Investigadores descobrem mecanismo do cérebro que interpreta o movimento

Uma equipa de neurocientistas da Fundação Champalimaud descobriu o mecanismo que permite ao cérebro perceber que quando a pessoa está em movimento é ela que se move e não o que o rodeia.

Quando rodamos a cabeça para um lado, o campo visual “roda” para o lado oposto, quando andamos de comboio, a paisagem desfila pela janela, no entanto temos a íntima convicção de que somos nós que nos estamos a deslocar, enquanto o mundo permanece no seu sítio. Como é que o cérebro faz para não ser enganado pelas aparências?

Esta dúvida foi o ponto de partida para a investigação, liderada por Eugenia Chiappe, cujos resultados foram publicados na revista Nature Neuroscience.

Os investigadores descobriram no cérebro da mosca-da-fruta um circuito neural que cria uma representação interna fiável da direção e velocidade de locomoção do inseto, permitindo-lhe assim perceber para onde vai a cada momento.

Os investigadores acreditam que estes resultados poderão ser válidos para outros animais, incluindo os seres humanos.

Segundo Eugénia Chiappe, “a perceção dos nossos movimentos como sendo nossos é-nos tão natural, está tão enraizada no nosso subconsciente, que acabamos por subestimar a complexidade – e a fragilidade – dos mecanismos biológicos que a sustentam”, mas “quando a perdemos, como acontece em certas doenças mentais ou na sequência de uma lesão, perdemos a capacidade de interagir com o mundo”.

Para compreender este mecanismo, a equipa estudou um tipo especial de neurónios da mosca-da-fruta: as células HS (horizontal system cells), situadas numa zona do cérebro visual da mosca chamado “placa lobular”, que fazem parte de um sistema de monitorização que diz ao cérebro da mosca que foi ela que se moveu.

Este tipo de células, ditas de “processamento do fluxo ótico”, também existem no cérebro dos primatas, sendo que no caso dos primatas os neurónios recebem informação visual relativa aos movimentos oculares e da cabeça, mas também a informação não visual relativa aos seus movimentos de locomoção.

“Até aqui, isto não tinha sido provado”, diz Eugenia Chiappe, “porque era muito difícil criar artificialmente num macaco a ilusão de que está a andar”.

Com a mosca-da-fruta a tarefa é muito mais fácil, pois basta colocá-la em cima de uma bolinha suspensa no ar que roda quando a mosca anda e, ao mesmo tempo, registar diretamente a atividade das suas células HS.

Para confirmar a contribuição de sinais não visuais à atividade das células HS da mosca, os cientistas apagaram simplesmente as luzes.

“O que nós mostrámos agora na mosca-da-fruta é que, mesmo no escuro, as células HS continuam a monitorizar os movimentos corporais através de sinais não visuais”, diz Eugenia Chiappe.

Neste estudo, os investigadores conseguiram ainda perceber que estes neurónios integram os sinais visuais e não visuais quando se acendem novamente as luzes.

A partir daqui perceberam que “quando a mosca vê, os dois tipos de sinais cooperam“, ou seja, graças a esta combinação de sinais, as células HS monitorizam e controlam o rumo da mosca, explicou a investigadora.

Para confirmar essa cooperação visual-não visual, os autores realizaram uma terceira experiência, em que o mundo exterior “reagia” de forma totalmente anti-natural: quando a mosca virava para um lado, o campo visual “rodava” exatamente para o mesmo lado.

Neste caso, as células HS desorientaram-se: “a seletividade direcional das células HS diminuiu e as células HS tornaram-se incapazes de diferenciar as direções para dizer ao cérebro da mosca para que lado a mosca estava a virar”, diz Eugenia Chiappe.

No decurso do estudo, os investigadores chegaram ainda a outra descoberta: a capacidade da mosca perceber a velocidade a que se desloca e a distância a que estão os objetos para calcular corretamente a distancia até ao sítio onde quer pousar e fazer uma aterragem controlada.

A atividade das células HS está fortemente correlacionada com a velocidade do corpo da mosca, tanto quando anda em linha reta como quando muda de direção, o que significa que “é a partir da atividade das células HS que o cérebro da mosca calcula a sua verdadeira velocidade física, linear e angular”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …

DGS aconselha grávidas e bebés vegetarianos a tomarem suplementos

A Direção-geral da Saúde recomenda suplementos de vitaminas e minerais para bebés e grávidas com alimentação vegetariana e lembra que a dieta não omnívora no primeiro ano de vida deve estar sempre sob supervisão médica. "A …

Entre os boletins de voto dos emigrantes, também há cheques e contas da luz

Para exercer o seu direito de voto, os eleitores portugueses residentes no estrangeiro deveriam enviar de volta para Portugal a documentação que receberam em casa – um envelope verde com o boletim de voto, dentro …

Ryanair despede 432 trabalhadores em Espanha

A companhia aérea irlandesa Ryanair confirmou esta quarta-feira a sua intenção de despedir em Espanha 432 trabalhadores das suas bases de Girona e Canárias, 327 tripulantes de cabine e 105 pilotos, informou o sindicato USO. Num …

Eleições em Moçambique. Dados preliminares dão vitória a Nyusi

Segundo as projeções de resultados da Sala da Paz, de acordo com valores “preliminares” baseados na leitura dos editais pelos seus observadores, o atual Presidente moçambicano e candidato da Frelimo, Filipe Nyusi, terá sido reeleito …

"Quem acusou Sócrates tem de provar. Se não provar tem de ser punido"

O ex-Presidente brasileiro, Lula da Silva, defende punição de procuradores da Operação Marquês, caso a acusação contra José Sócrates seja arquivada. Esta terça-feira, em entrevista à RTP, Lula da Silva defendeu a punição dos procuradores que …

Na Saúde, Warren torna-se alvo de ataques. Mas o foco é "derrotar Trump"

O maior debate televisivo para umas eleições primárias na história dos EUA juntou 12 candidatos num só palco. Foi o primeiro debate para o qual o ex-vice-Presidente Joe Biden não partiu com vantagem, tendo a …

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …