Jerónimo critica PS por pensar em maioria absoluta para não ter de se entender com CDU

António Cotrim / Lusa

O secretário-geral do PCP criticou hoje o PS por estar a “pensar” em conquistar uma “maioria absoluta” nas próximas eleições legislativas para não ter de “prestar contas a ninguém”, nem entender-se com a CDU.

Num discurso numa sessão pública em Beja, Jerónimo de Sousa reagia a declarações do líder parlamentar do PS, Carlos César, que, na segunda-feira, disse ser fundamental uma vitória socialista com “maioria expressiva” nas legislativas para “evitar bloqueios” e libertar-se de “inércias” e reivindicou para o PS, não para o PCP ou Bloco, a responsabilidade pelos resultados na economia.

Segundo Jerónimo de Sousa, o “regresso” de PSD/CDS ao Governo “seria retomar um rumo de afundamento nacional” e “o PS de mãos livres significará a não resolução dos problemas estruturais do país, seja nos serviços públicos, seja no investimento público ou no combate às desigualdades”.

“Prova provada está nas declarações [de segunda-feira] de um alto responsável do PS [Carlos César], que veio falar de bloqueios e de inércia sem dizer porquê, sem dizer quem, sem dizer como, mas o que esta mensagem embrulhada e redonda significa é que o PS está a pensar que a solução boa seria uma maioria absoluta, porque assim não tinha de prestar contas a ninguém, nem convergir, nem entender-se com aqueles que sempre estiveram prontos para esses avanços”, ou seja, a CDU, afirmou Jerónimo de Sousa.

Na sessão pública, que serviu para apresentar o atual deputado João Dias como primeiro candidato da CDU às legislativas pelo círculo eleitoral de Beja, o líder do PS acusou o Governo PS de “propalar” a ideia de que está a resolver os problemas do país, mas “trata-se de uma completa mistificação”.

Propalam a ideia de que se estão a resolver os problemas do país, dando como exemplo o crescimento da economia, aquém do que é preciso e anémica, e a diminuição do défice, mas trata-se de uma completa mistificação, já que os problemas de fundo que marcam a realidade portuguesa não foram, nem estão resolvidos e persistem graves problemas económicos e sociais sem resposta”, disse.

Jerónimo de Sousa frisou que o PCP sabe “bem quão positivo foi o que se conseguiu” na atual legislatura, devido à intervenção da CDU na “relação de forças na Assembleia de República”, mas também sabe que o que se conseguiu foi “insuficiente e limitado”.

“Sabemos que se ficou aquém na solução de muitos outros problemas a que era urgente dar resposta, porque o governo do PS, tal como antes PSD e CDS, optou pela política de submissão às imposições do Euro e da União Europeia e pela subordinação aos interesses do capital monopolista e com eles os constrangimentos, atrasos e problemas estruturais que o país enfrenta”, disse.

Segundo Jerónimo de Sousa, “derrotou-se, em 2015, a versão mais retrógrada da política de direita, mas não a política de direita, que se mantém nos seus traços mais determinantes nas opções da governação do país, pela mão do PS, em convergência com PSD e CDS”.

Jerónimo de Sousa defendeu que “é preciso avançar e não andar para trás, como pretendem PS, PSD e CDS” e “é inquestionável que Portugal precisa de outras soluções e a CDU tem soluções e propõe-nas ao povo” para a “resolução dos problemas do país”.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Jerónimo, a serio que disseste isso???????
    Obviamente que o PS quer a maioria absoluta, tal como tu a querias se tivesses essa hipótese, o qualquer outro partido.

RESPONDER

"Não se cumpre a lei". Veterinários acusam autoridades de não recolherem animais abandonados

O bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, Jorge Cid, acusou ontem as autoridades de não estarem a cumprir a lei que obriga a recolher os animais abandonados. Em setembro de 2018, passou a ser aplicada no …

"A Leonor é transexual. Ela existe. É a minha filha." Pais ao lado do Governo e contra a direita

A polémica em torno da Lei de Identidade de Género continua, com as críticas da Direita e com uma petição contra a legislação que já vai em mais de 27 mil assinaturas. Associações de pais …

Médicos de fertilidade usaram o seu próprio esperma em centenas de pacientes

Uma longa reportagem do The New York Times dá conta de vários casos de mulheres que recorreram a médicos especialistas em fertilidade à procura de esperma anónimo e acabaram por receber o esperma do próprio …

Nenhum rohingya se apresentou para sair do Bangladesh e regressar a Myanmar

O Comissário para os Refugiados, Assistência e Repatriamento do Bangladesh, Abul Kalam, disse na quinta-feira que nenhum rohingya se apresentou para regressar a Myanmar (antiga Birmânia) numa segunda tentativa de repatriamento da etnia muçulmana. Numa conferência …

No ano letivo passado, houve nove denúncias de praxes abusivas

A linha de denúncias de praxes abusivas e violentas recebeu no passado ano letivo nove queixas relativas a agressões entre alunos que aconteceram, na sua maioria, em instituições de Ensino Superior do norte do país. A …

Motorista de autocarro apanhado a ver filme enquanto conduz 30 passageiros para Lisboa

As imagens de um motorista de autocarro que foi gravado a ver um filme, enquanto estará a conduzir o veículo com 30 passageiros, de Coimbra até Lisboa, estão a gerar burburinho e preocupações de segurança …

Alexei Navalny libertado da prisão

O principal opositor do Kremlin foi libertado da prisão, esta sexta-feira, depois de cumprir uma pena de 30 dias por apelos à participação num grande movimento de protestos que tem agitado Moscovo. Alexei Navalny saiu da …

André Silva e João Mário na mira do Sporting

Os dois jogadores portugueses, atualmente a jogar em Itália, estão na mira dos leões. O mercado de transferências fecha no próximo dia 2 de setembro. O avançado André Silva, atualmente a jogar no AC Milan, está …

Há uma zona do país que esteve acima do limiar de concentração de ozono

A zona da Reboleira, no concelho da Amadora, excedeu esta quinta-feira o limiar de concentração de ozono entre as 17h e as 18h, informou a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale …

Irão revela novo sistema de defesa antiaérea de fabrico nacional

O Irão revelou na quinta-feira o seu novo sistema de defesa antiaérea de fabrico nacional, o "Bavar-373", num contexto de tensão crescente com os Estados Unidos (EUA). Este é o primeiro sistema de mísseis antiaéreos …