no baço, fígado, coração, rins, ossos, vasos sanguíneos, células linfáticas e órgãos reprodutores.
      LOL
      Agora procure saber o que isso faz realmente!
      Santa ignorância!…

      • Esse endocanabinoide (mediador sináptico) sobretudo nos feixes FRONTO-MESOLÍMBICOS) chama-se ANANDAMIDA e tem, uma MEIA VIDA INFERIOR A 2 minutos! A fixação do THC nos receptores sinápticos onde ela devia atuar, durante esses tempos enormes, funciona como MECANISMO DE BLOQUEIO… Como esses feixes regulam funções, tais como o juízo, crítica, vontade, saciação, etc… compreende-se o prejuízo funcional que causa. Sobre o efeito da cannabis nas gónadas tem sido escrito muitas coisa que não considero demonstradas e que chegam a ser tão assustadoras que não devo especificá-las!
        Também nunca vi descrito que NA NATUREZA haja qualquer animal que se alimente desta espécie de cânhamo… Nem sequer nenhum inseto que aprecie a seiva da planta…

  5. A ignorância de certos comentários é enorme!… Se ainda tivessem a falar de cogumelos, LSD, agora erva?… Cultivem-se melhor LOL!
    A cannabis não provoca alucinações com tanta facilidade! apenas em pessoas com psique fraca pode dar ataques de pânico, exacerbar ansiedade, e se tiver esquizfrenia latente, então muito cuidado pois pode adiantar o aparecimento da doença… E aí sim, alucinam e bem!
    Óleo CBD, feito da semente de canhâmo não tem THC, que é o que dá a “moca”, apenas se for extraído da planta fêmea inteira.
    E o nosso cérebro tem recetores de cannabinoides, mais nenhuma outra planta ou substância tem essa exclusividade,e o nosso corpo também produz os seus próprios canabinoides, sabiam? Agora perguntem-se como é isso possível. Ah!e é IMPOSSÌVEL ter uma overdose de cannabis. O mais certo é deixarem-se dormir profundamente LOL
    Já agora, milagres não existem. Existem é processos naturais que o Homem ainda não consegue explicar. Quando conseguir, deixa de ser “milagre”. TUDO tem uma explicação.
    Já agora, vejam o que se pode produzir a partir desta planta e questionem-se o porquê de tanto a demonizarem.

  6. Jesus de Nazaré foi um homem extraordinário, mas não fez qualquer milagre do que está descrito nos evangelhos. Ou se trata de uma invenção pura e infantil dos evangelistas, ou apenas são versículos com grande carga simbólica para nos transmitir algo mais súbtil.

  7. Pois é, e Cristo era o unico que sabia utilizar cannabis, e daí os milagres todos. Os outros, incluindo os apóstolos, os Judeus, os Romanos, eram uns nabos, só conheciam água,… e mal. Cristo gozou-os e levou-os à parede com este truque.

    Maravilhoso que passados 2018 anos, grandes Universitários,.. privilegiadas cabeças cientificas da actualidade, viessem descobrir como o Cristo, utilizando truques de algibeira levou todo aquele pessoal ao chinelo.

  8. calma malta, eu ainda apanho uma moca de vez em quando, há muitos anos ( agora com 50 mocas no meu cadáver) um de longe a longe mas não deixo por prazer, deixei os cigarros, e digo-vos é mesmo um milagre, sinto-me bem dá fome e realmente faz milagres, ser pessoa mais calma e fazer o bem, deus para mim fumava e dava aos outros, que querem mais isso era milagre naquela altura, hoje em dia têm que se comprar….

  9. Tudo gente evoluida ou então estamos a chegar ao pricipio. O que vos preocupa tanto. O que ao longo de tantos séculos nunca conseguiram destruir alguns mesmo acabaram por dar as mãos à palmatória desdizendo o que antes tinham dito. Não seria preferível perderem tempo com que seria importante. CRISTO é CRISTO e nunca pos em causa a liberdade de quem quer que seja. Sugeria que procurassem ao menos serem sérios para convosco. Antes era mais facil denegrir a imagem SAGRADA DE JESUS , mas agora é diferente porque antes tínhamos uma sociedade poucos esclarecida e pouco habilitada, hoge já assim não acontece porque as pessoas já pensam e ptocuram esclarecimento. Se procurarem já existe muita informação sobre o assunto inclusive de homens e mulheres antes eram ateus confessos e qur depois de longos estudos sobre Jesus, Maria , Paulo e Lucas, concluiram ao fim de decadas de estudos vários que JESUS ERA FILHO UNIGÊNITO. Como sois pessoas inteligentes sugeria que antes de escreverem ou falarem sobre alguma coisa que não cinhecem procurem informar se muito bem, sob pena de ficarem na fotografia. Sugeria que lessem por exemploConfissões de St Agostinho. Acreditem que nao estou preocupado em convencer vos . Errado, como ex leiam Lc 16, parábola do rico e Lázaro. Tenho dito

  10. Este homem chamado David Bienenstock é que deve fumar e não pouco, para argumentar desta forma.
    Infelizmente é um ignorante a querer fama e nada além disso. Também vejo aqui muitos comentários completamente ignorantes a quererem-se passar por inteligentes. Como alguém já disse, falam, falam e não dizem nada.

  11. se CRISTO nunca pos em causa a liberdade de quem quer que seja,o mesmo nao se pode dizer de muitos que disseram ser seus representantes ! e afinal isto tudo nao passa de teorias ,sem comprovativo ! e a uns milhares de anos ,como agora ,o THC continua a dar asas a imaginaçao de muita gente 😉

  12. La vamos nós outra vez, o paleio do costume!

    Vamos lá:

    1o – Jesus pode até ter existido, até pode ter sido “popular” por tentar ser bonzinho para as pessoas mas dai a fazer milagres, isso não existe!

    2o – Ninguem sobe aos ceus nem resuscita dias depois, isso ai sim é uma prova de que realmente alguma substancia alucinogenica pode ter feito das grandes e ter posto essa pessoa inconsciente e com batimentos cardiacos lentos ou quase nulos e dai terem percebido a sua morte que afinal não passou de uma grande pedrada.

    3o – A bibilia, a maior estoria (sim, estoria e nao historia, pesquisem antes de dizer que nao sei escrever!) é a coisa mais ridicula, um livro ha frente do seu tempo, cujo intuito foi fazer as pessoas acreditarem e como nem só neste tempo existem morcoes, burros e idiotas que acreditam em tudo que vêm e ouvem, naquele tempo tambem existiam e dai o estarmos nestas posições estupidas de religiões e porcarias mal inventadas.

    4o – Se realmente algo possa ter sido verdade, pelo meu ponto de vista ser religioso é rezar, ter fé e acreditar…jamais um dito “Jesus”, “Deus” ou whatever iria pedir sacrificios visto em todas as mitologias mesmo as mais recentes (Gregas, Vickings etc etc) todas elas queriam o bem do seu povo, não exigindo sacrificios mas outro tipo de dádivas.

    5o – Ide á igreja, pedinde para o Padre rezar por vocês ou para realizar uma missa por um ente falecido, vai vos logo pedir “uma contribuiçãozinha” para ajuda da igreja e afins – acham isto correto?! Jesus que sendo Jesus jamais exigiria algo em troca dos seus favores, e isto é o que as pessoas da atualidade não entendem ao ponto que a “igreja” chegou, É APENAS UM NEGOCIO, negocio este construido ha base de mentiras ao longo dos seculos, de professias e etc escritas na biblia que não passam de “come miolos” aos inocentes que se dizem catolicos mas que no entanto só seguem a “religião” porque sim, porque seguem os seus antepassados, porque os outros tambem vão, etc etc…

    Ganhai juizo, isto é tudo um embuste, não existe nenhum paraiso, nenhum inferno, nenhum Jesus no ceu, nenhum Deus a controlar todos e cada um, tudo estorias mal contadas e infelizmente que se entranharam nos cerebros minusculos de quem acredita nisto.

    • O teu problema é seres um inventor de teorias sem fundamento. Vai estudar mais um pouco e depois quando já souberes alguma coisa argumenta.

  13. Pois aqui vai mais uma patacoada: Jesus Cristo fazia milagres como eu faço blagues (a frase é do saudoso José Vilhena). No fundo, o que acontecia é que ele tinha de ganhar para a bucha, caso contrário ficava com o estômago a dar horas. Vergar a espinha, quiçá ao serviço dos ocupantes romanos, custava imenso, para mais no clima que prevalecia na Palestina, quente, seco e poeirento. Então, arranjou um esquema bastante engenhoso para sobreviver: intitulou-se filho de Deus, como se Deus precisasse de filhos para alguma coisa, e começou, em nome desse mesmo Deus, a fazer “milagres” com as ferramentas que tinha à mão, uma das quais parece ter sido a canábis. Como aparentemente tinha o dom da palavra – o presumível seu sermão da montanha é disso exemplo e é um bom e lindo texto – mais fácil lhe era vender a sua banha-de-cobra, levar os pobres e famintos, os mais vulneráveis, atrás de si e, olho sagaz, destes escolheu doze, os chamados apóstolos, para o ajudarem na tarefa da espalhar a boa nova, segundo a qual o reino de Deus estava a chegar a daria justamente preferência aos pobres e injustiçados, slogan altamente eficaz para arrebanhar as multidões. E hoje aí temos a Igreja, um conjunto enorme de fieis, com os novos apóstolos – padres, bispos arcebispos e cardeais, que dão cartas aos políticos do mundo inteiro em manha e ronha. Cristo é o exemplo vivo de uma história genial de sobrevivência. Quem me dera a mim ter as competências dele, pois não estaria limitado às duas malgas de caldo que me dão por dia de esmola, como miserável entre milhares de miseráveis deste país de sucesso. E não pense que tenho um moderno computador portátil aqui em cima dos joelhos para escrever textos e comentários. Não, hoje consegui entrar numa biblioteca pública e aceder a um computador, porque a gaja cimeira que lá está fez de contas que não me viu e não correu comigo e com os meus piolhos: às sextas-feiras, dizem as más línguas, costuma andar com os cornos a arder, por ser o dia em que vai jantar com o assessor de um ministro e ter o seu orgasmo de luxo.

    • O teu problema é seres um inventor de teorias sem fundamento. Vai estudar mais um pouco e depois quando já souberes alguma coisa argumenta.

      • E o teu problema é bem mais grave: criticas mas não dizes absolutamente NADA sobre o assunto, e ainda aconselhas os outros a “estudar”!…
        Enfim… não deves ter noção do ridículo!…

        • Prefiro não dizer NADA do que dizer mentiras. Poderia dizer bastante mas prefiro ficar calado, simplesmente por motivos de comentários como o teu. Ridículo é fazer declarações como as do Morato, Lp. As tuas então é que não me dizem nada de nada.

          • Se preferes estar calado, nem sequer devias ter respondido, porque afinal, andas a chamar aos outros “inventor de teorias sem fundamento” e depois não dizes porquê!…
            Já que sabes tanto, gostava de saber a tua versão da história!…

            • Não estou a chamar, estou a afirmar. Não tenho uma versão da história, tenho a verdade factual, mas já demonstraste que não a queres, pois a tua reacção vai ser contrariar.

  14. Cannabis?
    Naquela altura não havia a quimica de tal substancia.
    ELES BEM TENTAM DEMOLIR A FIGURA DE JESUS CRISTO, MAS ELES SERÃO CORROMPIDOS E APODRECERÃO.
    SÃO UNS IGNORANTES NO EVANGELHO.
    JESUS CRISTO É A PALAVRA DE DEUS, É O ESPIRITO DE DEUS, LOGO É DEUS E PONTO FINAL.
    É O TUMULO, É DN BROWN, É MAOMÉ, É JOSÉ SARAMAGO E AGORA ESTES?
    ELES BEM TENTAM, ELES BEM TENTAM…….

  15. Meus amigos é fácil acreditarmos em figuras históricas que algumas delas nem biografias tiveram Jesus de Nazaré teve 4 biografias e o tipo de milagres que estão descritos não me parecem fruto de cannabis desafio todos a lerem uma das 4 biografias de Cristo que curiosamente não entram em contradição com a história e investigação arqueológica, etc. informem-se não se contentem com a ignorância, não se trata de fé mas de factos ou acham que também não é preciso fé para acreditar em tantas teses científicas? Contra factos não há argumentos. Ou acham que os discípulos de Cristo fariam a sua própria vida por uma mentira mal contada? Leiam…

  16. Ena pá!.. Tanta tinta!.. A prova de que o ser humano não é movido/motivado pela razão, mas sim por paixões. E este é sem dúvida um tema que apixona muita gente, pela positiva ou pela negativa.

    Bom, aqui fica a minha opinião que também tenho direito a ela:

    ********************************
    JESUS CRISTO: Não se sabe quem foi mas há inúmeras provas históricas de ele ter existido. Não há é provas históricas da maioria das descrições bíblicas dele. Mas há muito mais registos (Judeus, Romanos e Cristãos) dele, do que por exemplo do Rei Artur, esse sim uma lenda, da qual só aparecem registos escritos 400 anos depois da sua suposta existência. Exemplos de registos históricos de Cristo:

    Cristãos: Epístulas de Paulo (25 DC); Evangelhos (40 DC) – a maioria das testemunhas oculares estavam vivas ainda quando isto foi escrito e as descrições são coerentes com outros registos históricos e geográficos sobre a Palestina da época. Além disso deveriam ser bastante estúpidos para inventarem estas coisas sabendo que isto tinha como consequência ser crucificado e atirado aos leões. Mas os ateus de hoje são mais fanáticos e menos racionais do que qualquer crente, por isso estes registos históricos não contam.

    Judeus: Flavius Josephus que escreveu a história do Judaismo (93 DC) em que refere Cristo algumas vezes, incluindo uma em que diz “Tiago, o irmão de Jesus, o chamado Cristo”. Noutras escrituras de rabis Judeus, JEsus é referido como bastardo de Maria e um “feiticeiro”.

    Romanos: Plinius e Tacitus ambos políticos de alta patente que odiavam o Cristianismo, referem Cristo (113 DC). Tacitus refere que Cristo foi executado enquanto Poncio Pilato era prefeito da Judeia e Tiberius era imperador, o que bate certo com as datas dos evangelhos. Não me parece que os políticos de Roma escrevessem documentos baseados em evangelhos Cristãos na altura. Plinius refere que no Norte da Turquia onde ele governava, havia uma seita que adorava “Cristo”.

    Na literatura antiga que como vemos fez variadas referências a Cristo, não há uma só referência que diga que Cristo não existiu ou que é uma ficção. Nem um só autor diz isso na literatura da época. Acho que isso tem o seu valor histórico, não? De resto é unânime entre os historiadores actuais que Jesus existiu e ninguém duvida da factualidade histórica do seu baptismo, as controvérsias no Templo e a crucificação. Pode é não have consenso sobre os seus feitos e o seu percurso de vida. Mas ainda recentemente, Maurice Casey (Nottingham University) and Bart Ehrman (University of North Carolina) ambos ateus consideraram que qualquer negação da existência histórica de Cristo, é pseudo-ciência.
    *************************************

    BÍBLIA: O que hoje se chama Bíblia não é mais do que uma amálgama de textos escritos com milénios de intervalo… E que não têm qualquer ligação lógica entre eles.

    Antigo Testamento: Partes do Antigo Testamento são anteriores à cultura Semita e já vinham de lendas orais anteriores à escrita e que na Suméria antiga foram registadas em escrita cuneiforme. Pensa-se que se trata de tradições orais que relatam acontecimentos misturados com lendas que já virão desde o fim da última Glaciação. O civilização Judaica quando se formou, resolveu não só reclamar essas tradições como suas, como inclusivamente reescreveu-as para meter a martelo a ideia de que eles seríam o povo escolhido de Deus. Desde cedo que os Israelitas quiseram reclamar para si a região de Canaã (actual Israel). Canaã era uma terra mais fértil do que o deserto circundante, onde havia fruta, azeitonas e mel. A forma de legitimizarem a sua ocupação da região foi a adição ‘à posteriori’ das passagens de Abraão e do Êxodo, no Antigo Testamento, mas como se já tivessem sido escritas milénios antes. No livro de Genesis 15:18-21, Deus confere a Abraão e seus descendentes, a “Terra Prometida” (ou “Terra do Leite e do Mel”) em troca da sua fé incondicional. No livro do Êxodo, Deus (Yahweh) liberta então os Israelitas (os descendentes de Abraão) da suposta escravatura no Egipto, sendo Moisés que os conduz finalmente à Terra Prometida. Este mito apresenta os Israelitas simultâneamente como vítimas e como povo escolhido de Deus, legitimizando a região de Canaã a Oeste do Rio Jordão como sua, por desígnio divino. De resto esta ursupação desta região geográfica por parte dos Israelitas, continua nos dias de hoje, como sabemos, com a progressiva limpeza étnica dos Palestinianos.

    Novo Testamento: Aqui Deus surge representado não como um Deus déspota e vingativo que só ama os Judeus, mas como um Deus tolerante, que perdoa e manifesta amor incondicional por toda a humanidade, e que apela ao amor, ao perdão e ao desapego material. Alguns historiadores pensam que Jesus Cristo, durante todos os anos em que não há registos nenhuns da sua vida, desde a adolescência até aos 30 anos, tenha peregrinado pelo mundo e tenha contactado com ensinamentos Budistas, já que a sua mensagem no Novo Testamento tem muito mais pontos comuns com o Budismo, do que com o Antigo Testamento. Daí que os Judeus o odiassem e tudo fizeram para a sua crucificação. Um ódio que ainda hoje se estende a todos os Palestinianos, de resto… Mas isto já é um aparte.
    *****************************************

    CIÊNCIA VS RELIGIÃO: A religião e a ciência não se contradizem. A ciência não pretende contradizer nem invalidar a religião. Já Kant afirmava isto na sua obra “Crítica da Razão Pura”. A ciência apenas cria MODELOS representativos da realidade, com o objectivo de prever e descrever os fenómenos. A ciência NÃO É a realidade. O mapa não é o território. Os fenómenos também não são a realidade… São aquilo que os nossos sentidos e a nossa capacidade de raciocínio, conseguem apreender da realidade. A realidade própriamente dita é demasiado complexa para ser inteligível. A ciência nasceu da Filosofia. A Lógica, a matemática, a geometria, etc… Tudo começou na Filosofia, mas a Filosofia vai mais longe e além de pretender compreender os fenómenos, pretende compreender de que forma a nossa mente apreende a realidade e quais as suas estruturas intrínsecas e transcendentais (que estão para além do empíricamente verificável).

    A realidade que podemos tentar compreender, é a que conseguimos experienciar empíricamente com a percepção e a razão. Tudo o que está para além disso e que nós não atingimos, pertence ao campo da metafísica. Deus, a alma, etc… Não pretende nem poderá nunca ser objecto do conhecimento da razão e da ciência. Há que saber separar as águas e há que ter a humildade de perceber que a razão humana é limitada ao que tem capacidade de percepcionar e compreender. A realidade não é só isso. Se um insecto é limitado, se um peixe é limitado, se um golfinho é limitado… Nós íamos ser ilimitados??? Por amor à Santa (mesmo sem acreditar nelas)! Os grandes filósofos da modernidade como Kant, Schopenhauer, Hegel, Fichte ou Husserl, são bem claros quanto à impossibilidade de conhecer a realidade na sua verdadeira natureza. Nós só conhecemos a representação da realidade que se forma no interior da nossa mente. Afirmar que isso é exactamente o mesmo que existe fora da nossa mente, é uma burrice… Em que só os limitados dos Materialistas (ramo da filosofia) cairam.

    O problema foi que durante muitos séculos, a Religião quis se armar em ciência, para ter mais poder sobre as pessoas. Mas hoje em dia está a começar a acontecer o contrário: Muita gente trata a ciência como uma religião. quantas vezes ouvimos em conversas de café alguém dizer “epá, isso está provado científicamente, por isso cala-te!” – de facto, nem a ciência “prova” nada, só apresenta modelos que temporária e parcialmente explicam certos fenómenos. Mas o mais ridículo é que quem diz estas frases, normalmente não sabe explicar nem compreende as teorias científicas que fanáticamente defende. Ele pode não preceber um boi daquilo, mas como leu algures que a ciência “diz”, então se diz, é sagrado. É dogma. É a ciência a virar religião. Depois vem outra teoria científica e desmente aquela treta toda, mas isso já não interessa nada. Como é ciência a desmentir ciência, está tudo dentro do sagrado e dos sacerdotes da verdade.

    A religião tem a ver com espiritualidade e não com os fenómenos. A consciência humana ao atingir um patamar de consciência reflexa (eu sei, e sei que sei) e ao ter capacidade criativa, livre escolha, etc… Deixou de estar de forma automática em sintonia com os ritmos e o “clock” da natureza (como diriam os Chineses, com o Tao). Ao deixarmos de ser “unos” com a natureza, com o sagrado, a consciência humana passa a sentir que o “religar-se com o sagrado” é uma escolha que tem de fazer livremente. Esta linguagem simbólica é um pouco como o “começar de novo” da Arca de Noé, ou mais tarde com Cristo, o “começar de novo” interior de cada vez que confessando e comungando, cada ser humano se liberta e se limpa. O simbolismo está lá todo e refere-se a uma mesma ideia de “nova chance de recomeço e de purificação”. De resto, estes rituais estão presentes em quase todas as religiões do mundo, desde os mais antigos xamanismos… E é desta noção de “Religar” ao sagrado, que vem o termo “Religião”.

    • eh eh eh. Deixa o canabis ó Miguel! Achas mesmo que alguém se vai dar ao trabalho de ler esta mongada toda!!! Ainda por cima assinada por Miguel Queiroz!!!

    • Miguel, simplesmente elucidativo e com bastante conhecimento, parabéns. É natural que quem não “tenha tempo” e ache isto muito longo e que precisa de muito estudo, prefira ir pela via fácil e dizer que afinal o tipo não deve ter existido e se talvez existiu era um feiticeiro engenhoso e drogado. Que conveniente para quem só destrói e é de ofensa fácil. Repara que até os Cientistas canabistas mencionados na peça dizem que a canabis mesmo com outro nome era muito divulgada, conhecida e utilizada na época. Caso isso seja verdade então porque só Jesus de Nazaré a sabia utilizar de tal maneira que fez andar paralíticos, enxergar os cegos de nascença, Ressuscitar Lázaro, andar sobre as aguas do mar da Galileia, fazer encher a rede de peixe até encher o barco dos pescadores depois deles dizerem que passaram muito tempo sem pescar nada, multiplicar pães e peixes para alimentar muita gente, curar uma mulher que tinha sangramento sem ser na menstruação, curar o escravo de um comandante romano que lhe pediu ajuda sem ir a sua casa, converter Saulo que perseguia os judeus Cristãos, etc. Como a canabis com oleo era tão conhecida por todos ou por muitos porque outros não fizeram o mesmo que Jesus. Talvez porque o cientista não é historiador investigador. Pois, eu também não sou ninguém para fazer julgamentos, mas pelo menos respeito a opinião de todos sem ofender. Espero que agora com muito mais conhecimento do que tinha aquele Homem simples, também os cientistas e os gozões saiam por aí a fazer o que Jesus de Nazaré fez. Não acham que a espiritualidade pode ser desenvolvida a um ponto que se consiga pelo menos respeitar os outros?

    • Parabens.
      haja alguem com alguma racionalidade e conhecimento.
      Já estava a ficar preocupado com tanta ignorancia e estupidez aqui manifestada.
      Afinal ha esperança….

  17. Tenho pena de quem não leu e comenta! Gostei muito de ler o seu comentário Miguel Queiroz. Afinal o único que para mim faz sentido. Obrigada pela informação.

RESPONDER

Zorya Luhansk 0-2 Braga | “Nota artística” em triunfo minhoto

Dois jogos, duas vitórias para o Sporting de Braga no Grupo G da Liga Europa. Uma entrada de rompante em jogo, com dois golos espectaculares nos primeiros 11 minutos, permitiram aos “arsenalistas” controlar e lidar …

Amostra de ADN desvenda homicídio cometido há quatro décadas

Uma amostra de ADN, colhida de um norte-americano da Carolina do Sul após este ser detido por apontar uma arma, permitiu às autoridades desvendar um caso antigo, identificando-o como principal suspeito do homicídio de uma …

Investigadores portugueses criam simuladores para treinar médicos à distância

Investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) desenvolveram, durante o confinamento, um método para os estudantes treinarem para cenários de emergência sem saírem de casa. Em declarações à Lusa, Carla Sá Couto, do …

Restam apenas dois rinocerontes brancos do norte (mas há uma esperança para salvar a espécie)

Com a morte do último macho em 2018, o rinoceronte branco do norte chegou ao ponto em que não pode ser salvo naturalmente. Com apenas duas fêmeas restantes, a subespécie é agora tida como oficialmente …

Há uma região na América do Norte sem qualquer caso de covid-19. Tem a dimensão do México

Nunavut, uma região localizada no norte do Canadá, continua sem registar nenhum caso de covid-19. A receita para o sucesso tem vários ingredientes, mas as caraterísticas especiais da região e as medidas rígidas tomadas logo …

Site da campanha de Trump foi alvo de ataque. Hackers "fartaram-se das fake news"

O website oficial da campanha presidencial de Donald Trump foi alvo de um ataque informático que o deixou temporariamente desfigurado na noite desta quarta-feira. Os hackers responsáveis substituíram o habitual conteúdo por uma mensagem normalmente utilizada …

CV30. O poderoso anticorpo descoberto por cientistas que dá luta ao novo coronavírus

Investigadores do Fred Hutchinson Cancer Research Center, nos Estados Unidos, descobriram um potente anticorpo, encontrado no sangue de um recuperado de covid-19, que interfere com a superfície espinhosa do novo coronavírus, fazendo com que partes …

Igreja flutuante "nasceu" num canal de Londres

A Denizen Works recentemente concluiu uma igreja flutuante pouco ortodoxa em Londres, no Reino Unido. O projeto tem um novo teto que pode ser baixado ou levantado conforme as necessidades. Batizado de Génesis em homenagem ao …

Compostos de alga vermelha da costa de Peniche eficazes no tratamento do cancro

A alga vermelha “Sphaerococcus coronopifolius” da costa de Peniche possui compostos com atividade antitumoral que podem contribuir para o desenvolvimento de novos fármacos ou potenciar o efeito de fármacos de combate ao cancro já existentes, …

Surto de covid-19 em Vila Flor. Festa de aniversário de autarca gera polémica

A festa organizada por funcionários da Câmara de Vila Flor, no distrito de Bragança, para celebrar o aniversário do seu presidente, está a dar que falar. O município já conta com cerca de 70 infetados. De …