Assinado acordo histórico sobre o programa nuclear do Irão

Abedin Taherkenareh / EPA

A International Atomic Energy Agency, em Isfahan, no Irão, durante uma inspeção em fevereiro de 2007

A International Atomic Energy Agency, em Isfahan, no Irão, durante uma inspeção em fevereiro de 2007

O Irão e as potências mundiais, reunidos em Viena, conseguiram fechar um acordo sobre o programa nuclear iraniano, após 21 meses de negociações.

“Chegaram a um compromisso em todos os aspetos. Dentro de muito pouco tempo as partes vão anunciar os resultados”, especificou um diplomata europeu, citado pela agência de notícias russa TASS.

Um diplomata próximo das negociações, que não é identificado, disse também à agência AFP que “o acordo foi concluído“.

A última sessão plenária entre o Irão e o chamado Grupo 5+1 – os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (EUA, Rússia, China, França e Reino Unido) mais a Alemanha – teve início às 10h30 locais (9h30 em Lisboa) na sede da ONU em Viena.

O derradeiro encontro no quadro das negociações sobre o complexo dossiê vai ser seguido de uma conferência de imprensa.

O Irão e o Grupo 5+1 têm vindo a negociar um acordo duradouro que garanta que Teerão não tenta obter uma bomba atómica recebendo como contrapartida um levantamento das sanções económicas que lhe foram impostas e que prejudicam a economia do país.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros dos sete países envolvidos nas negociações procuraram ao longo dos últimos 18 dias de intensas conversações em Viena chegar a um consenso para fechar este histórico acordo.

O Presidente iraniano, Hasan Rohani, afirmou hoje que a conquista de um acordo será “um triunfo da diplomacia” e servirá como um “bom começo” para novas relações internacionais.

Numa mensagem através do Twitter – rede social proibida no Irão, mas cujos líderes usam com frequência – Rohani realçou ainda que espera que o acordo que se ultime na capital austríaca, figure como um instrumento que coloque termo a uma época de “exclusão e coerção” nas relações entre países.

Netanyahu diz que acordo sobre nuclear iraniano é “erro”

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, afirmou que o acordo sobre o nuclear iraniano é “um erro histórico para o mundo”.

“Em todas as áreas em que era suposto evitar que o Irão se dotasse de capacidade de desenvolver armas nucleares, houve grandes compromissos”, afirmou Netanyahu, citado pelo seu gabinete, no início de uma reunião com o ministro dos Negócios Estrangeiros holandês, Bert Koenders.

Benjamin Netanyahu abriu uma conta no Twitter, escrita em persa, para atacar o acordo sobre o dossiê nuclear iraniano, concluído em Viena.

“O objetivo é estabelecer uma comunicação direta com os iranianos, doutrinados a odiar Israel desde a revolução islâmica de 1979”, declarou um responsável do gabinete do primeiro-ministro israelita.

“Queremos dizer, em persa, a verdade aos iranianos sobre o acordo e explicar que os milhares de milhões de dólares que o regime iraniano vai conseguir com esta negociação vão servir para financiar o terrorismo e armas e não para construir escolas ou hospitais”, acrescentou.

Israel, inimigo do Irão, é totalmente contra um acordo sobre o programa nuclear iraniano, que, na opinião de Netanyahu, não vai impedir Teerão de fabricar a bomba atómica.

“Enquanto o espetáculo com o Irão continua, o Irão está prestes a fabricar a bomba nuclear e dispõe de milhares de milhões de dólares para o terrorismo e ataques”, escreveu Netanyahu numa das publicações.

Além desta, Netanyahu tem mais três contas no Twitter, em hebreu, inglês e árabe, e recorre frequentemente às redes sociais, incluindo ao Facebook, para fazer campanha contra o programa nuclear iraniano.

Israel é considerada a única potência nuclear do Médio Oriente e não assinou o Tratado de Não-Proliferação das armas nucleares.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vizela - Paços de Ferreira bateu recorde de assistência na I Liga

Maior número de adeptos do campeonato também foi registado nesta jornada, no Benfica-Boavista; mas em termos de ocupação do estádio, o Vizela deixou longe toda a concorrência. Desde os anos 80 do século passado que não …

150 anos antes da viagem histórica de Colombo, um frade italiano escrevia sobre a America

Por volta do ano 1340, Galvano Fiamma registou, na sua Cronica universalis, a existência de terras a oeste da Gronelândia habitadas "por gigantes". Trata-se da primeira menção documentada do continente americano no Mediterrâneo, cerca de …

Os antigos compadres zangaram-se de vez. Trump puxa os cordelinhos nos bastidores para correr com McConnell

A relação de altos e baixos entre os dois azedou de vez depois de McConnell ter reconhecido a vitória de Joe Biden. Trump quer agora que um Republicano concorra contra McConnell pelo cargo da liderança …

Bombeiros embrulharam a maior árvore do mundo em papel de alumínio. Tudo para a proteger

O incêndio consumiu milhares de acres na Califórnia e o National Park Service viu-se obrigado a intensificar os seus esforços para proteger as jóias naturais, incluindo as maiores árvores do mundo. Os incêndios Colony e Paradise …

EUA trocaram "guerra implacável" por "diplomacia implacável" no Afeganistão, diz Biden

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse esta terça-feira à Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que o país se está a concentrar na "diplomacia implacável" e no encerramento de uma era de …

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …

Crise da energia obriga UE a enfrentar dependência do gás natural

Os países europeus estão a tentar proteger os consumidores de energia, numa região onde, desde o início do ano, os preços do gás aumentaram 250%, resultado de uma série de forças económicas, naturais e políticas.  Na …

Companhia de aviação privada oferece voo de 20 mil dólares para reunir uma família separada pela pandemia

A empresa de aviação privada Tradewind Aviation está a comemorar o seu 20.º aniversário de uma forma original: vai dar um voo no valor de 20 mil dólares (cerca de 17 mil euros) para reunir …

Mais de 60 pinguins morrem na África do Sul após ataque de abelhas

Dezenas de pinguins-africanos ameaçados de extinção foram mortos por um enxame de abelhas na África do Sul, na passada sexta-feira. Segundo a CNN, 63 pinguins-africanos, uma espécie ameaçada de extinção, foram encontrados mortos na sexta-feira numa …