Jerónimo critica PS por pensar em maioria absoluta para não ter de se entender com CDU

António Cotrim / Lusa

O secretário-geral do PCP criticou hoje o PS por estar a “pensar” em conquistar uma “maioria absoluta” nas próximas eleições legislativas para não ter de “prestar contas a ninguém”, nem entender-se com a CDU.

Num discurso numa sessão pública em Beja, Jerónimo de Sousa reagia a declarações do líder parlamentar do PS, Carlos César, que, na segunda-feira, disse ser fundamental uma vitória socialista com “maioria expressiva” nas legislativas para “evitar bloqueios” e libertar-se de “inércias” e reivindicou para o PS, não para o PCP ou Bloco, a responsabilidade pelos resultados na economia.

Segundo Jerónimo de Sousa, o “regresso” de PSD/CDS ao Governo “seria retomar um rumo de afundamento nacional” e “o PS de mãos livres significará a não resolução dos problemas estruturais do país, seja nos serviços públicos, seja no investimento público ou no combate às desigualdades”.

“Prova provada está nas declarações [de segunda-feira] de um alto responsável do PS [Carlos César], que veio falar de bloqueios e de inércia sem dizer porquê, sem dizer quem, sem dizer como, mas o que esta mensagem embrulhada e redonda significa é que o PS está a pensar que a solução boa seria uma maioria absoluta, porque assim não tinha de prestar contas a ninguém, nem convergir, nem entender-se com aqueles que sempre estiveram prontos para esses avanços”, ou seja, a CDU, afirmou Jerónimo de Sousa.

Na sessão pública, que serviu para apresentar o atual deputado João Dias como primeiro candidato da CDU às legislativas pelo círculo eleitoral de Beja, o líder do PS acusou o Governo PS de “propalar” a ideia de que está a resolver os problemas do país, mas “trata-se de uma completa mistificação”.

Propalam a ideia de que se estão a resolver os problemas do país, dando como exemplo o crescimento da economia, aquém do que é preciso e anémica, e a diminuição do défice, mas trata-se de uma completa mistificação, já que os problemas de fundo que marcam a realidade portuguesa não foram, nem estão resolvidos e persistem graves problemas económicos e sociais sem resposta”, disse.

Jerónimo de Sousa frisou que o PCP sabe “bem quão positivo foi o que se conseguiu” na atual legislatura, devido à intervenção da CDU na “relação de forças na Assembleia de República”, mas também sabe que o que se conseguiu foi “insuficiente e limitado”.

“Sabemos que se ficou aquém na solução de muitos outros problemas a que era urgente dar resposta, porque o governo do PS, tal como antes PSD e CDS, optou pela política de submissão às imposições do Euro e da União Europeia e pela subordinação aos interesses do capital monopolista e com eles os constrangimentos, atrasos e problemas estruturais que o país enfrenta”, disse.

Segundo Jerónimo de Sousa, “derrotou-se, em 2015, a versão mais retrógrada da política de direita, mas não a política de direita, que se mantém nos seus traços mais determinantes nas opções da governação do país, pela mão do PS, em convergência com PSD e CDS”.

Jerónimo de Sousa defendeu que “é preciso avançar e não andar para trás, como pretendem PS, PSD e CDS” e “é inquestionável que Portugal precisa de outras soluções e a CDU tem soluções e propõe-nas ao povo” para a “resolução dos problemas do país”.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Jerónimo, a serio que disseste isso???????
    Obviamente que o PS quer a maioria absoluta, tal como tu a querias se tivesses essa hipótese, o qualquer outro partido.

RESPONDER

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …

“Máfia do Sangue”. Ministério Público deixa Octapharma fora da acusação

O Ministério Público (MP) deixou a farmacêutica Octapharma fora da acusação da operação "O Negativo" por considerar que o ex-administrador Lalanda e Castro montou um esquema de corrupção para a venda de plasma ao Serviço …