Irão emite mandado de captura contra Trump e pede ajuda à Interpol

Jim Lo Scalzo / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O Irão emitiu um mandado de captura e pediu à Interpol ajuda para a detenção do Presidente dos EUA, Donald Trump, e de outras pessoas que considera responsáveis pelo ataque que matou um general iraniano Qassem Soleimani.

O procurador de Teerão Ali Alqasimehr acusa Trump e mais de 30 outras pessoas pelo envolvimento no ataque aéreo, com um aparelho não tripulado (drone), no dia 3 de Janeiro, que matou o general em Bagdad, no Iraque.

Para além de Trump, o procurador Alquasimehr não menciona qualquer outro nome, mas sublinhou que o Irão continuará a desenvolver o processo de acusações contra os responsáveis pelo ataque, dizendo que enfrentam acusações de “assassínio e terrorismo”, segundo a agência de notícias estatal IRNA.

A Interpol, com sede em Lyon, França, ainda não respondeu aos pedidos de comentário a este pedido da justiça iraniana.

De acordo com a IRNA, Alqasimehr pediu à Interpol para pôr um “aviso vermelho” para Donald Trump e para os restantes elementos, o que representa o mais elevado nível grau na urgência da captura.

De acordo com os procedimentos da Interpol, se este pedido for aceite, terão de ser as autoridades policiais locais a realizar a detenção, em nome do país que a solicita.

Os avisos, contudo, não podem forçar as autoridades locais a realizar essas detenções ou a extraditar os suspeitos, embora possam levantar restrições às movimentações desses suspeitos.

Após receber um pedido, a Interpol reúne em comité para discutir se deve ou não compartilhar as informações com os seus estados membros, não tendo necessidade de divulgar publicamente nenhum aviso (embora regularmente o faça, através do seu site na Internet).

Tendo em conta o tipo de pedido feito pelas autoridades judiciais iranianas, é improvável que a Interpol atenda ao pedido do Irão, já que a sua orientação proíbe a organização de realizar intervenções ou actividades de natureza política ou militar, como será o caso deste ataque em Bagdad.

Os Estados Unidos realizaram um ataque aéreo em Bagdade, em 3 de Janeiro, que matou o Qassem Soleimani, o poderoso general que dirigia a Guarda Revolucionária do Irão e as suas actividades no Iraque, aumentando as tensões entre os dois países, levando as forças iranianas a retaliar com um ataque de míssil balístico contra as tropas norte-americanas na região.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Este irão só passa vergonha, esse general que foi morto era um terrorista, e tbm era procurado vivo ou morto, que grande totó que o lider do irão é, Trump fez um favor ao mundo

RESPONDER

Em 33 anos, Amazónia perdeu 72,4 milhões de hectares de floresta. O equivalente ao território do Chile

A floresta amazónica, presente em nove países da América do Sul, perdeu 72,4 milhões de hectares de cobertura vegetal entre 1985 e 2018, uma área equivalente ao território do Chile, segundo dados divulgados na quinta-feira …

Decisão do Reino Unido é "absurda", "errada" e "desapontante"

O chefe da diplomacia portuguesa considerou hoje a decisão do Reino Unido de excluir Portugal dos “corredores de viagem internacionais” como um “absurdo”, “errada” e que causa “muito desapontamento”, trazendo ainda graves consequências económicas e …

"Peixe racista". Estátua da Pequena Sereia novamente vandalizada

A icónica estátua da "Pequena Sereia" em Copenhaga, um dos monumentos mais famosos da Dinamarca, foi novamente vandalizada, ao ter sido pintada com uma frase antirracismo, divulgou hoje a polícia dinamarquesa. “A Pequena Sereia foi vandalizada …

Itália admite segunda vaga e defende restrições a viagens

Itália abriu esta terça-feira fronteiras aos viajantes de países que não integram o espaço europeu de livre circulação Schengen, mas com restrições. O ministro da Saúde de Itália afirmou, esta quinta-feira, não poder afastar uma segunda …

Menos férias e mais dias de aulas para quem não tem exames no próximo ano letivo

O próximo ano letivo vai ter menos dias de férias e mais dias de aulas para os alunos que não tenham exames. Os alunos terão aulas presenciais e aulas à distância. O ministro da Educação, Tiago …

FC Porto revela camisola para a próxima época (e as opiniões dividem-se)

O FC Porto revelou a camisola oficial do clube para a próxima temporada. Pelas redes sociais, as opiniões dividem-se, havendo quem não esteja satisfeito com a mudança. Os adeptos portistas acordaram esta sexta-feira com a imagem …

Veto da Índia ao TikTok pode custar mais de 5 mil milhões de euros à ByteDance

O executivo indiano anunciou o bloqueio de 59 aplicações móveis chinesas, assegurando que as aplicações roubam dados dos utilizadores e partilham informações com o governo chinês. O grupo chinês de tecnologia ByteDance, que desenvolveu o TikTok, …

Covid-19. “Exemplo de Portugal mostra muito claramente como a situação é frágil”

A comissária europeia da Saúde, Stella Kyriakides, considerou que a situação pandémica é ainda "frágil", dando o exemplo da evolução da covid-19 em Portugal para sustentar que é necessário continuarmos vigilantes. “Penso que o exemplo de …

Catarina Martins diz que há neste momento um acordo entre PS e PSD

A líder do BE, Catarina Martins, considerou hoje que "o Orçamento Suplementar não é uma primeira parte do Orçamento do Estado", mas avisou que o que está a acontecer neste momento no país "é um …

Quase 40% dos restaurantes tenciona avançar para insolvência

Quase 40% das empresas de restauração e bebidas e 18% do alojamento turístico tencionam avançar para insolvência. Os números são resultado de um inquérito mensal da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) esta …