“Pirataria em alto mar”. Itália acusa migrantes resgatados de sequestro de petroleiro

Angelo Carconi / EPA

Matteo Salvini

O governo de Itália acusou esta quarta-feira um grupo de 108 refugiados e migrantes de ter sequestrado um petroleiro que esteve envolvido, na terça-feira à noite, numa operação de resgate ao largo da costa da Líbia.

Segundo o ministro do Interior italiano, Matteo Salvini, o navio foi tomado pelos migrantes e refugiados quando estes perceberam que iam regressar à Líbia.

A imprensa italiana e internacional está a relatar que o petroleiro “Elhiblu I”, com pavilhão da República de Palau, resgatou “um grupo de migrantes” na noite de terça-feira em águas internacionais, onde a guarda costeira líbia é responsável pelas operações de socorro, e prosseguiu a sua rota em direção ao porto de Tripoli (capital da Líbia).

A cerca de seis milhas náuticas do porto de Tripoli, o navio mudou subitamente de rota e rumou para norte em direção à Europa, relatou Matteo Salvini.

De acordo com o também vice-primeiro-ministro e líder da extrema-direita italiana, o petroleiro estava quarta-feira à tarde a meio do caminho entre Tripoli e Malta. “Estes não são migrantes em perigo, são piratas, só irão ver Itália através de um telescópio”, declarou Matteo Salvini, assegurando que o petroleiro não será autorizado a entrar em águas italianas caso opte por dirigir-se para Lampedusa ou para a Sicília.

“É a demonstração mais óbvia de que não estamos a falar de operações de socorro de pobres náufragos que fogem da guerra, mas de tráfico criminoso de seres humanos que é gerido de forma criminosa”, acrescentou.

Esta quinta-feira, uma equipa de operações especiais de Malta apreendeu o petroleiro, que terá sido sequestrado por migrantes, estando agora a ser encaminhado para um dos portos do país, anunciaram as forças armadas. O controlo do navio foi devolvido ao capitão da embarcação, que agora está a ser escoltada e monitorizada, juntamente com os migrantes, que serão entregues à polícia para investigação.

As autoridades em Malta e Itália disseram que cerca de 120 migrantes sequestraram o petroleiro, com destino à Líbia. O ministro do Interior italiano descreveu já o caso como “a primeira pirataria em alto mar por migrantes”.

A atual coligação governamental italiana, composta pela Liga (partido de extrema-direita) e o Movimento 5 Estrelas (M5S, populista), tem adotado uma linha dura em matérias relacionadas com as migrações e dificultado o trabalho dos navios humanitários envolvidos no resgate de migrantes no Mediterrâneo, nomeadamente o bloqueio dos portos italianos a estas embarcações.

Segundo as Nações Unidas e organizações não-governamentais, os migrantes na Líbia, país imerso num caos político e securitário há vários anos, enfrentam situações de tráfico humano, sequestro, tortura e violações.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Constitucional chumba barrigas de aluguer pela segunda vez

O Tribunal Constitucional chumbou, esta quarta-feira, pela segunda vez, o diploma do Parlamento sobre gestação de substituição, depois de um chumbo no ano passado. O BE apresentou uma proposta em que se previa "que a gestante …

Furacão Humberto ganha força a caminho das Bermudas

O furacão Humberto aumentou de intensidade nas últimas horas e atingiu a categoria 3 a caminho das Bermudas, informou o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC) nesta quarta-feira. O terceiro furacão da temporada no Atlântico, …

Brasil é o país lusófono com mais refugiados. Já Portugal tem as maiores remessas dos emigrantes

Um relatório das Nações Unidas (ONU) revelou que o Brasil é o país lusófono que acolhe mais refugiados, Portugal é o que recebe mais remessas dos emigrantes e Moçambique teve o maior aumento de estrangeiros …

Ryanair deixa de voar entre Porto e Lisboa em outubro (mas fica com base mais reduzida em Faro)

A transportadora aérea irlandesa Ryanair vai deixar de voar entre Porto e Lisboa a partir de 25 de outubro devido a “razões comerciais”. A confirmação foi dada pela empresa ao Jornal de Notícias. Em abril, a …

Frente-a-frente entre Costa e Rio teve menos 633 mil espectadores do que o debate entre Costa e Passos em 2015

O frente-a-frente entre António Costa e Rui Rio, os líderes dos dois maiores partidos, teve menos audiência do que o confronto de há quatro anos, entre António Costa e Pedro Passos Coelho. Cerca de de …

EDP condenada a multa de 48 milhões por abuso de posição dominante na produção de energia

A Autoridade da Concorrência (AdC) condenou a EDP por abuso de posição dominante. A coima de 48 milhões de euros foi aplicada à EDP Produção por manipular a oferta de serviços de sistema que regula …

Há sete anos que a média de secundário dos colocados no Ensino Superior não era tão alta

Há sete anos que a média de secundário dos colocados no ensino superior não era tão alta. Relativamente aos alunos de cursos científico-humanísticos, a média dos colocados tem vindo a aumentar desde 2015, tendo atingido …

Futebolistas internacionais russos Kokorin e Mamayev saíram da prisão

Pavel Mamayev e Alexander Kokorin foram detidos depois de atacarem dois homens, um responsável do governo, num estacionamento de um hotel, e um outro num café. Deixam a prisão por "bom comportamento". Os futebolistas internacionais russos …

Praga de baratas fecha refeitório do hospital Amadora-Sintra

Uma praga de baratas está a afetar o Hospital Amadora-Sintra, provocando sérios transtornos às centenas de trabalhadores desta unidade de saúde. O caso foi denunciado ao Correio da Manhã por funcionários e confirmado pelo hospital. A …

Singapura é a inesperada vencedora da crise em Hong Kong

A instabilidade política está a levar uma crescente instabilidade económica em Hong Kong. Quem beneficia com isto é a Singapura, que surge como alternativa no mercado asiático. Em Hong Kong, o duelo entre os manifestantes contra …