/

Jejum intermitente pode ser tão eficaz na perda de peso como outras dietas

6

O jejum intermitente pode ser tão eficaz na perda de perda de peso como outras dietas alimentares, sugere um estudo piloto da Universidade Queen Mary, em Londres, que contou com a participação de 50 voluntários obesos.

O jejum intermitente consiste numa “janela alimentar”, fora da qual as pessoas não consomem alimentos. Nesta investigação, por exemplo, os voluntários fizeram todas as suas refeições diárias num período de oito horas, mas este regime alimentar pode ser feito em janelas mais longas de 10, 12 ou até 24 horas.

De acordo com a nova investigação, cujos resultados foram publicados na PLOS One, o jejum intermitente é um plano simples, fácil de seguir e os resultados na perda de peso são tão satisfatórios quanto os conseguidos com dietas mais complexas.

Para chegar a esta conclusão, a equipa de especialistas da universidade londrina acompanhou os 50 participantes durante 12 semanas. Durante este período, os investigadores fizeram contactos semanais com os voluntários via telefone e estes compareceram a uma clínica para serem pesados às 6 e 12 semanas.

Quase 60% dos participantes ainda seguiam o plano de jejum intermitente ao fim dos três meses e perderam, em média, 3,5 quilogramas. Mesmo aqueles que não conseguiram seguir totalmente o plano, conseguiram perder peso.

A equipa frisa que os resultados de adesão ao plano e perda de peso são encorajadores o suficiente para justificar um ensaio maior com acompanhamento a longo prazo.

“Atualmente, faltam planos simples de controlo de peso que as pessoas possam seguir. Neste estudo, mais de um quarto dos participantes perderam pelo menos 5% do peso corporal inicial em 12 semanas”, explicou Dunja Przulj, co-autor do estudo, citado em comunicado difundido pelo portal Eureka Alert.

  Sara Silva Alves, ZAP //

6 Comments

    • Basicamente limitas as tuas refeições a um determinado períod do dia.
      Exemplo: 8 horas.
      Saltas o pequeno almoço e tomas a primera refeição às 12:00 (almoço). Á tarde lanchas normalmente e jantas ás 20:00. Depois não comes mais nada. Assim estás em “modo de alimentação” durante 8 horas, das 12:00 às 20:00, e em jejum durante 16 horas.

      Pessoalmente sigo este método há alguns anos e deu para me aperceber como na sociedade moderna somos encorajados a estar constantemente a comer. Uma ligeira sensação de fome é normal, não é uma crise para irmos logo a correr buscar um snack.

      • Basta procurar na net e no Pinterest e descobre-se que o jejum intermitente pode ser praticado de várias formas: o jejum 8/16, o jejum 6/18, o jejum 4/20, o jejum calórico de 500 cal/dia em 5 dias da semana e comer o quiser nos restantes 2 dias (por ex fim de semana). No jejum 8/16 escolhe-se só duas refeições principais:(pequeno almoço e almoço e algum lanche) ou (almoço e jantar). Segundo alguns autores quanto menos refeições por dia melhor e nunca comer em menos de 3 horas antes de deitar.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE