Jacobs, o americano 100% italiano que quase não fala inglês

Anne-Christine Poujoulat / AFP

Marcell Jacobs vence final dos 100m nos Jogos Olímpicos de Tóquio

O atleta mais rápido nos Jogos Olímpicos foi Marcell Jacobs, que nasceu nos Estados Unidos da América mas viveu (quase) sempre em Itália.

Lamont Marcell Jacobs Jr. não estava entre os maiores favoritos à conquista da medalha de ouro nos 100 metros masculinos, no atletismo. Mas conquistou. Foi o atleta mais rápido dos Jogos Olímpicos de Tóquio e é o sucessor da “lenda” Usain Bolt.

O italiano protagonizou uma vitória surpreendente, com margem clara para os adversários – Fred Kerley e Andre De Grasse completaram o pódio – e com direito a recorde da Europa: 9.80 segundos. O mínimo anterior pertencia… a Marcell Jacobs, que horas antes tinha corrido a mesma distância em 9.84 segundos, na última meia-final (na qual foi apenas terceiro classificado).



Antes dos dois registos deste domingo, o recorde europeu pertencia ao português Francis Obikwelu, que na final dos Jogos Olímpicos 2004 registou 9.86 segundos em Atenas. Mais tarde, Jimmy Vicaut igualou esses números, duas vezes.

O recorde do francês Vicaut continua a ser o melhor registo de sempre, nos 100 metros, de um atleta nascido na Europa. Francis Obikwelu nasceu na Nigéria e Marcell Jacobs nasceu nos Estados Unidos da América.

Percurso do campeão olímpico

No dia 26 de setembro de 1994, em El Paso, no estado Texas, nasceu Lamont Marcell Jacobs Jr., filho de uma mãe italiana: Viviana Masini, que só tinha 18 anos quando o seu filho nasceu. O seu pai é norte-americano e era um soldado na altura.

Jacobs só esteve no Texas durante três semanas; o seu pai foi então transferido, em serviço militar, para a Coreia do Sul – mas Viviana voltou para Itália, para Desenzano del Garda, levando também o seu filho. “Ele cresceu sem pai. Eu era mãe e pai. Era uma vida muito difícil”, contou Viviana Masini. Jacobs só falou com o seu pai no ano passado.

Marcell Jacobs nasceu nos Estados Unidos da América mas o próprio confessou que nem sabe falar inglês muito bem, já que cresceu a falar sempre italiano. E assegurou que se sente “100% italiano”.

Aos 10 anos começou a praticar atletismo em Itália, primeiro só em corridas de velocidade e mais tarde no salto em comprimento. Foi a partir dos seus 21 anos, em 2016, que começou a dar nas vistas: nesse ano foi campeão italiano do salto em comprimento.

Também em 2016 foi campeão mediterrânico dos sub-23, no salto em comprimento. Mas, enquanto sénior, nunca tinha conquistado um grande título internacional até 2021. Nem no salto em comprimento, nem nos 100 metros. Nos últimos Europeus e nos últimos Mundiais de atletismo, nem chegou à final dos 100 metros, em nenhum dos dois eventos.

“Já perdi muitas vezes e isso ajudou-me muito”, viria a explicar.

Em março deste ano chegou ao topo da Europa. Foi campeão europeu em pista coberta, nos 60 metros, mas isso não o colocava no pódio dos favoritos para a final dos 100 metros de Tóquio. O próprio Jacobs sabia que dificilmente iria vencer uma corrida ao lado dos já referidos Fred Kerley e Andre De Grasse, e ainda de Ronnie Baker, Su Bingtian ou Akani Simbine.

“Ontem à noite eu estava a jogar PlayStation com o Gianmarco Tamberi (campeão olímpico no salto em altura, poucos minutos antes) e ainda colocámos a hipótese de os dois sermos campeões olímpicos no dia seguinte. Mas, logo a seguir, dissemos que era impossível, era melhor nem pensar nisso”, contou o novo rei da velocidade.

Nuno Teixeira, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Moreira não é D. Sancho e vestiu o kevlar para levar com balas do Selminho e da regionalização

O caso Selminho e a regionalização marcaram o debate desta terça-feira entre os candidatos à Câmara do Porto. Rui Moreira absorveu o impacto e saiu por cima. O debate dos 11 candidatos autárquicos à Câmara Municipal …

Neandertais transmitiram estirpe mortal do papilomavírus humano ao Homo sapiens

Investigadores descobriram que Neandertais reproduziram-se com humanos modernos e transmitiram-lhes uma estirpe mortal do papilomavírus humano. O papilomavírus humano (HPV) é responsável por um elevado número de infeções, que na maioria das vezes são assintomáticas e …

Coreia do Norte disparou dois mísseis balísticos no Mar do Japão

A Coreia do Norte disparou dois mísseis balísticos não identificados no Mar do Japão, informou o Chefe do Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul (JCS). A Coreia do Norte disparou esta quarta-feira dois mísseis balísticos não …

“Socialismo nocivo para os lisboetas”. Moedas atira-se a Medina (e garante que é um político diferente)

Naquela que foi a sua primeira ação no período oficial de campanha, Carlos Moedas encheu o Teatro Trindade, em Lisboa, para o último esforço de derrotar Fernando Medina. O candidato da coligação Novos Tempos à Câmara …

Dez mil anos após a sua extinção, o mamute-lanoso poderá voltar a habitar a Terra

Apesar de estar extinto há dez mil anos em breve poderá voltar a habitar a Terra. Após várias discussões sobre o tema nos últimos anos, investigadores norte-americanos estão agora a avançar com o plano de …

Em seis Câmaras, três do PS estão em risco. Duas prometem suspense, outra tem o trunfo Santana

Fernando Medina e Rui Moreira estarão perto da reeleição. Almada e Coimbra serão palco de uma luta renhida e, na Figueira da Foz, Santana ameaça com um possível regresso à Câmara Municipal. Não são esperadas grandes …

Jerónimo incendiou a esquerda, Ferreira apagou o fogo e CDU e BE preparam-se para contar na capital

Jerónimo de Sousa lançou o caos ao afastar coligações pós-eleitorais, mas João Ferreira veio esclarecer as declarações do líder comunista no arranque da campanha eleitoral. À semelhança da CDU, também o Bloco de Esquerda está …

Costa responde aos que se "irritam" com o PRR: "Não é um plano do PS"

António Costa disse que há "quem se irrite muito" quando fala no PRR, mas que não há razões para isso. A bazuca é um "plano do país", garantiu esta terça-feira. António Costa defendeu, esta terça-feira ao …

Ensaio clínico em larga escala para deteção precoce de cancro prestes a arrancar no Reino Unido

  O serviço nacional de saúde britânico lançou o maior ensaio clínico do mundo de um teste de sangue que visa detetar mais de 50 tipos de cancro antes que os sintomas apareçam. O serviço de saúde …

Físicos descobrem que os buracos negros exercem pressão sobre o meio ambiente

Na primeira descoberta científica do género, físicos da Universidade de Sussex descobriram que os buracos negros exercem uma pressão sobre o meio ambiente. Em 1974, Stephen Hawking fez a descoberta de que os buracos negros emitem …