Já é possível fabricar músculos, orelhas e ossos com uma impressora 3D

Wake Forest Institute for Regenerative Medicine

-

Cientistas do Instituto de Medicina Regenerativa Wake Forest, nos Estados Unidos, conseguiram criar uma impressora 3D que produz orelhas, pedaços de osso e músculos semelhantes aos dos tecidos humanos.

Batizado de Sistema de Impressão de Órgãos e Tecidos (ITOP na sigla em inglês), este equipamento possui o mesmo funcionamento de uma impressora 3D convencional, incluindo a produção dos objetos feita camada por camada.

Só que, ao contrário do plástico e da resina encontrada nestas versões, este novo dispositivo usa materiais biológicos muito semelhantes com aqueles encontrados no nosso corpo.

Atualmente, os modelos de impressoras que usam materiais biológicos não conseguem fabricar tecidos de tamanho ou resistência adequados a cada paciente, uma vez que esses produtos tendem a ser fracos e tecnicamente impossíveis de serem usados num transplante cirúrgico.

Além disso, os aparelhos não conseguem imprimir estruturas mais delicadas, como por exemplo vasos sanguíneos, o que torna ainda mais difícil transportar o oxigénio e os nutrientes essenciais para as células.

“As células não sobrevivem sem um vaso sanguíneo menor que 200 micrómetro [0,02 milímetros], uma medida que é extremamente pequena. Esta é a distância máxima. E não é apenas para impressão, é a natureza”, explicou ao Gizmodo Anthony Atala, líder da equipa de investigação responsável pelo projeto.

De acordo com Atala, o novo sistema de impressão supera este tipo de dificuldades, a começar pelos materiais biodegradáveis que se parecem com plástico e são usados para moldar a forma do tecido, assim como o gel à base de água que faz parte da estrutura da célula.

Por outro lado, existe ainda uma estrutura temporária externa que ajuda a manter o formato do objeto durante o processo de impressão. Para corrigir a questão do limite de tamanho, os investigadores inseriram microcanais que permitem o transporte de células para qualquer local da estrutura.

“A ITOP usa pequenas agulhetas para depositar com precisão o material biodegradável semelhante a plástico, que dá a forma ao tecido, e o gel composto por água e as células. Entre aquelas duas estruturas, forma-se uma malha de microcanais”, explicou o responsável ao Público.

“Estes microcanais permitem que o oxigénio e os nutrientes do corpo se difundam, o que mantém as estruturas vivas enquanto os tecidos desenvolvem os seus próprios vasos sanguíneos”, acrescenta.

Wake Forest Institute for Regenerative Medicine

-

Depois de impressos, estes órgãos 3D foram aplicados em animais para perceber se se conseguiam manter num ser vivo.

As orelhas foram implantadas na pele de ratos e, passados dois meses, além de continuarem com o mesmo aspeto, as orelhas conseguiram formar os tecidos da cartilagem e os vasos sanguíneos.

O mesmo aconteceu no caso dos fragmentos de osso e de tecidos musculares implantados no mesmo tipo de animais. No primeiro caso, os cientistas fizeram a impressão de um pedaço de osso de mandíbula humana, recorrendo a células estaminais e, no caso do músculo, usaram células precursoras de músculo de rato.

Segundo os investigadores, esta técnica de impressão 3D, explicada no estudo publicado na revista científica Nature Biotechnology, poderá ajudar pacientes que necessitam de reconstruções faciais.

Apesar de Anthony Atala não saber ao certo quando é que esta tecnologia vai poder ser usada na medicina regenerativa, as primeiras experiências mostram que as estruturas impressas podem ser funcionais.

“A nossa investigação indica que é possível imprimir osso, músculo e cartilagem para doentes. Vamos usar estratégias semelhantes para também imprimir órgãos”, conclui em declarações ao Público.

ZAP / Canaltech

PARTILHAR

RESPONDER

Espiões podem estar a usar o LinkedIn para recrutar novos contactos

O LinkedIn é uma rede social de negócios, mas espiões podem estar a usá-la para encontrar novos contactos. Os espiões estarão a usar perfis falsos, gerados por inteligências artificial. Apesar de ser uma rede social bem …

Mercado de compras online pode não ser tão lucrativo quanto se pensa (e pode estar perto do fim)

Muitas pessoas provavelmente presumem que as lojas online estão a fazer uma fortuna, mas a realidade é bem diferente. Muitas atividades de comércio eletrónico são, na verdade, não lucrativas. Se as pessoas tivessem que pagar o …

Canábis já era fumada há pelo menos 2.500 anos

Uma descoberta nos túmulos do cemitério Jirzankal, no oeste da China, mostra que os povos que viviam nessa zona montanhosa já queimavam canábis com elevados níveis de THC. Uma equipa de arqueólogos encontrou pequenos artefactos de madeira …

Estado angolano exige 25 milhões de euros ao general Dino

O Estado angolano exige ao general Leopoldino Fragoso do Nascimento, mais conhecido por Dino e um dos homens de confiança do ex-presidente José Eduardo dos Santos, o pagamento de 29 milhões de dólares (25 milhões …

Procuradora dos "Cinco de Central Park" deixa de lecionar Direito após série da Netflix

Elizabeth Lederer, a procuradora principal do caso dos "Cinco de Central Park", que resultou na condenação injusta de jovens negros e latinos por violação, disse que vai deixar de lecionar Direito na Universidade de Columbia, …

A água da torneira de uma cidade americana ficou repentinamente cor-de-rosa

Os residentes de Coal Grove, no Ohio, foram surpreendidos por água cor-de-rosa a sair das torneiras das suas casas. O problema esteve relacionado com uma avaria na bomba da estação de tratamento da água. Nenhum habitante de …

Hospital Pulido Valente sem anestesistas na escala este fim de semana

Médicos do Hospital Pulido Valente, em Lisboa, foram este sábado surpreendidos com a falta de anestesistas na escala deste fim de semana e manifestam preocupação com o impacto da decisão nos doentes internados. O coordenador da …

Na Suécia, há quem tenha "vergonha" de andar de avião

Viajar de avião ou usar outro meio de transporte? Para muitos, essa pergunta vem de um dilema ético, de pessoas preocupadas com o impacto da aviação nas mudanças climáticas. Nenhum país, contudo, levou esse dilema tão …

EUA. Governo separa famílias de imigrantes ilegais e envia as crianças para antiga base militar

O internamento de nipo-americanos durante a Segunda Guerra Mundial sempre permaneceu uma mancha terrível nos livros de história dos Estados Unidos (EUA). Cerca 120 mil pessoas foram mantidas à força em várias dessas instalações entre …

Morreu o cineasta italiano Franco Zeffirelli

O cineasta italiano Franco Zeffirelli morreu, na sua casa, em Roma, aos 96 anos, noticiou este sábado a imprensa italiana. “O desaparecimento ocorreu no final de uma longa doença. O mestre vai descansar no cemitério de …